janeiro, 2024 - Informativo Atitude

Arquivos

 

A secretária de Assistência Social, Raquel Barbosa, foi anunciada como pré-candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo prefeito de Macaíba Emídio Júnior. A definição ocorreu de maneira consensual e foi oficializada na noite desta quarta-feira (31) durante encontro com a bancada de vereadores, secretários municipais e deputado estadual Kléber Rodrigues.

O prefeito Emídio Júnior, que liderou o processo de decisão, destacou que a escolha foi tomada após ouvir todo o grupo político. “Quem tem palavra tem vida útil na política. Conversamos com todos e, de forma consensual, hoje a gente anuncia o nome da secretária Raquel Barbosa como pré-candidata a vice-prefeita, para a gente seguir rumo a uma Macaíba cada vez melhor, desenvolvida para o nosso povo. A gente vê no semblante de cada um o comprisso mútuo, porque o que a gente já fez muito e vai, se Deus quiser, fazer ainda mais. Nós somos uma família e vamos seguir unidos”, afirmou Emídio Júnior.

Raquel Rodrigues enfatizou sua relação com Macaíba e sua experiência à frente da Secretaria de Assistência Social. “Quando Deus une pessoas, une propósitos. Emídio é um grande gestor, humano, que se preocupa com o povo. Estou muito feliz, pelo consenso em torno do meu nome como pré-candidata a vice-prefeita. Os compromissos de Emídio Júnior são os meus também. Estamos no caminho do desenvolvimento e Macaíba vai evoluir mais ainda. Tenho orgulho das minhas raízes macaibenses e orgulho de servir às pessoas”, afirmou a pré-candidata.

Estiveram presentes os vereadores pre Érika Emídio, Zeca da Pesca, Jailson Brito, Cacau, Aluízio Sílvio, Aroldo da Saúde, Igor Targino, Dadaia Ribeiro, Aroldo da Saúde, Rita Oliveira, Ana Catarina, Socorro Nogueira, Jefferson Stanley e Tafarel Freitas. Não estiveram presentes por estarem em atendimento médico os vereadores Denilson Gadelha e Ismarleide Duarte.

Raquel Barbosa é empresária, advogada na área de família, bacharelanda em Teologia e atualmente presidente do Conselho da Mulher de Macaíba. Sua adolescência e início da vida profissional foi no Vilar, em Macaíba, trabalhando no fórum da cidade. Também é idealizadora do projeto Dandara juntamente com o deputado Kléber Rodrigues, que percorre o RN, levando saúde , assistência jurídica e serviços.

O delegado da Polícia Civil, Thyago Batista, falou nesta quarta-feira (31), pela primeira vez, do assassinato da advogada Brenda Oliveira e do cliente dela, Janielson Nunes de Lima, ocorrida no início da tarde de terça-feira (30), a 500 metros da delegacia de Santo Antonio. O crime tem características de execução.

No vídeo acima, o delegado falou de tudo que aconteceu na investigação até o momento do duplo-homicídio do dois. Inclusive, a informação de que não havia nada de concreto contra Janielson, por isso, ele foi liberado após prestar depoimento na terça.

De acordo com o delegado, a imagem de Janielson circulava pelo Whatsapp como autor do homicídio contra o vaqueiro Vitor Costa, ocorrido dois dias antes. Ele, inclusive, foi a delegacia na segunda-feira (29), prestar esclarecimentos, mas a Polícia Civil achou melhor marcar o depoimento para uma data posterior, para que tivessem mais informações para realizar o interrogatório.

No dia seguinte, no entanto, a Polícia Militar encontrou Janielson na feire livre de Ares, onde trabalhava, e o conduziu novamente para a Delegacia. A advogada Brenda Oliveira teria chegado depois, para acompanhar o depoimento. Depois do procedimento, o homem foi liberado e morto pouco depois de deixar o local, ao lado da defensora.

De acordo com o delegado, pelo menos quatro pessoas participaram dos assassinatos. E ainda está sendo analisada a possibilidade de um segundo veículo dar apoio ao bando. Três outras pessoas estavam no carro com Brenda Oliveira e Janielson, mas elas tiveram apenas ferimentos leves.

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Líderes do Senado se reuniram na manhã desta quarta-feira (31) com o presidente do Senado e do Congresso Nacional, Rodrigo Pacheco (PSD-MG).

O propósito do encontro foi cobrar de Pacheco posição em defesa do Legislativo, após operações policiais contra parlamentares da oposição, nos últimos dias, que incluíram buscas em gabinetes nas dependências do Congresso.

O pedido por uma articulação conjunta com a Câmara para avançar com a votação do fim do foro privilegiado foi o principal encaminhamento. Um documento foi entregue para formalizar o pleito e Pacheco ficou de responder à liderança da oposição no Senado sobre a reivindicação.

Participaram do encontro: Rogerio Marinho (PL-RN), Carlos Portinho (PL-RJ), Flávio Bolsonaro (PL-RJ), Tereza Cristina (PP-MS), Marcio Bittar (União-AC), Mecias de Jesus (Rep-RR), Izalci Lucas (PSDB-DF), Hamilton Mourão (Rep-RS), Marcos do Val (Pode-ES) e Eduardo Girão (Novo-CE).

Após mais de uma hora de reunião, o deputado Alexandre Ramagem (PL-RJ), um dos alvos de operação da Polícia Federal nos últimos dias, se juntou ao encontro, cujo propósito é buscar uma “solução efetiva, firme”, disse Eduardo Girão, antes do encontro. Ramagem, no entanto, não participo da coletiva dada pelo grupo de Senadores após o encontro.

Os parlamentares querem articular agenda para o novo ano legislativo, que começa no dia 2, que incluirá mudanças no ordenamento jurídico para proteger o Legislativo.  A principal delas é o fim do foro privilegiado.

O fim do foro privilegiado está na Câmara. Por isso nós pedimos uma integração entre Câmara e Senado. O pedido que fizemos a Pacheco foi que ele se sentasse com o presidente da Câmara para tocar a agenda que nós apresentamos”, afirmou o líder da oposição Rogério Marinho (PL-RN).

O senador Eduardo Girao (Novo-CE) foi claro sobre o pleito da audiência: “Solicitamos o fim do foro privilegiado, uma blindagem, um guarda chuva sobre os poderosos no Brasil e hoje, com um poder que esmaga os demais, está sendo usado para monopolizar o poder de investigação e perseguir quem pensa diferente nesse país”.

Tramitam no Senado e na Câmara dos Deputados propostas que submeteriam à análise prévia das Mesas Diretoras das Casas Legislativas as ações policiais contra parlamentares federais, além de projetos que limitam o escopo de decisões monocráticas no Supremo Tribunal Federal (STF), criam mandatos para ministros etc.

Diário do Poder

 

 

Presa preventivamente pela Polícia Civil de Goiás (PCGO), a dentista Hellen Matias (foto em destaque) é investigada por deformar pacientes após procedimentos estéticos. Em mensagens, as pessoas atendidas pela profissional mostraram os resultados desastrosos dos procedimentos feitos na clínica da investigada, em Goiânia (GO).

Nas redes sociais, Hellen soma mais de 600 mil seguidores. Ela se apresenta como “referência em cirurgias faciais”.

Ainda nas redes, Hellen divulgava vagas para cursos ministrados por ela. Os temas variavam desde “lipo na papada” a “cirurgias cosméticas faciais”.

Deformados

Mensagens obtidas por policiais civis da cidade revelam a angústia das vítimas. Em um dos textos, uma cliente disse que estava “desesperada” e com “os olhos irritados”. Outro paciente denunciou ter ficado com o nariz “aleijado” e “um buraco com queloide”. Nas conversas, os dentistas da clínica da investigada chegaram a chamar os pacientes para fazer um “reparo”.

Prisão

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon), cumpriu mandado de prisão preventiva contra a dentista, investigada por fazer procedimentos estéticos que resultaram em deformações nos rostos de pacientes.

As equipes também cumpriram quatro mandados de busca e apreensão em endereços ligados à investigada, nos municípios de Goiânia e Santa Bárbara de Goiás (GO).

A clínica coordenada pela profissional, no Setor Oeste de Goiânia, tornou-se alvo de inquérito que apura os crimes de exercício ilegal da profissão e execução de serviço de alta periculosidade.

A investigação revela que a dentista e outros três profissionais ficavam responsáveis pelos procedimentos, expressamente vedados pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO).

As cirurgias plásticas eram oferecidas nas mídias sociais dos odontólogos por valores abaixo dos praticados no mercado e alcançavam grande número de pessoas.

A apuração policial constatou, ainda, que a dentista vendia abertamente as cirurgias pelo Instagram, que tem mais de 650 mil seguidores. Além disso, a investigada ministrava cursos para que outros profissionais da saúde executassem essas cirurgias sob “supervisão” dela.

Na primeira fase da operação, os policiais encontraram diversos instrumentos cirúrgicos, anestésicos e medicamentos com prazo de validade expirado na clínica da investigada.

Os materiais foram apreendidos e descartados pela Vigilância Sanitária, que também autuou a dentista por infrações administrativas – entre elas, a inadequação do alvará sanitário do estabelecimento, que não autorizava a realização de procedimentos invasivos no local.

Após a apreensão do celular usado pela equipe da clínica para entrar em contato com os pacientes, os policiais civis descobriram inúmeros casos de consumidores que ficaram com rostos deformados após passarem por cirurgias com a profissional ou com algum dos “alunos” dela.

A polícia conseguiu declarações de mais de 10 vítimas da dentista, bem como depoimentos de ex-funcionários da clínica. Todos confirmaram a realização das cirurgias proibidas em local inadequado – fora do ambiente hospitalar –, o que gera grave risco à integridade física dos pacientes.

As pessoas ouvidas também relataram que a dentista não aceitava qualquer crítica ao trabalho dela e que tratava os clientes com descaso.

 

O STF (Supremo Tribunal Federal) retoma os trabalhos nesta quinta-feira (1º), dia em que ocorrerá a abertura do ano judiciário. No mesmo dia, Ricardo Lewandowski toma posse como ministro da Justiça e Segurança Pública no lugar de Flávio Dino, que, três semanas depois, no dia 22, vai assumir o cargo de ministro do STF. A vaga ficou ociosa após a aposentadoria de Rosa Weber, em setembro do ano passado.

Dino herdará 344 ações para relatar, segundo levantamento do próprio tribunal. Entre as ações que ficarão sob relatoria de Dino, está a da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia.

A ação pede que o ex-presidente Jair Bolsonaro e outros agentes públicos sejam investigados por supostamente incitarem a população a adotar comportamentos ilegais durante a pandemia da Covid-19.

O futuro ministro do STF também ficará responsável pelo recurso no qual o STF vai analisar se é constitucional o indulto natalino concedido pelo presidente da República a pessoas condenadas por crimes com pena privativa de liberdade máxima não superior a cinco anos.

Dino também poderá analisar uma ação em que o PL pede que a punição para abortos provocados por terceiros seja equiparada à do crime de homicídio qualificado.

Entretanto, o ministro não votará na ação que discute a descriminalização do aborto, porque Rosa Weber votou antes de se aposentar.

R7

 

Foto: Redes Sociais

O corpo da advogada Brenda dos Santos Oliveira, morta a tiros após sair da delegacia acompanhada de um cliente no município de Santo Antônio, no Agreste Potiguar, será sepultado na tarde desta quarta-feira (31). A jovem tinha 26 anos e foi assassinada dentro do seu próprio carro na tarde dessa terça-feira (30).

O velório de Brenda Oliveira está marcado para o meio-dia, na igreja Assembleia de Deus da Grande Seara, no município de Santo Antônio. A informação foi confirmada pela Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte (OAB/RN).

Já o sepultamento da advogada está marcado para as 16h, no Cemitério Novo de Santo Antônio.

Tribuna do Norte

Nesta terça-feira (30/1), Gyula Morais Csheses, de 39 anos, veio a óbito após ser atingido por uma explosão enquanto realizava o conserto de um ar-condicionado no bairro do Tabuleiro do Martins, parte alta de Maceió (AL). O Corpo de Bombeiros relata que o cilindro de gás explodiu, atingindo o trabalhador. O incidente ocorreu nessa segunda-feira (29/1).

Conforme informações do Instituto Médico Legal (IML), o corpo do trabalhador deu entrada no órgão por volta das 13h49 desta terça-feira e passará por necropsia para, posteriormente, ser liberado para sepultamento.

Durante a manutenção do ar-condicionado, Morais ficou ferido, tendo o rosto deformado devido à explosão do cilindro de gás. Apesar de ter sido socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), não resistiu aos ferimentos.

Com informações Gazeta Web e Terra Brasil 

 

BOMBA

Raquel Barbosa será a vice-prefeita na reeleição de Bob Filho (Emídio Júnior). A confirmação saiu ontem é já contaria até com as bençãos do Iluminado Denílson Gadelha. Tudo isso aconteceu em menos de 48 horas.

REUNIÃO

Teria acontecido uma reunião entre Bob Filho (Emídio Júnior) e Kléber Rodrigues, onde o nome de Raquel teria sido batido para vice. Uma segunda reunião no dia seguinte foi feita com o “Iluminado”, onde o mesmo não teria manifestado nenhuma reação contrária, já que essa é a escolha do Prefeito.

REVIRAVOLTAS

 A entrada de Raquel como vice traz uma série de reviravoltas, começando com o vereador Taffarel. Como todos sabem, Taffarel vive uma disputa interna com o pai, pois Silvan cismou que quer voltar para a Câmara, como a vaga de vice ainda estava aberta, existia a possibilidade de Taffarel ser o vice na chapa de Bob Filho (Emídio Júnior), mas agora com a confirmação de Raquel como vice, acende a disputa para quem vai ser o candidato, se vai ser o filho que tem um eleitorado maior e mais cativo, ou o pai, que tem o discurso arcaico e não conta com a mesma base de apoio do filho.

REVIRAVOLTAS II

Outra pessoa que pode e deve ter ficado abaladíssima teria sido Dadaia, pois a mesma não teria jogado limpo com Kléber nas eleições de 2022. Como todos sabem, e as urnas comprovaram, Dadaia voltou em Larissa Rosado, que é a sogra de seu filho. Segundo fontes, Dadaia teme que façam com ela este ano, o mesmo que ela fez em 2022.

INTERNADA

A vereadora Ismarleide, está internada desde do dia 26 de janeiro, a vereadora está com Diverticulite (uma inflamação no intestino). A vereadora está bem, mas a sua infecção é altíssima e requer cuidados médicos, até agora não há previsão de alta.

CRESCIMENTO

Edi do Posto foi visto em várias localidades de Macaíba: Canabrava, Traíras, Lagoa do Sítio, Cajazeiras e As Marias. Edi já  é visto pelos próprios vereadores como eleito nas eleições de 2024.

FIRME E FORTE 

Dr. João permanece firme com sua pré-candidatura a prefeito de Macaíba. A oposição estaria articulando uma reunião para depois do carnaval, o tema seria união. Dr. João deixou claro que permanece na disputa e que espera que a oposição enxergue que existe hoje mais de um nome que pode reunir a oposição.

Imagem: Edeilson Morais

Na tarde desta segunda-feira (29/01), o prefeito Emídio Júnior assinou uma ordem de serviço para autorizar o início de mais uma obra histórica para o município de Macaíba. Trata-se da construção da sede do 11º Batalhão da Polícia Militar, viabilizada graças a uma emenda parlamentar destinada pelo senador da República, Styvenson Valentim. O investimento total será de R$ 1.262.454,20, dos quais 1.100.000,00 são provenientes de recursos de emenda parlamentar e 162.454,20 são frutos de recursos do Tesouro Municipal. Salienta-se que o terreno com uma área de 2.589,980 m² onde será construído o futuro batalhão foi doado pela Prefeitura de Macaíba. O prédio irá ocupar uma área de 709,10 m², terá cinco alojamentos, um refeitório e uma sala de instruções. Haverá 22 vagas para estacionamento.

Investir na Segurança Pública tem sido uma das principais bandeiras da atual gestão municipal, que está finalizando a construção da sede do Centro de Operações Integradas da Segurança Pública (COISP), com recursos próprios. Além disso, será lançado em breve o edital relativo ao concurso público para preenchimento de vagas da futura Guarda Municipal, criada e regulamentada durante esta gestão.

“O bairro Alfredo Mesquita recebe mais uma obra da nossa gestão. Estamos aqui em ambiente que foi inaugurado e entregue na nossa gestão. Vocês observavam como era aqui no passado, e hoje a gente vê um espaço adequado, organizado, funcionando de domingo a domingo à disposição da população (se referindo à Praça da Juventude), mas o que nos traz aqui hoje é justamente a assinatura da ordem de serviço do batalhão. Felipe esteve nos visitando, falando a respeito da situação vivida pelos colegas policiais militares e, de pronto, a gente foi lá e organizou, mas não era nosso objetivo fazer somente aquele melhoramento. Então, quando cheguei ao gabinete de Styvenson, falei que iríamos apresentar um projeto para construção do batalhão, quando retornei para Brasília com o projeto para apresentar, ele ficou muito agradado e me garantiu o dinheiro. Essa ordem de serviço é muito importante para todos nós, não somente para os policiais que irão ganhar uma casa nova.”, relatou o prefeito Emídio Júnior.

“Essa obra tem um prazo de oito meses, mas tem que ser feita antes. Minha participação aqui é liberar o recurso. Esta é minha função: ajudar e cooperar com o Estado do Rio Grande do Norte. Segurança Pública não é só responsabilidade de senador da República, mas é responsabilidade de todos. Me sinto responsável em fazer pelo interior, a gente sabe da dificuldade de ter uma casa própria, quando falo casa própria é unidade militar, um batalhão. O que vocês viram aqui não foi só assinar um papel, porque o dinheiro já tá na conta.”, expressou o senador Styvenson.

“Quando assumi o Batalhão, em 2022, 15 dias depois a parte de cima do prédio pegou fogo. Fui ao prefeito que prontamente enviou uma equipe da Prefeitura pra fazer a recuperação, sempre nos dando todo o apoio. O policial para trabalhar melhor, pra prestar segurança, ele tem que ter as condições de estar num lugar digno, ter um local pra descansar, pra poder fazer uma refeição. Graças a Deus, com o empenho do prefeito e o apoio do senador Styvenson, um sonho está sendo realizado. Vai dar um salto de qualidade aqui no município de Macaíba, no policiamento. O policial vai estar bem, vai estar num local digno, num prédio novo”, relatou o tenente-coronel Felipe, comandante do 11° Batalhão da PM.

Também estiveram presentes na ocasião, os deputados estaduais Kléber Rodrigues e Dr. Kerginaldo; os (as) vereadores (as): Denilson Gadelha (presidente da Câmara), Jailson Brito, Érika Emídio, Dadaia Ribeiro, Socorro Nogueira, Rita Oliveira, João de Damião, Aluízio Sílvio, Zeca da Pesca, Tafarel Freitas, Aroldo da Saúde, Jefferson Stanley e Ana Catarina; o secretário estadual de Segurança Pública, coronel Francisco Araújo; o secretário adjunto de Segurança Osmir Monte e o comandante da PMRN, coronel Alarico Júnior.

Suspeito de Matar o vaqueiro Victor Costa e advogada são executados a tiros quando saiam de delegacia.
De acordo com informações, cerca de quatro motos pediram para que a advogada parasse o carro, só que a mesma acelerou, neste momento os homens dispararam diversos tiros no carro. Tanto o suspeito como a advogada morreram na hora.

Veja o que aconteceu 

O mundo da vaquejada está de luto. Foi assassinado na noite deste sábado (27), na vaquejada de Santo Antônio, o jovem e popular Vitor Costa, um dos competidores do evento.

Segundo as informações apuradas pelo Portal 96, o jovem tinha acabado de disputar a prova, quando recebeu uma ligação e se afastou do “movimento” para atender o telefone. Foi aí que foi abordado e morto com um tiro pelas costas.

A Polícia Civil vai investigar o crime. Ainda não há informação de que o rapaz tinha envolvimento com o crime ou tivesse sido ameaçado recentemente.