Poder de verdade

O Governo do RN vinha mandando apenas o valor da “folha limpa”, sem os encargos patronais do Judiciário, ou qualquer recurso para custeio ou investimento, como previsto no Orçamento 2019. O duodécimo era negociado mês a mês, mas agora o repasse da “folha limpa” foi menor 10 milhoes de reais, impedindo o TJ de honrar a sua folha de pagamento.

O governo Fátima agora vai enfrentar um poder de verdade

Gustavo Negreiros