Saúde Arquivo

Na manhã desta quinta-feira (18), foram entregues novos kits para gestantes em Macaíba que frequentam o grupo Sementinha do Amor, vinculado ao programa Criança Feliz, coordenado em nível local pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social.

O Criança Feliz foi lançado em 2016 pelo Governo Federal e é destinado a todas as famílias cadastradas no Bolsa Família que tenham pelo menos uma criança de até três anos de idade entre seus membros. Para participar do programa, é preciso manter os dados no Cadastro Único atualizados.

A solenidade de entrega foi realizada no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Fabrício Pedroza, conjunto IPE. Ao todo, 19 gestantes foram contempladas nesta entrega de hoje. Outras dezenas de kits foram distribuídos ao longo do corrente ano, contemplando tanto mulheres da zona urbana quanto da zona rural.

Os kits que as gestantes recebem contêm vários itens úteis para auxiliar na saúde e na higiene do bebê como banheira, toalha, bolsa, colônia, sabonete, explicou a técnica do CRAS, Marianna Barreto.

A jovem gestante Nadja Rayane, residente na comunidade rural de Tapará, foi uma das contempladas pelo programa e declarou: “Eu acho maravilhoso porque nem todas as mulheres têm condições de comprar esses produtos, também tem o acompanhamento para cuidar do bebê, as terapias para diminuir nossas dores. Muito bom mesmo“.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Cerca de 8 mil outros casos estão em investigação. País enfrenta dois surtos, no Amazonas e em Roraima

Balanço divulgado nesta quarta-feira (10) aponta o registro de 2.044 casos de sarampo e cerca de 8 mil em investigação no País. As informações foram consolidadas a partir de dados enviados pelas secretarias estaduais ao Ministério da Saúde até terça-feira (9). De acordo com a pasta, existem dois surtos da doença: no Amazonas (1,7 mil casos e 7,8 mil em investigação) e em Roraima (330 casos confirmados e 94 em investigação).

Ainda foram identificados casos isolados em São Paulo (3); Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (36); Rondônia (2); Pernambuco (4); Pará (17); Sergipe (4); e Distrito Federal (1). Medidas de bloqueio de vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os estados.

Até o momento, no Brasil, 10 pessoas morreram por sarampo. Quatro em Roraima (3 em estrangeiros e 1 em brasileiro); outros quatro no estado do Amazonas (todos brasileiros, sendo 2 do município de Manaus e 2 do município de Autazes); e dois no Pará (indígena venezuelano).

Informações do Portal Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Nesta quarta-feira (10/10) será realizada uma caminhada alusiva ao Outubro Rosa no Centro de Macaíba, com saída da Rua Pedro Velho (Rua do Banco do Brasil) em direção ao Centro de Cultura.

No local, haverá uma série de ações gratuitas sendo realizadas em parceria com o Sesc/RN e o Senac/RN, como corte de cabelo, design de sobrancelhas, orientações nutricionais, atendimentos preventivos, solicitação de mamografias e uma apresentação artística do grupo de mulheres “Mãos amigas”.

No Pax Club, os agentes de saúde de Macaíba participarão de uma palestra sobre a campanha Outubro Rosa. Vale lembrar que todas as ações são abertas ao público e gratuitas.

Assecom-PMM

Na quinta-feira (27/09), nos turnos matutino e vespertino, a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), na zona rural de Macaíba, foi sede do II Treinamento para Vacinadores de Animais, promovido pela Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal da Agricultura da Pecuária e da Pesca (SEMAPE), com apoio do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN e da referida instituição escolar.

Com partes teórica e prática, o evento foi direcionado para agropecuaristas e associações comunitárias rurais. Segundo informações da Secretaria Municipal da Agricultura da Pecuária e da Pesca, foram mais de 50 inscritos.

O treinamento foi supervisionado e coordenado por Francisco Maia, secretário municipal e titular da SEMAPE; João Gomes, representante do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN); professor João Inácio, representante da direção da EAJ/UFRN; e três veterinários especialistas.

Assecom-PMM

Risco existe se surto da doença permanecer por mais de 12 meses

O Brasil tem até fevereiro de 2019 para reverter os surtos de sarampo registrados em diversas áreas do país – sob pena de perder o certificado de eliminação da doença, concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em 2016. O alerta foi feito pela assessora regional de Imunizações da entidade, Lúcia Helena de Oliveira, durante a 20ª Jornada Nacional de Imunizações, no Rio de Janeiro.

Dados do Ministério da Saúde mostram que, até 24 de setembro, foram confirmados 1.766 casos de sarampo, dos quais 1.367 no Amazonas e 325 em Roraima.

Há ainda, segundo a pasta, quase 8 mil casos em investigação em ambos os estados, além de casos isolados em São Paulo (3), no Rio de Janeiro (18), no Rio Grande do Sul (29), em Rondônia (2), em Pernambuco (4), no Pará (14) e em Sergipe (4).

Lúcia Helena de Oliveira lembrou que a Venezuela, de onde veio a cepa de sarampo identificada no Brasil, perdeu seu certificado de eliminação em junho deste ano.

Contra o tempo

O critério adotado pela Opas para conferir transmissão sustentada é que o surto se mantenha por um período superior a 12 meses. As autoridades sanitárias brasileiras, portanto, correm contra o tempo, já que os primeiros casos da doença no Norte do país foram identificados no início do ano.

“Sabemos que os casos no Brasil são de importação, lamentavelmente, pelas condições de saúde em que vive a Venezuela. Mas só estamos tendo casos de sarampo no Brasil porque não tínhamos cobertura de vacinação adequada. Se tivéssemos, esses casos viriam até aqui e não produziriam nenhum tipo de surto”, destacou a assessora da Opas.

Atualmente cerca de 4,4 mil municípios atingiram a meta de vacinação estipulada por meio de campanha, o que representa que aproximadamente 1,3 mil cidades permanecem com coberturas vacinais que deixam a desejar.

“As importações continuarão sendo uma ameaça permanente. A única forma de evitar a disseminação do vírus é obtendo coberturas vacinais acima de 95% em todos os municípios – não somente em nível de país”, ressaltou Lúcia Helena Oliveira.

Informações e foto da Agência Brasil

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria de Saúde (SMS), está se preparando para o Dia D da Campanha de Vacinação contra a Raiva que acontecerá neste sábado (29), contando com 12 postos espalhados pela zona urbana do município, os quais estão descritos na imagem anexa a esta matéria.

Quanto à zona rural, as comunidades já vêm sendo atendidas e visitadas pelas equipes de saúde do Centro de Vigilância Sanitária. Para mais informações sobre o cronograma, disque para o 3271-6574.

Sobre a Raiva

Trata-se de uma zoonose viral, que se caracteriza como uma encefalite progressiva aguda e letal. Todos os mamíferos são suscetíveis ao vírus da raiva e, portanto, podem transmiti-la. A doença pode levar a morte.

A Raiva é doença incurável, tanto em animais de estimação quanto em pessoas. Portanto, não deixe de participar! Leve seu cão ou gato para ser vacinado. As aplicações da vacina antirrábica deste sábado serão realizadas no horário das 8 às 17 horas.

Assecom-PMM

Em alusão ao setembro amarelo, mês de conscientização sobre a importância da prevenção ao suicídio, o Hemocentro do RN realizou na manhã desta segunda-feira (24) uma palestra sobre o tema, com o médico Psiquiatra Adriano Araújo.

Na ocasião foram abordados tópicos como os fatores de riscos sociodemográficos, psicológicos e psiquiátricos. Dados do Ministério da Saúde apontam um aumento de 30% nos casos de suicídios nas últimas décadas e a região Nordeste ocupa o terceiro lugar, estando o Sudeste e o Sul em primeiro e segundo lugar, respectivamente.

Os fatores de risco para o comportamento  suicida, de acordo com a literatura médica , são os transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; antecedentes familiares, isolamento social, uso de drogas, perdas recentes , doenças físicas incapacitantes, dor crônica e situação social.

Para o Dr. Adriano, o suicídio é um problema de Saúde Pública, um mal silencioso, por isso se faz necessário expandir e qualificar os profissionais que trabalham na assistência básica para ampliar a cobertura. “Transtorno mental é doença que só alivia com tratamento. A tentativa de suicídio não é o desejo de morrer, é o desejo de aliviar o sofrimento, por isso a importância de um bom acolhimento na hora da vulnerabilidade.”.

Informações e foto do Portal do Hemonorte

Mais de 1,2 milhão de pacientes já baixaram a plataforma em busca de informações dos serviços de saúde

Cidadãos já podem contar com a ajuda da tecnologia para ter acesso aos serviços de saúde apenas pelo telefone celular. Com o aplicativo Meu DigiSUS, os usuários podem acompanhar consultas e exames, localizar unidades de saúde, e checar a posição na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo.

Disponível para aparelhos com sistemas operacionais Android e iOS, a ferramenta já foi baixada por 1,2 milhão de pessoas. A plataforma integra os dados enviados por 19,7 mil unidades básicas de saúde (UBS) de 3,7 mil municípios que são informatizadas e atendem a 106,1 milhões de pacientes.

Informações do Portal Brasil

Foto: Agência Brasil

Mais de 100 pessoas foram beneficiadas pelo serviço somente em 2018

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) entregou mais 22 encaminhamentos para cirurgias de catarata, na tarde desta segunda-feira (17), na sede da SMS. O prefeito Fernando Cunha esteve presente na reunião de entrega dos documentos, onde a equipe da Secretaria de Saúde orientou os pacientes sobre os cuidados para o procedimento cirúrgico, que será realizado ainda nesta semana.

Mais de 100 pessoas foram beneficiadas pelo serviço neste ano. Maria Eliene de Lima, 59 anos, moradora de Pé do Galo, é uma das pessoas que vão realizar a cirurgia. Sobre o atendimento que recebeu da SMS ela declarou: “Muito bom! Não tenho do que reclamar!”, afirmou. Opinião semelhante à de Davi Falcão de Almeida, 71 anos, morador das Campinas. “Achei bom! A primeira vez que eu fiz foi no olho esquerdo e deu tudo certo e agora vai dar certo também”, disse.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

O suicídio é um problema de saúde pública. Muitas pessoas sofrem diariamente sem ter ajuda e, por muitas vezes, nem sabem como procurar apoio. Pensando nas pessoas que sofrem com problemas relacionados a esse mal, a Prefeitura de Macaíba está engajada na campanha denominada Setembro Amarelo, movimento mundial de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em mais de 90% dos casos existe prevenção.

Nesta quinta-feira (13), um evento foi promovido mediante iniciativa da Secretaria Municipal de Saúde. Tratou-se do I Fórum de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida, sendo realizado no Pax Club com a presença de funcionários da área de saúde, principalmente do setor de saúde mental, e usuários dos Centros de Atenção Psicossocial CAPS-AD e CAPS II. Na ocasião, também estiveram presentes os vereadores (as), Dr. Antônio França, Rita de Cássia e Ana Catarina.

No início, houve uma apresentação motivacional com a bandinha Boa Esperança, que tem a participação de usuários e entoa canções populares. Em seguida, uma bela poesia foi recitada pela escritora Ana Maria Faustino (Aninha), usuária do CAPS II. “Não sei o que seria de minha vida sem o CAPS, referiu ao contar parte de sua história ao público presente”. “Agradeço muito aos profissionais desse centro.”, concluiu.

Na sequência, uma palestra sobre a temática do suicídio com o renomado médico e psiquiatra Dr. Emerson Arcoverde Nunes. “Estamos aqui para falar de vida, e não de morte, precisamos valorizar a vida.”, referiu o palestrante em um dos momentos de sua ministração.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Ministério da Saúde lança campanha publicitária para vacinar meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos contra o HPV. A cobertura com a segunda dose está em 41,8% para meninas e 13% para meninos. A proteção é completa quando aplicada as duas doses da vacina

Mais de 20 milhões de adolescentes brasileiros devem buscar os postos de saúde para receber a vacina HPV. A convocação é do Ministério da Saúde. A expectativa é de vacinar 9,7 milhões de meninas de 9 a 14 anos e 10,8 milhões de meninos de 11 a 14 anos. Para garantir a vacinação deste público, o Ministério da Saúde investiu R$ 567 milhões na aquisição de 14 milhões de vacinas. A vacina HPV é eficaz e protege contra vários tipos de cânceres em mulheres e homens.

Desde a incorporação da vacina HPV no Calendário Nacional de Vacinação, 4 milhões de meninas de 9 a 14 anos procuraram as unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) para completar o esquema com a segunda dose, totalizando 41,8%. Com a primeira dose, foram imunizadas 4 milhões de meninas nesta mesma faixa, o que corresponde a 63,4%. “É importante alertar que cobertura vacinal só está completa com as duas doses, por isso quem tomou a primeira dose deve voltar aos postos após seis meses”, explicou a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, Carla Domingues.

Entre os meninos, que foram incluídos na vacinação contra HPV no ano passado, 2,6 milhões foram vacinados com a primeira dose, o que representa 35,7% do público alvo. Em relação à segunda dose, foram aplicadas 911 mil vacinas em meninos de 11 a 14 anos, completando, desta forma, o esquema de vacinação.

CAMPANHA HPV

Com o slogan “Não perca a nova temporada de Vacinação contra o HPV”, a campanha publicitária envolve várias peças e será veiculada no período de 4 a 28 de setembro. O filme mistura imagens reais e animação e traz dois jovens, um menino e uma menina, fugindo de um vírus em um cenário com inspiração nos seriados famosos que são de identificação do público jovem e dos pais. A fuga termina no momento em que os jovens entram em uma unidade de saúde e se vacinam.

Trata-se de uma campanha publicitária para mobilizar a população. A vacina contra o HPV faz parte do calendário de rotina disponível nas unidades do SUS, lembra Carla Domingues. “A campanha é importante para lembrar as pessoas sobre a necessidade da vacinação, esclarecendo o que é mito e boato, e informações verdadeiras, baseadas em estudos científicos”, observou a coordenadora.

Informações e foto do Portal do Ministério da Saúde

O suicídio é um problema de saúde pública. Muitas pessoas sofrem diariamente sem ter ajuda e, por muitas vezes, nem sabem como procurar apoio.

Neste sentido, a Prefeitura de Macaíba entra na campanha Setembro Amarelo, movimento mundial de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em mais de 90% dos casos existe prevenção.

Confira o horário e o local do seminário sobre o tema aqui em nosso município. Caso precise de ajuda ou conhece alguém que precise, ligue gratuitamente para 188.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Dia D de mobilização da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo.

O Ministério da Saúde prorrogou até 14 de setembro a Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo. Pelos dados preliminares, a média de vacinação está em 88%. Em apenas sete estados a meta de vacinar pelo menos 95% do público-alvo foi atingida.

Estados e municípios que não atingiram a meta devem manter a campanha por mais 15 dias. Devem ser vacinadas contra a poliomielite o sarampo crianças de 1 ano a 4 anos e 11 meses.

Até o momento, mais de 1,3 milhão de crianças não recebeu o reforço dessas vacinas. A recomendação é que estados e municípios façam busca ativa para garantir que o público-alvo da campanha seja vacinado.

Dados

Os estados que atingiram a meta de vacinação são Amapá, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Espírito Santo, Sergipe e Maranhão.

O Rio de Janeiro continua com o menor índice de vacinação, seguido por Roraima, Pará, Piauí, Distrito Federal, Acre, Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Norte e Amazonas.

Em todo o país, foram aplicadas mais de 19,7 milhões de doses das vacinas (cerca de 9,8 milhões de cada).

Informações da Agência Brasil

Foto: Marcelo Camargo

Ação foi a segunda do ano no município.

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou um mutirão de cirurgias odontológicas no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), na manhã do último sábado (1º), na sede do Centro.

Vinte e oito pessoas foram atendidas no mutirão e a previsão é que no próximo mês de novembro um novo mutirão seja realizado. Funcionários do CEO e membros da equipe de cirurgia da Universidade Potiguar (UnP) participaram do mutirão. A ação de saúde foi a segunda deste tipo realizada no município neste ano. A primeira foi realizada no mês de maio.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Centenas de pessoas atendidas pela rede municipal de saúde de Macaíba, mais especificamente pelo projeto Macaíba na Medida, participaram de diversas atividades de estímulo à vida saudável na manhã desta sexta-feira (31) na Vila Olímpica de Macaíba. O evento foi alusivo às datas comemorativas do Dia do Nutricionista e do Dia do Educador Físico, comemoradas em 31 de agosto e 01 de setembro, respectivamente.

De acordo com o educador físico Fabiam Marques, que atua no Núcleo Ampliado de Saúde da Família na Atenção Básica – NASF, os participantes tiverem a oportunidade de realizar treino funcional leve, ginástica laboral, atividades recreativas, danças e ouvir palestras relativas à temática de vida saudável.

Um dos beneficiados pelo projeto Macaíba na Medida é o senhor Manoel Cândido, 82 anos, morador da Rua José Coelho, que participa há mais de um ano. “Transformou minha vida porque desde que comecei há um ano e poucos meses, foi uma grande mudança na minha saúde, eu não podia andar direito que cansava logo. Recomendo pra qualquer pessoa.”, declarou.

Outro exemplo é a senhora Janderlândia Dantas, 39 anos, residente no Campo da Santa Cruz. “Foi muito importante. Mudou minha saúde, minha alimentação, minha vida sentimental (sentia depressão). Agradeço a todos os profissionais do NASF que me ajudaram muito para eu chegar até aqui. Vai fazer três anos agora em setembro que eu participo, e só mudou minha vida pra melhor.”, expressou.

Macaíba na Medida

O projeto tem como objetivo auxiliar pessoas com sobrepeso ou obesidade no tratamento destas situações, buscando hábitos alimentares e exercícios físicos para uma melhor qualidade de vida. Além disso, serve como instrumento para prevenir e tratar doenças crônicas como diabetes e hipertensão.

Mensalmente, os pacientes participam das atividades supervisionados por uma equipe composta por profissionais da saúde como educador físico, psicólogo, dentista e  nutricionista.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Em alusão às datas comemorativas do Dia do Nutricionista e do Dia do Educador Físico, comemoradas em 31 de agosto e 01 de setembro, respectivamente, a Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, promove na próxima sexta-feira (31) um grande evento de estímulo à vida saudável.

O palco do evento será nada menos do que a Vila Olímpica, que durante 4 horas (das 8h às 12h) terá uma série de ações de promoção à alimentação saudável e práticas de atividades físicas, tendo como público-alvo os participantes do projeto Macaíba na Medida, desenvolvido pelos profissionais do Núcleo Ampliado de Saúde da Família na Atenção Básica – NASF.

Macaíba na Medida

O programa tem como objetivo auxiliar pessoas com sobrepeso ou obesidade no tratamento destas situações, buscando hábitos alimentares e exercícios físicos para uma melhor qualidade de vida. Mensalmente, os pacientes participam das atividades supervisionados por uma equipe composta por profissionais da saúde como educador físico, psicólogo, dentista e  nutricionista.

Foto: Arquivo-PMM

Assecom-PMM

Companheiro inseparável de milhões de brasileiros, o celular chamou a atenção do senador Otto Alencar (PSD-BA). Médico ortopedista e ex-professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), ele ressalta que os especialistas têm relatado número crescente de problemas causados pelo uso excessivo do aparelho, como dores nos braços, no ombro e na cabeça, problemas de postura e na coluna.

Diante do quadro, o parlamentar apresentou um projeto de lei (PLS 55/2018)  que obriga os fabricantes e as importadoras a advertir para os riscos relacionados ao uso contínuo de telefones portáteis do tipo smartphone.

Otto Alencar observa que é cada vez mais comum os casos em consultórios de dores na cabeça ligadas a tensões na nuca e no pescoço causadas pelo tempo inclinado em uma posição indevida para visualizar a tela do celular.

“De acordo com pesquisas, os brasileiros utilizam smartphones durante três horas por dia, em média. Entre os mais jovens, a média é de quatro horas diárias. Esse uso excessivo, associado à má postura, tem provocado aumento nos casos de lesões na coluna cervical”, informou ao justificar a proposta.

O senador explica que a inclinação da cabeça para a frente, postura tipicamente observada durante a utilização dos telefones, eleva a pressão sobre as vértebras cervicais. O esforço resultante sobre a coluna pode equivaler a um peso de até 30 quilos. A repetição constante e prolongada dessa posição provoca o desgaste das vértebras e pode levar à compressão de nervos ou ao surgimento de hérnias de disco.

Conforme o projeto, os rótulos das embalagens dos telefones portáteis tipo smartphone comercializados no mercado nacional conterão advertência nos seguintes termos: “Use com moderação. O uso excessivo prejudica a coluna cervical”. A advertência deverá ser impressa de forma legível, ostensivamente destacada, ocupando 10% da área da face frontal da embalagem.

O projeto está na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor e tem Eduardo Lopes (PRB-RJ) como relator. Ele ainda não apresentou seu voto.

Informações da Agência Senado

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Dinheiro pode ser usado para atender as demandas das unidades, como reformas ou compra de medicamentos e equipamentos

Hospitais universitários de 22 estados e do Distrito Federal vão receber R$ 131,2 milhões do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais. A informação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (23).

Das 47 unidades que receberão os recursos, nove estão no Rio de Janeiro. A maioria deles está ligada à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O segundo lugar a mais que receberá recursos será Minas Gerais, com quatro instituições.

Com a verba, os hospitais poderão comprar equipamentos, materiais médico-hospitalares e medicamentos, além de investirem em construções ou reformas.

Informações do Portal Brasil

Foto: Foto: Marcello Casal JR/Agência Brasil

Na manhã da sexta-feira, 17 de agosto, foi a vez do bairro Campo das Mangueiras receber as ações do projeto Macaíba sem Aedes, quando um grupo formado por agentes de saúde e agentes de endemias da Prefeitura percorreu as ruas realizando os trabalhos de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti.

Os profissionais de saúde vistoriaram casas, aplicaram inseticida e orientaram os populares quanto aos cuidados a serem tomados no dia a dia. O projeto Macaíba sem Aedes foi idealizado com o objetivo de intensificar as ações contra o referido mosquito e as doenças por ela causadas, a exemplo de dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Sábado (18) é Dia de D de vacinação contra poliomielite e sarampo em todo o Brasil

O próximo sábado, 18 de agosto, será o Dia D de mobilização nacional contra a poliomielite e o sarampo em todo o Brasil. Todas as crianças de um ano e menores de cinco anos devem se vacinar contra essas doenças, segundo informações do Portal do Ministério da Saúde, que tem como meta atingir pelo menos 95% dessa população até o final do período de vacinação.

Desde o dia 06 deste mês de agosto, teve início essa nova Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo, que seguirá até o próximo dia 31. Neste ano, a campanha será feita de forma indiscriminada para manter coberturas homogêneas de vacinação.

Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a VIP. Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a VOP, a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

Nesse sentido, a Prefeitura de Macaíba prepara todos os seus postos de saúde para abrirem das 8h às 17h, em áreas urbanas e rurais, no sábado. É essencial que os pais ou responsáveis apresentem o cartão de vacinação.

*Assecom-PMM

*Com informações e ilustração do Portal do Ministério da Saúde