Economia Arquivo

Imagem: Arquivo/Agência Brasil

Proposta de nova metodologia para reajuste anual de planos de saúde individuais e familiares será tema de audiência pública marcada para amanhã (13), no Rio de Janeiro. O cálculo, já apreciado pela diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), teria como base a variação das despesas assistenciais e a inflação oficial, calculada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

No novo modelo, o reajuste deixaria de se basear exclusivamente na variação de despesas assistenciais (VDA), mas continuaria sendo composto por uma fórmula única, que reúne as duas variações – VDA e IPCA – com peso de 80% e 20%, respectivamente. A VDA reflete diretamente os gastos com atendimento a beneficiários de planos de saúde, enquanto o IPCA incide nas despesas não assistenciais das operadoras – as administrativas, por exemplo.

“A intenção da agência é usar uma metodologia no reajuste que reflita mais diretamente a variação das despesas das operadoras nos planos individuais. Além disso, uma vez que os dados utilizados para o novo cálculo são públicos e auditados, o modelo se torna mais transparente e previsível para beneficiários e operadoras”, informou a ANS.

Pela nova metodologia, haveria ainda, segundo a agência, outros benefícios, como a redução do tempo entre o período de cálculo e o período de aplicação do reajuste, além da transferência de parte dos ganhos de eficiência das operadoras de planos de saúde para os beneficiários por meio de reduções no índice.

A audiência pública será das 8h30 às 17h30, no auditório da Secretaria de Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro, na Avenida Presidente Vargas, 670, centro.

Participação

A ANS disponibilizou um formulário online para receber as contribuições daqueles que não puderem comparecer à audiência. O documento ficará disponível no site da agência até o próximo domingo (18). Podem enviar sugestões representantes do setor regulado, de órgãos de defesa do consumidor e de toda a sociedade civil.

Agência Brasil

Foto: Jaelson Lucas/SMCS

Um décimo do valor das multas por descumprimento da legislação ambiental será destinado à arborização urbana e à recuperação de áreas degradadas. É o que prevê a Lei 13.731, de 2018, sancionada pelo presidente da República e publicada nesta sexta-feira (9) no Diário Oficial da União.

A nova lei tem origem no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 188/2015, aprovado no Senado no último dia 16. O texto tem validade já a partir desta sexta-feira.

Segundo a legislação, a arborização urbana e a recuperação de áreas degradadas poderão contar com 10% do valor dos recursos arrecadados da aplicação de multa por crime, infração penal ou infração administrativa, no caso de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, arrecadadas pelos órgãos ambientais integrantes do Sistema Nacional de Meio Ambiente (Sisnama).

O dinheiro deve ser aplicado no município onde ocorreu a infração ou o crime ambiental. A aplicação desse recurso vai atender a critérios a serem definidos por regulamentação posterior.

Veto

No texto enviado à sanção estava prevista também a destinação de recursos vindos de taxa cobrada antecipadamente referente a poda e corte de árvores, nos casos em que essa poda depende de autorização de órgão ambiental integrante do Sisnama. Mas o mecanismo foi vetado pelo presidente Temer, depois de consulta à Advocacia-Geral da União e aos Ministérios da Justiça, do Meio Ambiente, do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e da Fazenda.

De acordo com a justificativa para o veto, o dispositivo viola o princípio da autonomia dos entes federados, estabelecido na Constituição e, ao estabelecer a base de cálculo do valor a ser arrecadado e a destinação do recurso, fere também o princípio da legalidade tributária.

Informações da Agência Senado

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Edvaldo Marinho e Aristela Tatiany, agente de desenvolvimento da Secretaria participaram do Seminário Brasil Mais Simples, nos dias 6 e 7 de novembro, em Natal.

O evento organizado pelo SEBRAE/RN tratou das novas medidas sobre as empresas optantes pelo simples e suas estratégias junto aos municípios. Questões relacionadas à simplificação dos processos de abertura e legalização de empresas no ambiente de pequenos negócios foram abordadas.

Aristela também participou do Encontro dos Agentes de Desenvolvimento do RN, nas mesmas datas. O evento também foi organizado pelo SEBRAE e é realizado anualmente com o objetivo de discutir boas práticas de desenvolvimento de outros estados e fomentar o trabalho em rede de cooperação entre os agentes de desenvolvimento do estado.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Foto: Marcelo Casal / Agência Brasil/Agência Brasil

A Receita Federal abre nesta sexta-feira (9), a partir das 9h, consulta ao sexto lote da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física da declaração de 2018. O Fisco também abrirá consulta a lotes residuais das declarações de 2008 a 2017.

Ao todo, a Receita pagará R$ 1,9 bilhão a 1.142.680 contribuintes. Desse total, 991.153 declarações são do Imposto de Renda deste ano, cujo pagamento totalizará R$ 1,676 bilhão.

As restituições terão correção de 4,16%, relativa às declarações de 2018, a 106,28%, para as declarações de 2008. Os índices equivalem à taxa Selic – juros básicos da economia – acumulada entre a data de entrega da declaração até este mês.

A relação dos contribuintes estará disponível na página da Receita Federal na internet. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146 ou nos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones.

O pagamento será feito no próximo dia 16. Caso o valor não seja creditado nas contas informadas na declaração, o contribuinte deverá receber o dinheiro em qualquer agência do Banco do Brasil.

Também é possível ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, no nome do declarante, em qualquer banco.

Informações da Agência Brasil

A partir de sábado, boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos. Foto: Valter Campanato/AgênciaBrasil.

A partir do próximo sábado (10), boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco ou correspondente e não apenas na instituição financeira em que foram emitidos.

Isso será possível com a conclusão da implementação da Nova Plataforma de Cobrança (NPC), sistema desenvolvido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em parceria com os bancos.

Na última fase do processo, passa a ser obrigatório o cadastramento de títulos referentes a faturas de cartão de crédito e doações no novo sistema.

Segundo a Febraban, além da praticidade, a implementação da NPC torna o processo de pagamento via boleto mais seguro, sem risco de fraudes.

Outra mudança diz respeito ao comprovante de pagamento, que será mais completo, apresentando todos os detalhes do boleto, (juros, multa, desconto, etc) e as informações do beneficiário e pagador.

O projeto da Nova Plataforma de Cobrança começou há quatro anos.

Desde 2016 ele vem incorporando na sua base de dados os boletos de pagamentos já dentro das normas exigidas pelo Banco Central, ou seja, com informações do CPF (Cadastro de Pessoa Física) ou CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do emissor, data de vencimento e valor, além do nome e número do CPF ou CNPJ do pagador.

A Febraban diz que essas informações são importantes para checar a veracidade dos documentos na hora de se fazer o pagamento.

Caso os dados do boleto a ser pago não coincidam com aqueles registrados na base da Nova Plataforma, ele é recusado, pois o boleto pode ser falso.

Para fazer a migração do modelo antigo de processamento para o atual, os bancos optaram por incluir os boletos no novo sistema por etapas, de acordo com o valor a ser pago.

Esse processo começou em meados do ano passado para boletos acima de R$ 50 mil (os de menor volume) e termina no dia 10 de novembro, com a incorporação dos boletos de cartão de crédito e doações.

A previsão inicial era que o processo fosse concluído em 22 de setembro. Entretanto, em junho deste ano, após dificuldades de clientes para pagar boletos, a Febraban alterou o cronograma.

Informações da Agência Brasil

O salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e da atual chefe da Procuradoria-Geral da República (PGR), Raquel Dodge, vai passar de R$ 33 mil para R$ 39 mil, em 2019.

O senado aprovou a medida em plenário, nessa quarta-feira (7), por 41 votos contra 16.

A aprovação provoca um efeito cascata sobre os funcionários do Judiciário e abre caminho, também, para um possível aumento dos vencimentos dos parlamentares e do presidente da República.

A matéria, que já tinha sido aprovada pela Câmara dos Deputados, tramitava no Congresso desde 2016, depois de ter ficado parada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

Apesar da aprovação, o relator do projeto, Fernando Bezerra Coelho, do MDB de Pernambuco, adequou o texto, informando que o reajuste não terá efeito retroativo.

Informações da Radioagência Nacional

Reprodução: Diário do Transporte

Mecanismo vai modernizar registro de veículos para coibir atos de clonagens; sistema informatizado também permite a fiscalização das empresas emplacadoras no RN

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran) espera iniciar a aplicação do padrão Mercosul nas placas de automóveis até o fim do mês. A medida prevê a modernização do registro de veículos e, com isso, coibir atos de fraudes e clonagens.

Com o início das atividades, o novo emplacamento será obrigatório para veículos novos e transferência de propriedade, categoria, município ou estado.

A principal mudança da nova placa é que o equipamento não tem lacre de segurança ou tarjeta. A peça vem com um código de barra e também terá também um chip.

O novo sistema permite o controle do estoque de placas veiculares no Rio Grande do Norte. “Só poderão ser estampadas com autorização do Detran. Com isso, nós teremos maior controle sobre os estoques das empresas que fazem o serviço do Estado”, justifica Hugo Victor Guimarães, subcoordenador de informática do Detran.

Há mais de quatro anos em planejamento, o modelo de emplacamento do Mercosul vai começar a ser utilizado no Brasil. A peça traz bandeira do Brasil, do Estado do veículo, o brasão da cidade onde se realizou o emplacamento e um novo sistema alfanumérico. “Serão quatro letras e três números”, detalha.

O valor da nova placa ainda não está definido no Rio Grande do Norte. Segundo o Detran, o custo do equipamento será definido pelo mercado, ou seja, vai ficar nas mãos das empresas. “É o livre mercado. O valor é muito variável. A tendência é que não ocorra um reajuste”, diz Hugo Victor Guimarães. Em Natal, as placas variam entre R$ 120 e R$ 130.

Via Agora RN

Foto: Ivan Bueno/APPA

Saldo entre exportações e importações ficou em US$ 6,12 bilhões

Com o saldo positivo de US$ 6,12 bilhões, a balança comercial brasileira teve o melhor outubro desde 1989, ano que começou a série histórica, revelam dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) divulgados nesta quinta-feira (1).

No período, o Brasil exportou US$ 22,2 bilhões e importou US$ 16,1 bilhões. Com o resultado de outubro, o acumulado ano ano chega a um saldo positivo de US$ 47,7 bilhões. Já o intervalo de 12 meses registra o valor de US$ 56,2 bilhões.

Produtos

As exportações de outubro foram compostas pela venda de US$ 11,172 bilhões em produtos básicos, de US$ 7,737 bilhões em manufaturados e de US$ 3,191 bilhões em semimanufaturados.

O relatório do Mdic mostra ainda que a Ásia continua a ser o principal destino dos produtos brasileiros, com US$ 6,2 bilhões em compras, número 32% maior que o registrado em outubro do ano passado.

Portal Brasil

A energia solar fotovoltaica foi regulamentada no Rio Grande do Norte. A Instrução Normativa 001 de 01 de novembro de 2018 foi assinada pelo diretor geral do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Rondinelle Oliveira, e publicada no Diário Oficial do RN na última sexta-feira (02). Com isso, a atividade tem regulamentação própria, estabelecendo procedimentos específicos do setor que vem crescendo nos últimos anos. A Instrução Normativa fornece detalhes para instrumentalizar o processo de licenciamento e disciplinar como esse processo deve acontecer.

“A atividade fotovoltaica é viável ambiental e economicamente, porém carecia de um marco regulatório, além de se constituir em uma oportunidade para quem quer empreender em solos potiguares. Criar a Instrução Normativa específica para este setor é um avanço para nós, trazendo clareza no processo de licenciamento, incentivo às cadeias produtivas dessa área, além da necessária segurança jurídica”, afirmou o diretor geral do Idema, Rondinelle Oliveira.

A Instrução Normativa detalha o procedimento até então inexistente no Rio Grande do Norte, oferecendo diretrizes sobre o licenciamento deste setor. Dentre as especificações, podemos citar os tipos de estudos necessários, em quais situações eles serão solicitados, se o projeto do empreendimento encontra-se em área de Unidade de Conservação ou até mesmo se determinada área necessita de estudos mais complexos, dentre outros.

“Temos um potencial extraordinário em relação a outros estados que é a presença do sol quase o ano inteiro, e esse é um fator bastante favorável para nós. Agora o empreendedor que queira investir nessa atividade terá um melhor direcionamento”, afirmou a coordenadora do setor de Energias do Idema, Andréa Mércia Barreto.

Informações e foto do Portal do IDEMA/RN

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, do PSL, aproveitou o sábado (3) para cortar o cabelo e visitar a casa onde morou quando iniciou sua carreira política como vereador, no bairro de Bento Ribeiro, na zona norte do Rio de Janeiro.

Bolsonaro saiu de casa, no Condomínio Vivendas, na Barra da Tijuca, por volta das 9h30, sem informar o destino. O carro em que Bolsonaro estava saiu escoltado por veículos da Polícia Federal (PF) e também da Polícia Militar (PM).

O salão onde Bolsonaro foi é o mesmo que ele frequenta há mais de 20 anos. O presidente eleito cortou o cabelo pelo segundo dia consecutivo.

O grande aparato de segurança e a presença de Bolsonaro na Rua Divisória, onde fica o salão, atrairam a atenção de moradores, que se aglomeraram na frente do estabelecimento para saudar o presidente eleito e tirar fotos.

Nessa sexta-feira, a assessoria do presidente eleito, divulgou fotos dele, em casa, cortando o cabelo e tirando medidas do terno que vai usar na cerimônia de posse, no dia 1° de janeiro, em Brasília.

Bolsonaro voltou para sua residência por volta das 12h30 e, segundo sua assessoria, não tem mais agenda neste sábado.

Também neste sábado, pelo Twitter, Bolsonaro disse que já iniciou uma agenda intensa, com propostas para fazer diferente de tudo o que governos anteriores fizeram.

A agenda inclui planos para fomentar a economia e resgatar a confiança do brasileiro e do estrangeiro em nosso país.

Ainda pelo Twitter, Bolsonaro postou, no fim da tarde dessa sexta-feira, que as instituições de ensino foram tomadas, por muito tempo, por ideologias nocivas e inversão de valores, pessoas que odeiam nossas cores e nosso hino.

Segundo ele, hastear a bandeira do Brasil não tem relação com política, mas com o orgulho de ser brasileiro e a esperança de tempos melhores.

Informações da Radioagência Nacional

A tarde desta quarta-feira (31) foi especial para os estudantes do terceiro ano do ensino fundamental do Centro Educacional de Macaíba (CEM). Eles e elas visitaram a Prefeitura e entrevistaram o prefeito Fernando Cunha sobre as obras e serviços realizadas pela administração em todo o município, em diversas áreas como assistência social, saúde, esporte e educação, entre elas a Vila Olímpica.

A atividade foi coordenada pela professora Cecília Ramos e faz parte da feira de ciências da escola, que será realizada no próximo dia 9 de novembro, com o tema “Um olhar investigativo sobre Macaíba”. Os estudantes também estão conhecendo os pontos turísticos da cidade como o museu Solar Ferreiro Torto, a Praça do M, o Mercado Público, a Praça Paulo Holanda Paz entre outros.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Foto: Pedro França/Agência Senado

Os atos jurídicos para abrir e fechar uma empresa poderão ser feitos pela internet. É o que estabelece projeto de lei aprovado nesta quarta-feira (31) na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).

Pelo projeto (PLS 145/2018), do senador José Agripino (DEM-RN), o cidadão poderá “praticar os atos de constituição, alteração, transformação, incorporação, fusão, cisão, dissolução e extinção de registro de empresários e de pessoas jurídicas” por meio de sistema específico do governo. A matéria insere essa previsão na Lei 11.598/2017, que trata da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (RedeSim).

A ideia é simplificar o processo de abertura e fechamento de empresas, reduzindo a burocracia no país. Na visão do autor, a informatização de todo o processo de abertura, alteração e fechamento de empresas, bem como a integração entre os diversos entes federativos, resultará em sensível redução no tempo e no custo para se empreender no Brasil. O projeto ainda estabelece o prazo máximo de 12 meses para a implementação das medidas, depois que a lei entrar em vigor.

Informações e foto da Agência Senado

A Prefeitura de Macaíba continua seguindo à risca o calendário de pagamentos de seu funcionalismo, elaborado e divulgado no início do ano pelo setor administrativo. Uma realidade diferente da grande maioria das prefeituras do Rio Grande do Norte, que ainda enfrentam dificuldades para realizar os pagamentos de seus servidores.

Na segunda-feira (29), os primeiros servidores da Prefeitura a receberem seus vencimentos foram os aposentados/pensionistas do MacaíbaPREV (instituto previdenciário local). Na terça-feira (30), foi a vez das demais secretarias, com exceção da Saúde e da Educação, que recebem nesta quarta-feira (31).

A Prefeitura de Macaíba foi uma das primeiras do Rio Grande do Norte a divulgar o calendário de pagamentos para todos os meses deste ano de 2018, tanto dos servidores quanto dos fornecedores. O calendário está disponível na íntegra neste link: http://www.macaiba.rn.gov.br/p/calendario-de-pagamentos

A organização do calendário anual de pagamentos e o seu devido cumprimento é uma das prioridades da gestão do prefeito Fernando Cunha, possibilitando que todos os servidores e fornecedores municipais possam organizar seus orçamentos e quitar seus compromissos de uma forma mais segura e eficaz.

Assecom-PMM

Créditos: José Aldenir/Agora RN

Intenção foi revelada nesta quarta-feira pelo recém-empossado presidente da centenária Associação Comercial do RN, Schiavo Alváres

Um programa de incentivo às micro e pequenas empresas dentro dos moldes do atual Proadi (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte) estaria nos planos da futura governadora Fátima Bezerra a partir de 1º de janeiro.

A intenção foi revelada nesta quarta-feira,31, em entrevista à rádio 96 FM, pelo recém-empossado presidente da centenária Associação Comercial do RN, Schiavo Alvarés, depois de encontro mantido com a candidata durante a campanha.

Eleito para ocupar a cadeira deixada pelo empresário Itamar Maciel, Schiavo lembrou ainda que outro plano da futura governadora seria desenvolver mais o turismo no interior do estado – já tentado por outra administrações.

Ele reiterou a informação de que dívida acumulada pelos governos Rosalba e Robinson junto a fornecedores já soma os R$ 100 milhões e a inadimplência em relação a eles é o responsável pelo fechamento de muitas delas.

Ainda segundo Schiavo, várias empresas do RN tiveram de se organizar para não contar mais com o Governo do Estado como seu principal cliente, passando a investir em outros nichos de negócio.

“Quando falo em governo, entenda-se ai também a prefeitura de Natal, que deixou de honrar muitos compromissos com muitos fornecedores”, acrescentou.

Perguntado sobre a expectativa de que isto não se repita no governo de Fátima Bezerra, Schiavo respondeu que a esperança se baseia nas próprias declarações dela de que pretende “fazer diferente do que as gestões anteriores”.

Mas as expetativas do comércio de uma melhora não são exclusividade da nova gestão do PT. O presidente da ACRN disse que há uma expectativa positiva por parte dos empresários em relação às medidas econômicas do governo Bolsonaro.

Já sobre uma possível fusão do Ministério da Indústria e Comércio ao Ministério da Fazenda, anunciado pela equipe do futuro presidente, Schiavo afirmou que é preciso mais cuidado, já que o segmento da indústria perderia toda a atenção que o setor merece por sua situação estratégica.

Informações do Agora RN

Foto: José Aldenir

Daniel Vilela apresentou parecer pela aprovação da proposta. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Projeto segue para análise do Senado, a não ser que haja recurso para votação pelo Plenário

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (31) proposta que determina a aplicação de no mínimo 25% dos recursos do Programa Minha Casa Minha Vida em projetos de habitações de interesse social situados em municípios com menos de 50 mil habitantes.

O projeto (PL 1722/15) foi apresentado pelo deputado Hildo Rocha (MDB-MA) e recebeu parecer favorável do relator, deputado Daniel Vilela (MDB-GO), que fez apenas alguns ajustes técnicos ao texto. A proposta altera a lei que criou o Minha Casa Minha Vida (11.977/09).

O texto aprovado, conforme substitutivo da Comissão de Desenvolvimento Urbano, modificou a proposta original e reduziu de 40% para 25% a aplicação mínima de recursos do programa habitacional em moradias de interesse social nas cidades com menos de 50 mil habitantes.

Tramitação

O projeto tramitou em caráter conclusivo e segue para análise do Senado, a não ser que haja recurso para votação pelo Plenário.

Agência Câmara Notícias

Créditos: Marcelo Camargo

As contas de energia devem ficar mais baratas a partir de novembro. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a bandeira tarifária vai passar de vermelha para amarela. A informação foi divulgada pela agência na sexta-feira (26).

Com a mudança, a tarifa que era de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos vai passar para R$ 1 a cada 100 kWh. Essa tarifa mais alta, cobrada nos últimos cinco meses, pôde ser alterada agora em função do período de chuvas. Com o nível mais elevado dos reservatórios das usinas hidrelétricas é possível produzir mais, e consequentemente, reduzir os preços.

Informações do Portal Brasil

Foto: Agência Brasil

Divulgação/Cesan

A população que mora às margens da BR 304, no trecho da reta Tabajara, está com o abastecimento de água suspenso devido às obras de duplicação da estrada. Durante um período de 21 dias está sendo implantado um dispositivo de drenagem, no mesmo local que passa a adutora. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) reimplantará o equipamento neste período, se adequando à obra de duplicação.

Os consumidores, durante esta interrupção, serão abastecidos por carro pipa, para isso é preciso que seja realizada a solicitação do serviço através do telefone 115 ou na Central do Cidadão de Macaíba/RN. A Adutora da Reta Tabajara atende a 700 famílias. O faturamento está suspenso, só será reiniciado quando os serviços da obra não oferecem descontinuidade na operação.

Informações do Blog do BG

Considerado o maior programa de microcrédito da América do Sul, o Crediamigo, oferecido pelo Banco do Nordeste, ampliou de  R$ 8 mil para 15 mil o limite de empréstimos para compra de equipamentos e outros investimentos, e de dois mil para quinze mil o de capital de giro, usado especialmente para compra de mercadorias e insumos.

O Crediamigo é voltado para empreendedores que atuam por conta própria, tanto individualmente como em grupos solidários, nos setores formal ou informal, e abrange as áreas do comércio, serviços e da indústria.

Segundo o presidente do banco, Romildo Rolim, a ampliação dos limites é uma resposta ao crescimento dos negócios que são apoiados pelo programa.

O prazo para pagamento do crédito é de, no máximo, 24 meses e não é exigida comprovação de renda. Além do crédito, o programa também oferece orientação para a aplicação dos recursos.

Neste ano, os valores emprestados pelo Banco do Nordeste somente no Crediamigo chegam a  mais de R$ 6 bilhões. Ao todo, o microcrédito atende atualmente 2 milhões de pessoas na área de atuação do banco, formada pelos 9 estados do Nordeste e pelos nortes de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Informações da Radioagência Nacional

Mais de 500 pessoas participam do projeto da Prefeitura.

A Prefeitura de Macaíba continua investindo na qualificação profissional da população macaibense, criando novas oportunidades de geração de renda e de emprego. O projeto Capacita Macaíba é uma destas ações que está modificando a vida das trabalhadoras e trabalhadores do município.

Os resultados dos estudos e dos trabalhos de cada participante do projeto começam a aparecer, como na Semana Literária de Macaíba (SLIM 2018), realizada na última sexta-feira (19), na Praça Paulo Holanda Paz. As turmas do curso de Panificação apresentaram seus trabalhos. Pães, doces, salgados estiveram à venda para milhares de pessoas presentes no evento.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), o projeto atende 575 pessoas em 12 cursos gratuitos de qualificação profissional. Panificação, Mecânica de motos, Técnicas agrícolas, Operador de Caixa, Eletricista Predial, Pedreiro são alguns dos cursos oferecidos pela Prefeitura. As aulas são realizadas nas zonas urbana e rural de Macaíba e os estudantes participam de aulas teóricas e práticas.

Assecom-PMM

O secretário de municipal de Desenvolvimento Econômico, Edvaldo Marinho, representou o município no Fórum de Secretários de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte. O evento aconteceu na última quinta-feira (18), no auditório do Sebrae Mossoró. O Fórum reuniu agentes dos mais importantes territórios econômicos do RN. O adjunto Rodrigo Nasser também participou do encontro.

Temas como a Construção de Cenários Futuros, Estratégias de Liderança e Liderança Visionária foram apresentados pelo consultor do Sebrae e palestrante, Venâncio de Queiroz. Ele explicou a formação de uma rede de estímulo ao crescimento regional. “A principal estratégia do Fórum é construir ações dentro de uma lógica de rede onde as boas práticas são aplicadas e servem de inspiração para demais localidades”, concluiu Queiroz.

A iniciativa teve como objetivo capacitar e estruturar uma rede de secretários que atuem fomentando políticas públicas para seus respectivos municípios. Edvaldo falou sobre a importância do Fórum. “O encontro foi muito oportuno, pois proporcionou uma grande aprendizagem e a troca de experiências plausíveis que podemos levar para aplicar em nossa região”.

Macaíba, no quesito desenvolvimento econômico, é uma das que mais se destaca no estado potiguar. Localizada na Região Metropolitana de Natal (RMN), com área de 510 km2 e uma população estimada em 81 mil habitantes, o município é hoje uma das regiões que mais atrai indústrias no RN, graças a sua infraestrutura contemplada com grandes acessos como a BR 304, a BR 226, a RN 160 e o acesso sul ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Atualmente conta com o funcionamento de mais de 40 empresas instaladas em sua área, importantes redes de lojas de supermercado, de varejo, farmácia, redes bancárias, dentre outras.

Assecom-PMM