julho, 2021 - Informativo Atitude

Arquivos

Foto: Pedro França/Agência Senado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 deve votar na próxima terça-feira (3/8), no primeiro dia de retorno das sessões após 15 dias de recesso, oito requerimentos de quebra de sigilo de donos de sites, de uma produtora de documentários e da rádio Jovem Pan, sob a alegação de que disseminaram informações falsas no âmbito da pandemia. Os requerimentos foram apresentados na última sexta-feira (30).

No caso da Jovem Pan, o pedido partiu do relator, Renan Calheiros (MDB-AL). Os outros foram assinados por ele e pelo senador Humberto Costa (PT-PE). Os requerimentos seguem o mesmo padrão, e apontam que todos seriam “grandes disseminadores das chamadas ‘fake news’”.

Além da rádio, os senadores pediram quebra de sigilo bancário de Allan dos Santos, do site Terça Livre, que também é alvo do inquérito das Fake News, que está no Supremo Tribunal Federal (STF).

Também foram atingidos pelos pedidos: Raul Nascimento dos Santos, do site Conexão Política; a empresa Eretz Galil Tecnologias Educacionais (Paulo de Oliveira Eneas), do site Crítica Nacional; a produtora Brasil Paralelo; a produtora Farol Produções Artísticas, do site Senso Incomum; Tarsis de Souza Gomes, do site Renova Mídia; e José Pinheiro Tolentino, do site Jornal da Cidade Online. Os senadores também querem pedir informações sobre o site República de Curitiba, para saber quem são seus responsáveis.

As aprovações dos requerimentos já são consenso entre os senadores de oposição e independentes ao governo que formam maioria na CPI, e são intitulados de G7 (ou G6, com a saída de um dos senadores).

Correio Braziliense

A nova tese da esquerda e do feminismo é que os aparelhos de ar-condicionados são machistas porque impõe as mulheres uma temperatura fria que beneficia os homens. Segundo o “raciocínio” os aparelhos de ar-condicionados diminuem a produtividade das mulheres.
Esse povo é doente.

 

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (31):

– O país registrou 910 óbitos nas últimas 24h, totalizando 556.370 mortes;

– Foram 37.582 novos casos de coronavírus registrados, no total 19.917.855.

– Com mais 24.162 pessoas recuperadas, o Brasil chega a 18.619.542 pacientes curados do coronavírus. Outras 741.943 pessoas estão em acompanhamento.

A média móvel de mortes nos últimos sete dias é de 989 e de casos, 35.332, menor patamar desde fevereiro.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), declarou fidelidade ao governo Bolsonaro, na tarde deste sábado (31), em uma publicação nas redes sociais. O comentário ocorreu horas após a emissora televisiva CNN Brasil informar que o general tem sido aconselhado por aliados a renunciar.

“Desde 2018 tenho viajado pelo Brasil e muitas pessoas falam que votaram na chapa JB-Mourão por confiar em mim. Em respeito a essas pessoas e a mim mesmo, pois nunca abandonei uma missão, não importam as intercorrências, sigo neste governo até o fim”, publicou o vice-presidente brasileiro.

De acordo com a CNN Brasil, Mourão foi aconselhado, no início desta semana, por um general da reserva com trânsito no alto comando do Exército, a renunciar ao cargo. O vice-presidente, porém, teria respondido que ainda não é a hora para deixar o governo.

Na última segunda-feira (26), o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), indicou o estado da sua relação com o vice-presidente. “O Mourão faz o seu trabalho, tem uma independência muito grande. Por vezes aí atrapalha um pouco a gente, mas o vice é igual cunhado, né. Você casa e tem que aturar o cunhado do teu lado. Você não pode mandar o cunhado embora”, comentou.

Dez dos 12 foragidos da Penitenciária de Alcaçuz, em Nísia Floresta (RN), ainda estão soltos nas ruas. A fuga completa duas semanas neste sábado (31) e não há paradeiro dos homens que fugiram da cela 9, ala A, do Pavilhão IV da principal unidade prisional do estado.

Até agora, apenas dois foram presos novamente. No último dia 19, a Polícia Militar recapturou Henrique de Oliveira Souza e Cleyton Marques de Mendonça. Eles foram foram detidos após um estabelecimento comercial na zona Norte de Natal (RN)

CENÁRIOS


Na política do RN está se desenhando vários cenários para o Governo do Estado. Muitos são os nomes que podem ainda aparecer, como é o caso do Deputado Tomba, que estava se projetando, mas que ainda não teve a coragem de lançar seu nome na disputa, diferente dele, teve Benes Leocádio, que além de lançar seu nome como pré-candidato ao Governo do Estado, escalou um time para dar suporte ao seu nome.

EMPOLGADO


Segundo Fontes, Bennes está empolgado e já começou a percorrer todo o RN para dar mais força ao seu nome. Além disso, o pré-candidato ao Governo do Estado vem com um discurso forte, mostrando que a Governadora foi e continua sendo uma desgraça para o RN.

SURPRESA


Muitas surpresas podem acontecer no cenário Estadual, uma delas saiu essa semana com a declaração do prefeito de Natal, Álvaro Dias, que em uma mudança de discurso, disse que poderia ser candidato ao Governo do Estado.

CORINGA
Para muitos, Álvaro é um coringa que não podia se expor, por essa razão, teria adotado um discurso de não revelar que tinha a intenção de sair como pré-candidato ao Governo do Estado, tirando o atual prefeito de Natal não apenas dos holofotes, como também da mira da metralhadora petista.

TODOS CONTRA FÁTIMA


Não é descartado a união entre o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, assim também como Benes, ao nome da Álvaro Dias. Segundo nossas fontes, já existem conversas muito avançadas para que isso aconteça. O lema é: “Todos contra Fátima”.

Levantamento divulgado pelo Instituto Paraná Pesquisas nesta quinta-feira (29) traz o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) empatados tecnicamente na corrida presidencial de 2022.

O presidente Bolsonaro se mantém lado a lado com seu principal rival o ex-presidente Lula, mesmo após uma catástrofe sanitária em que o presidente foi atacado diuturnamente. Isso demonstra que Jair Bolsonaro é “duro na queda”, agora com a economia em alta e desemprego caindo, seu desempenho deverá subir acentuadamente, pois ele conta com um lapso temporal de mais de um ano para as eleições presidências de 2022 e é praticamente certa a reeleição do presidente Bolsonaro.

Se a comparação for feita com um período similar ao antes das eleições de 2018, o presidente Bolsonaro melhorou praticamente em 50%, sempre é importante lembrar que devido aos ataques que o presidente recebe da grande mídia em temas delicados, muitos dos seus eleitores preferem não opinar por medo de retaliação, por isso se torna difícil a aferição desses, em média, 10% de eleitores invisíveis que Bolsonaro tem guardado na manga.

Cenário para 2022

  • Lula (PT): 33,7%
  • Bolsonaro (sem partido): 32,7%
  • Datena (PSL): 7%
  • Ciro Gomes (PDT): 6,8%
  • João Doria (PSDB): 3,9%
  • Mandetta (DEM): 1,8%
  • Simone Tebet (MDB): 0,7%
  • Rodrigo Pacheco (DEM): 0,6%
  • Nenhum/Branco/Nulo: 9,4%
  • Não sabe/Não respondeu: 3,3%=

Robson Pires 

Um aviso de mau tempo “com possibilidade de ocorrer mar grosso entre o Norte de Salvador (BA) e Natal” foi emitido pela Capitania dos Portos do RN na sexta-feira (30).

O documento, da Marinha do Brasil, alerta para “ondas de Sul a Sudeste de 4 metros de altura, entre a noite de 30 de julho e a manhã do dia 02 de agosto”.

Com isso, foi recomendado que “as embarcações de pequeno porte ‘evitem
a navegação’ e que as demais embarcações redobrem a atenção quanto ao material de salvatagem, estado geral dos motores, casco, bomba de esgoto do porão, equipamentos de rádio e demais itens de segurança”.

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que é possível acomodar no Orçamento um valor mais elevado para o Bolsa Família. Segundo ele, até o momento, o programa está perfeitamente enquadrado dentro dos planos do ministério, da Lei de Responsabilidade Fiscal e do limite do teto. A intenção é que o valor do benefício chegue a R$ 300. Guedes ponderou, no entanto, que, para aumentar o valor, é preciso controlar gastos inesperados que costumam ocorrer em decisões dos Três Poderes da República.

“Até agora, a nossa ideia do Orçamento era essa e imprevistos sempre acontecem e terão que ser atacados diretamente. Estamos analisando e, pelas primeiras informações que estão chegando, é possível que a gente tenha que rever alguma coisa”, disse após participar na sede do Ministério da Economia, no Rio, do lançamento do projeto de remição de foro digital, com a apresentação do aplicativo SPUApp.

De acordo com o ministro, o que acontece normalmente é que os Poderes são independentes e todos têm capacidade de afetar os orçamentos, com decisões que não estavam previstas. Por isso, conforme explicou, a equipe econômica calcula previsões para eventuais gastos que estão fora da sua órbita de controle. “Há sempre gastos que vêm seja em questões do Judiciário, seja do Legislativo, ou às vezes até exigências do próprio governo mesmo, que quer fazer o Bolsa Família um pouco maior. Há sempre um sinal amarelo, que passa rapidamente para o vermelho”, disse.

Agência Brasil

Virou clichê dizer em Olimpíadas que um atleta “fez história”. Mas seria uma injustiça com a dupla Luisa Stefani e Laura Pigossi não escrever que elas, sim, fizeram a delas nas Olimpíadas de Tóquio ao conquistar a primeira medalha olímpica do tênis brasileiro.

Stefani, 23, e Pigossi, 26, levaram o bronze neste sábado (31) ao baterem as russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina, vice-campeãs de Wimbledon, por 2 sets a 1, com uma virada espetacular no jogo, após perder o primeiro set, vencer o segundo e reverter o tie-break, no qual chegaram a estar perdendo por 5 a 1. Elas venceram por 11 a 9 com quatro match points defendidos.