Arquivos

Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (29) que a bandeira tarifária para o mês de dezembro de 2019 será na cor amarela, com um acréscimo de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em novembro, a bandeira foi vermelha no patamar I, quando há um acréscimo de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.De acordo com a agência, a decisão de reduzir a bandeira se deve a previsão do incremento do volume de preciptações, após o início do período chuvoso, com maior volume de águas nas principais bacias hidrográficas do país.

“As previsões meteorológicas sinalizam melhora nas condições de chuva sobre as principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), caracterizando o início do período úmido na região dessas bacias”, disse a Aneel.
Segundo a agência reguladora, a previsão hidrológica para o mês de dezembro é de elevação gradativa nas vazões afluentes aos principais reservatórios, embora o índice esteja abaixo dos patamares de referência nas médias históricas.

“Essa condição intermediária repercutirá na capacidade de produção das hidrelétricas, ainda demandando acionamento de parte do parque termelétrico, com impactos diretos na formação do preço da energia (PLD) e nos custos relacionados ao risco hidrológico (GSF)”, disse a Aneel. O PLD e o GSF são as duas variáveis que determinam a cor da bandeira a ser acionada.
Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias tem três cores: verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) que indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Novos valores

No dia 21 de maio, a agência aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. Com os novos valores, caso haja o acionamento, o acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Apesar de o valor estimado ser de R$ 1,50, a Aneel não explicou o porquê da cobrança de R$ 1,343 em dezembro de 2019.

Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

Agência Brasil

Segundo o compositor da abertura de ‘Os Simpsons’, Danny Elfman, a série está se aproximando do seu fim. Criada em 1989, a o sucesso de Matt Groening e Greg Daniels pode chegar sair do ar depois de 30 temporadas. A informação é da Rolling Stone.

A série tem contrato confirmado até 2021. Entretanto, ‘Os Simpsons’ registraram em 2019 a menor audiência da história. Com a FOX, dona dos direitos sendo adquirida pela Disney, os rumos sobre o encerramento foram apontados como duvidosos, mas algumas pessoas dentro da equipe negam que ela possa ser cancelada após 2021.

Uma destas pessoas foi o roteirista Al Dane, que, em entrevista ao jornal Metro dos EUA, confirmou a produção de uma nova temporada.

“Com todo respeito ao Sr. Danny Elfman, mas nós estamos produzindo a temporada 32 (que se passará em 2021) e não temos nenhum plano de parar tão cedo”, afirmou o escritor da animação.

Em outras partes da entrevista, Danny Elfman se disse muito grato pela série. “Tudo que posso dizer é que estou pasmo e impressionado que a série tenha durado tanto quanto durou. Você tem que entender: quando eu fiz a trilha sonora para ‘Os Simpsons’, eu escrevi essas músicas insanas e não esperava que alguém fosse ouvir, porque eu realmente não achava que o show tinha chance de dar certo”, afirmou.

Fãs de ‘Os Simpsons’ já ficaram revoltados com a Disney, pois a distribuição da animação no serviço de streaming da empresa, o Disney +, foi feita em um formato que prejudica várias piadas. O streaming exibe a tela em 16:9 e não em widescreen, e esse formato acaba cortando importantes detalhes da animação que poderiam passar desapercebidas para o espectador mediano, mas não para os fãs reais da série.

Segundo o produtor Matt Sealman, ‘Os Simpsons’ podem acabar, mas novos spin-offs seriam produzidos. Ele afirmou que existe um plano de que se criem séries sobre a vida dos moradores de Springfield que não se concentram na vida da família de Homer, Marge, Lisa, Bart e Maggie.

Hypeness

Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom

Amanhã, eleitores de oito municípios voltam às urnas para eleger prefeitos e vices.

O processo foi convocado pela Justiça Eleitoral devido a cassação dos diplomas ou dos mandatos, ou ainda do indeferimento dos registros de candidatura dos eleitos em outubro de 2016.

As novas eleições acontecem nas cidades de Lajeado, no Tocantins; Japorã, no Mato Grosso do Sul; Ibitiúra de Minas, em Minas Gerais; Bofete, em São Paulo; Aracoiaba, no Ceará; São Francisco, em Sergipe; Ceará-Mirim e Alto do Rodrigues, no Rio Grande do Norte.

O mandato dos eleitos vai até 31 de dezembro de 2020.

O eleitor deverá comparecer ao local de votação com um documento oficial e original de identificação com foto – como o RG – e o título de eleitor, se tiver.

A apresentação do título não é obrigatória, mas é importante para a localização da seção eleitoral. Quem possuir o e-Título com fotografia não precisa apresentar outro documento com foto.

A votação vai das 8h às 17h, conforme o horário de cada localidade.

Informações da Radioagência Nacional

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 11,6% entre os meses de agosto e outubro deste ano, atingindo 12,4 milhões de pessoas. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgada nesta sexta-feira (29), pelo IBGE.

O levantamento mostrou também que o número de empregados sem carteira de trabalho assinada no setor privado chegou a 11,9 milhões de pessoas. Este é o novo recorde na série histórica. Outro recorde foi na quantidade de trabalhadores por conta própria, que chegou a 24,4 milhões de pessoas.

Segundo a analista da pesquisa Adriana Beringuy, a redução de desempregados está diretamente relacionada ao aumento dos trabalhadores por conta própria e dos empregados sem carteira assinada.

“Essa redução da desocupação está ocorrendo porque está havendo expansão no número de trabalhadores, de mais pessoas ocupadas, que tem encontrado ocupação, principalmente em atividades que elas se inserem enquanto trabalhador por conta própria; empregado no setor privado, porém sem carteira de trabalho assinada, que, de certo modo, mostra um crescimento desses vínculos que nós chamamos mais informais”, conta.

O rendimento médio real habitualmente recebido em todos os trabalhos pelas pessoas ocupadas foi de R$ 2.317,00 no trimestre de agosto a outubro, registrando uma estabilidade frente ao trimestre de maio a julho e também em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Agência do Rádio Mais

Parte do plano de reestruturação do sistema prisional protagonizado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte é a criação de um ambiente favorável, para que empresas contratem mão de obra carcerária. O governador em exercício, Antenor Roberto e o secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio estiveram na tarde desta sexta-feira, 29, na sede Federação das Indústrias Estado do RN (Fiern), dialogando com empresários sobre o projeto.

O governador em exercício, Antenor Roberto, destacou que o Rio Grande do Norte vem avançando gradualmente no sistema de Segurança Pública e a reformulação do sistema prisional é parte fundamental deste processo. “Uma das primeiras medidas que tomamos foi avançar na profissionalização das pessoas privadas de liberdade, bem como para os agentes penitenciários, dando visibilidade e corresponsabilidade pelo sistema. Convocamos agentes concursados e adotamos medidas de valorização da categoria. O controle do sistema passa diretamente pelo desempenho desta função”, disse.

O secretário Pedro Florêncio explicou que para manter o sistema sob controle e seguro, é preciso ir além e ter um olhar diferente para as pessoas privadas de liberdade, promovendo ações de ressocialização dos internos através de educação, capacitação e trabalho. “Temos uma certeza, aquela pessoa que está cumprindo pena, em algum momento, vai retornar para a sociedade e cabe a nós a decisão de como vamos devolvê-lo”, enfatizou Florêncio.

As empresas podem aderir em dois formatos, contratando mão de obra carcerária em sua empresa ou instalando-se dentro do sistema penitenciário. O major Avelino, chefe de gabinete de Segurança Institucional da Seap, conduziu a apresentação mostrando cases de projetos semelhantes que estão em pleno funcionamento em outros estados brasileiros, bem como os benefícios para os empresários aderirem ao programa.

Os benefícios para as empresas são muitos, o primeiro deles é social, romper com o ciclo do crime, visto que o apenado não retorna para a criminalidade. A segurança patrimonial é outro ganho, que é garantida pelo Estado para àquelas empresas que se instalarem dentro dos presídios. Outra vantagem é a remuneração dos trabalhadores que não segue as leis da Consolidação da Leis Trabalhistas (CLT), o pagamento é o salário mínimo sem adição de impostos (INSS, FGTS ou 13º salário).

O preso que trabalha, segue de acordo com a Lei de Execuções Penais, recebe como remuneração 25% numa conta poupança para ser resgatado quando posto em liberdade, outros 25% são encaminhados ao Estado como forma de ressarcimento das despesas com a manutenção do condenado, e os 50% restantes são recebidos pela família do interno.

Atualmente, cerca de mil internos com bom comportamento participam de cursos de capacitação promovidos pelo Senai através de contrato com a Seap. “Estes internos saem com capacitação para ter seu próprio negócio, visto que a entrada no mercado de trabalho é uma outra barreira, mas a possibilidade de retorno ao crime foi reduzida”, destacou Pedro Florêncio.

Outra medida adotada pelo Governo para garantir segurança ao projeto, foi a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica para implementação do Plano Estadual da Política Nacional de Trabalho à Pessoa Privada de Liberdade e Egresso do Sistema Prisional. O documento foi assinado na última quinta-feira (28) pelo Governo do Estado, através da Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), com a Procuradoria Regional do Trabalho e o Ministério Público do Trabalho. “Chamamos o Ministério Público para apoiar e fazer parte deste projeto, pois acreditamos no sucesso e no benefício para toda a sociedade”, reforçou o governador em exercício.

Uma nova reunião entre o Governo do Estado e as empresas interessadas em aderir ao programa foi agendada para a próxima semana. “Nós somos parceiros do Rio Grande do Norte, e temos a certeza que este projeto de inclusão social  junto aos apenados, com o trabalho do Senai na formação e qualificação profissional, será um projeto de sucesso. Desta reunião algumas empresas já mostraram interesse, voltaremos a nos reunir para aprofundar este debate”, concluiu o presidente da Fiern, Amaro Sales.

Informações e foto da ASSECOM/RN

Um triplo homicídio foi registrado no final da tarde desta sexta, 29, em São Gonçalo do Amarante.

De acordo com informações iniciais coletadas pela Polícia Militar, a versão mais provável é de que um dos ocupantes de um Sandero branco atirou com um arma de grosso calibre contra três pessoas que estavam na calçada. Crime foi à queima roupa, sem chance de defesa.

A polícia está no local, enquanto buscas estão sendo realizadas em toda a região. Não há ainda quaisquer informações sobre as vítimas. O crime aconteceu na Rua Alexandre Cavalcante, Centro.

Outra versão que chegou à polícia é de que o crime teria sido cometido por um homem de moto, que teria efetuado os tiros de espingarda calibre 12. A polícia está colhendo testemunhos para chegar à verdade dos fatos. Sem mais detalhes.

AgoraRN

O caso

Renata Ranyelle foi baleada dentro da loja em que trabalhava no centro de São Miguel, região Oeste do Rio Grande do Norte. Baleada no rosto, a vítima foi levada para o hospital local e depois transferida em estado grave para Mossoró.

No HRTM, a jovem foi entubada e permaneceu alguns dias aguardando uma vaga na unidade de terapia intensiva (UTI), do hospital.

Principal suspeito

Apesar do caso ter sido tratado inicialmente por tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte –, a polícia mudou a versão após analisar o sistema de segurança da loja. Em um vídeo gravado pelas câmeras de segurança é possível ver que o homem atira na vítima mesmo sem ela ter esboçado reação depois de ter entregado o dinheiro. O criminoso foge sem levar o dinheiro.

Para polícia, o principal suspeito é o ex-namorado da vítima identificado com Paulo Roberto da Silva. Segundo a investigação, o acusado não teria aceitado o fim do relacionamento.

Paulo Roberto, de 36 anos, segue foragido. A prisão temporária de Paulo foi decretada pelo Tribunal de Justiça do RN na quinta (28) e a polícia segue em diligências para capturá-lo.

De acordo com a polícia, Paulo teve auxílio para fugir prestado por alguém que o esperava do lado de fora do estabelecimento.

A taxa de detecção de HIV/Aids no Rio Grande do Norte disparou nos últimos dez anos. O aumento foi de 81,7% entre 2008 e 2018, para grupos de 100.000 habitantes. Neste período, foi o maior crescimento percentual entre todos os estados. No RN, por exemplo, a taxa em 2018 foi de 20,9. Dez anos antes, esse coeficiente era de 11,5. Além do Estado, outros 15 estados apresentaram aumento neste intervalo de tempo. Os números do RN vão na contramão da média nacional, que apresentaram redução.

Os dados são do Ministério da Saúde, divulgados em Boletim Epidemiológico nesta sexta-feira (29). Além de ter o maior aumento percentual em dez anos, em 2018, por exemplo, a taxa do Rio Grande do Norte foi a maior do Nordeste e a 10ª do Brasil. Entre 2008 e 2018, segundo o boletim, o RN teve 5.501 casos de HIV notificados.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap), o Rio Grande do Norte dispõe de uma rede de acolhimento para as pessoas que são infectadas com a doença. São 14 unidades de Serviços de Atenção Especializadas (SAEs), que atendem pessoas com HIV/AIDS e Hepatites Virais. Destes, 12 são administrados pelos municípios e outros dois pela Sesap. No Estado o serviço é ofertado pelo Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, e pelo Hospital Rafael Fernandes, em Mossoró.

Existem SAEs também em Natal, Mossoró, São José do Mipibu, Santa Cruz, São Paulo do Potengi, Pau dos Ferros, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Macaíba. A Sesap informou que, em outubro, 13.022 pacientes foram atendidos nos 14 SAEs. O número de usuários cadastrados, no entanto, não foi divulgado.

Leia a matéria na íntegra AQUI na Tribuna do Norte.

Garantindo maior rapidez e eficácia no diagnóstico, o Laboratório Central Doutor Almino Fernandes (Lacen-RN) voltou a realizar exames de raiva animal. Por cerca de cinco anos, as amostras estavam sendo enviadas para o Lacen da Bahia, em função de problemas no andamento da reforma do laboratório de raiva animal no Lacen-RN.

Dessa forma, os resultados dos exames que antes levavam de 15 a 20 dias para serem concluídos podem agora ser obtidos em até 72 horas. “O retorno das análises no RN é de grande importância para a vigilância, já que possibilita uma maior celeridade das respostas. Assim, é possível evitar o uso desnecessário dos imunobiológicos utilizados, em caso de contato com animais suspeitos de raiva. Por exemplo, quando alguém leva uma mordida de um cachorro de rua, precisando, assim, receber o esquema vacinal e sorologia contra raiva de forma preventiva, pode suspender o tratamento ao se confirmar um diagnóstico negativo para a doença”, explica o coordenador do laboratório de raiva animal do Lacen-RN, o veterinário Paulo Ferreira.

Segundo o coordenador, essa economia do soro antirrábico é especialmente importante no atual cenário, no qual o país enfrenta problemas no abastecimento do insumo devido à falta de adequações necessárias, por parte de dois dos três laboratórios produtores do soro, para cumprir as normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Essa situação só deverá ser regularizada a partir de janeiro de 2020.
Dados

De acordo com o mais recente boletim epidemiológico da raiva no RN, divulgado pela Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (Suvam), até 1º de novembro de 2019, foram confirmados, por diagnóstico laboratorial, 77 animais com a doença: 67 morcegos, cinco raposas, dois bois, uma égua e dois cães.

Os casos foram registrados em 26 municípios do RN, entre os quais se destacam, por maior ocorrência, Santo Antônio (12), Caicó (12), Parnamirim (9), São Tomé (7) e Macaíba (6). Durante todo o ano de 2018 foram registrados 35 morcegos positivos para raiva no RN.

Orientações

A raiva é transmitida pela saliva do animal infectado – principalmente, cão e gato, ou de animais silvestres, como morcego e sagui – através da pele ou mucosas, seja por mordedura, arranhadura ou lambedura. A principal forma de prevenção é a vacinação de animais domésticos e de pessoas que foram expostas ao risco.

A orientação da Sesap é para que as vítimas de mordeduras lavem o local com água corrente e sabão e procurem imediatamente a unidade de saúde mais próxima. O vírus rábico é muito sensível a agentes externos e ao lavar o ferimento com água corrente e sabão, ou outro detergente, isso diminui, comprovadamente, o risco de infecção.

O site da Sesap (www.saude.rn.gov.br) disponibiliza informações e orientações sobre a raiva no Rio Grande do Norte.

A primeira-dama, Michele Bolsonaro, “invadiu” a live semanal do presidente na noite dessa quinta-feira(28) para uma homenagem aos 12 anos de união do casal. O breve registro teve direito a beijo e declaração de amor.

“Obrigado Deus pela minha família, pilar fundamental em todos os momentos! – Obrigado, minha esposa, por estar sempre ao meu lado! – Bom dia a todos!”, disse Jair Bolsonaro.