Saúde Arquivo

O prefeito Fernando Cunha discutiu ao lado de representantes do SAMU 192 RN (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), uma parceria entre a Prefeitura de Macaíba e o Serviço, na tarde desta quinta-feira (11), no Palácio Auta de Souza.

A parceria visa capacitar professores e profissionais do ensino infantil da rede municipal para o atendimento em primeiros socorros, de acordo com a Lei de Lucas (Lei nº 13.722, de 2018). O objetivo do treinamento baseado na Lei é possibilitar que os professores consigam agir em situações emergenciais na escola enquanto a assistência médica especializada não for proporcionada.

Uma integração dos serviços de Educação Permanente do SAMU com a Prefeitura será efetivada. As capacitações promovidas pelo Serviço contarão com a presença de funcionários da Prefeitura, visando uma educação continuada em saúde. A aproximação do SAMU com os estudantes do ensino infantil também será realizada com orientações nas escolas sobre o que é o SAMU, sua importância, como acioná-lo, as situações adequadas e como evitar os trotes. A expectativa é que as ações aconteçam no segundo semestre deste ano.

Na reunião estiveram presentes ao lado do prefeito os secretários municipais de Educação, Domingos Sávio e de Saúde, Gisleyne Carla Medeiros; o secretário adjunto de Saúde de Macaíba, Weberth Leite; a coordenadora geral do SAMU, Wilma Dantas; Patrícia Fernandes Meireles, coordenadora adjunta do NEP (Núcleo de Educação Permanente) do SAMU 192 RN e Sabrina Viana, coordenadora de enfermagem do Serviço.

Texto: Tadeu de Oliveira

Foto: Assecom-PMM

Assecom-PMM

Edi Pereira, diretor administrativo do Posto da Maré, fala do grande trabalho que o local presta à população macaibense

O Centro de Saúde Luís Antônio Fonseca Santos conta com atendimento e equipamentos de excelência na área da saúde para atender a população. Com 28 especialidades médicas, o local, popularmente conhecido como Posto da Maré atende em média 700 pessoas por dia do município e de cidades vizinhas como Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, entre outros.

Uma referência na área de saúde pública na Região Metropolitana de Natal, o quadro médico do Centro está completo, atendendo a população de segunda a sexta, das 6h às 17h. Três cardiologistas, dois ortopedistas, dois pediatras, dois ginecologistas, dois psiquiatras são alguns dos profissionais disponíveis para receber qualquer cidadão que precise de atendimento, além de nefrologista, neurologistas, urologistas, dermatologistas, entre muitos outros especialistas na área da saúde.

O local também é modelo no tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), em infectologia e conta com duas farmácias internas distribuindo remédios regularmente. Novos equipamentos estão sendo adquiridos e os ambientes do Posto estão sendo reformados pela Prefeitura, entre eles, os espaços de audiometria, colposcopia, ultrassonografia e o ambulatório.

Edi Pereira, gestor administrativo do Posto, destaca os elementos que também contribuem para os serviços de excelência. “Hoje o Centro de Saúde de Macaíba é um dos melhores da Grande Natal, se não o melhor. Só de médicos são 27 profissionais que também atendem nas melhores clínicas públicas e privadas de Natal, entre eles, ortopedista, cardiologista, endocrinologista, entre outros”, afirmou.

A procura de pessoas de outros municípios também é destacada pelo gestor. “Elas vêm ser atendidas aqui porque no local onde elas moram não tem atendimento. Muitos médicos que atendem por plano de saúde, por exemplo, demoram dois meses para realizar uma consulta e aqui, no serviço público, a espera é de no máximo 15 dias”, declarou o gestor.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Esta quarta-feira (10/04) marca o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe 2019. A campanha prossegue até a sexta-feira (31/05) é coordenada pelo Ministério da Saúde e tem como meta imunizar no mínimo 90% do público-alvo.

A primeira fase da referida campanha abrange de 10/04 a 18/04 e tem como foco crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto).

A partir de 22/04, as demais pessoas que fazem parte do público-alvo poderão ser vacinadas. O público-alvo é composto por trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

É importante destacar que antes de procurar tomar a vacina, a pessoa deve procurar a devida orientação de um profissional da unidade de saúde mais próxima de sua residência. Mais informações: 3271-6547 e 3271-6550.

Dia D

No sábado (04/05), ocorrerá o Dia D Nacional da Campanha, quando todos os postos de saúde, em áreas urbanas e rurais de todas as cidades, deverão estar abertos para aplicar as vacinas.

Assecom-PMM

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa hoje (10) em todo o país. O lançamento será em Porto Alegre, com a presença do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no Centro de Saúde Modelo do Bairro Santana.

A mobilização vai até 31 de maio. A meta do Ministério da Saúde é atingir pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

Nesta fase da campanha, de 10 a 18 de abril, o objetivo é imunizar crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da vacinação poderá receber a dose.

O público-alvo da campanha é constituído por trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

Agência Brasil

Brasília – O Ministério da Saúde promove o Dia D de Vacinação contra a gripe em postos de todo o País. A expectativa é imunizar, até o próximo dia 26, cerca de 90% das 54,2 milhões de pessoas que estão no público-alvo da campanha. (Marcello Casal Jr/AgenciaBrasil)

Começa nesta quarta-feira (10), em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira fase, serão priorizadas crianças com idade entre 1 e 6 anos, grávidas em qualquer período gestacional e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). A escolha, de acordo com o Ministério da Saúde, foi feita por causa da maior vulnerabilidade do grupo.

A partir de 22 de abril, todo o público-alvo da campanha poderá receber a dose, incluindo trabalhadores da saúde, povos indígenas, idosos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades e outras condições clínicas especiais, jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.

A escolha dos grupos segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A definição, segundo a pasta, também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. A meta é vacinar pelo menos 90% dos grupos elegíveis para vacinação.

A vacina

Em nota, o Ministério da Saúde destacou que, em relação ao ano passado, houve alteração de duas cepas na vacina. Em função da mudança na composição, a pasta considera “imprescindível” que os grupos selecionados, ainda que já tenham sido imunizados anteriormente, recebam a nova dose este ano.

“O Ministério da Saúde não indica a utilização da vacina contra influenza com cepas 2018, pois não tem a mesma composição da vacina de 2019, o que faz com que não seja eficaz para proteção.”

Sintomas e prevenção

A orientação da pasta é que indivíduos que apresentem sintomas de gripe evitem sair de casa durante o período de transmissão da doença (até sete dias após o início dos sintomas), restrinjam o ambiente de trabalho para evitar disseminação, evitem aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados, e adotem hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

Para prevenir a doença, o ministério recomenda medidas gerais de proteção, como a constante lavagem das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento, e a adoção da etiqueta respiratória, que consiste em espirrar na parte de dentro dos cotovelos e cobrir a boca ao tossir, visando à redução do risco de infecção pelo vírus.

Outra dica importante é não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas. É importante ficar alerta a sinais e sintomas de gravidade para, nesses casos, buscar imediatamente avaliação em uma unidade de saúde.

Agência Brasil

A programação de atividades do Abril Verde a ser desenvolvida pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), através do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), inicia na quinta-feira (4).

Com a temática: “As violências no ambiente de trabalho como fator desencadeador do adoecimento do trabalhador e trabalhadora do estado do Rio Grande do Norte”, as atividades contemplam palestras, mesa-redonda, eventos nas Regionais de Saúde e muito mais.

Informações da ASCOM/SESAP

Mais detalhes aqui: http://www.qualidadedevida.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=198170&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA

O Ministério da Saúde estuda iniciar projeto para que as unidades básicas de saúde de todo o país possam a atender o período da noite. A ideia foi apresentada na semana passada para secretários estaduais e municipais de Saúde. A previsão é de que o chamado “terceiro turno” seja iniciado em abril.

Caso a medida seja implementada, os postos de atendimento que hoje funcionam até as 17h passem a prestar atendimento até as 22h. O funcionamento em turno estendido seria adotado apenas para aquelas com maior tamanho e capacidade de atendimento.

Segundo o Ministério da Saúde, o objetivo é ampliar o acesso à saúde básica e reduzir o fluxo das Unidades de Pronto-Atendimento (UPA).

Procurada pela reportagem do Agora RN, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda não iniciou a discussão sobre o assunto.

Via Agora RN

Macaíba agora conta com um moderno equipamento de saúde para atender a população. O Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) tem entre seus itens para atendimento um aparelho de sedação consciente com óxido nitroso, equipamento essencial para facilitar o atendimento de pacientes com deficiência cognitiva e motora e que estará funcionando em breve no local.

O prefeito Fernando Cunha prestigiou a solenidade de entrega do material na última sexta-feira (29), no Arco-íris Recepções. O coordenador do CEO, Fernando Leal esteve presente na solenidade e destacou a importância do equipamento para Macaíba, um dos poucos municípios a ter o item em todo o Rio Grande do Norte. “Para nós é um equipamento fundamental para melhoria do atendimento as pessoas que precisam, principalmente as mais carentes, para que elas não tenham que se deslocar até outra cidade”, declarou o coordenador.

O vice-prefeito Auri Simplício também esteve presente na ocasião, que contou com a presença do vereador Antônio França, representando a Câmara Municipal de Vereadores; do coordenador do CEO, Fernando Leal; do coordenador de Saúde Bucal da Prefeitura, Sérgio Siqueira; do secretário municipal de Cultura e Turismo, Marcelo Augusto Medeiros e do juiz da Vara Criminal de Macaíba, Felipe Barros.

A mesa de autoridades também foi composta pelo presidente do Conselho Regional de Odontologia do RN, Gláucio Morais; o coordenador Estadual de Saúde Bucal, Marco Aurélio Oliveira; Áquila Dantas, presidente da Câmara Técnica de Pacientes com Deficiência e Webert Moura, representando a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

O Conselho Municipal de Saúde de Macaíba realizou a 9ª Conferência Municipal de Saúde, na manhã desta quinta-feira (28), no Arco-íris Recepções, no Centro do município. O tema desta edição foi “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”.

A Conferência Municipal de Saúde é um fórum de debate entre todos os segmentos da sociedade, representada por meio de instituições de governo, entidades de trabalhadores de saúde e usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

O objetivo da Conferência é avaliar a situação da saúde do Município, propor novas diretrizes da política de saúde, fortalecer o Controle Social no SUS, definir e priorizar propostas para aprimorar os serviços de saúde, proporcionando à população melhor qualidade de vida.

Auri Simplício, vice-prefeito de Macaíba, esteve presente no evento ao lado do vereador Antônio França; da vereadora Rita de Cássia e do presidente em exercício do Conselho Municipal de Saúde, Alzair Matias.  A Conferência contou com palestras do defensor público Rodolpho Penna Rodrigues, que realizou uma exposição intitulada “Saúde como Direito”; Solane Maria Costa, assessora técnica do COSEMS/RN apresentou uma palestra sobre a “Consolidação dos Princípios do SUS” e Terezinha Guedes Rêgo de Oliveira, secretária adjunta da Secretaria Municipal de Saúde de Natal/RN, apresentou o tema “Financiamento do SUS”.

Vinte delegados foram eleitos na Conferência Municipal e 12 propostas foram escolhidas para participar da Conferência Estadual de Saúde. Os delegados fazem parte dos grupos de gestão, usuários e profissionais da rede municipal de saúde macaibense. Na etapa estadual, serão eleitos os delegados para a Conferência Nacional de Saúde, que será realizada em agosto deste ano.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

O distrito de Traíras sediou a quarta é última das pré-conferências promovidas pelo Conselho Municipal de Saúde que antecipam a 9ª Conferência Municipal de Saúde de Macaíba que será realizada amanhã, quinta-feira (28). O evento foi realizado na tarde desta terça-feira (26) e discutiu propostas para melhorar a rede de saúde local, elegendo delegados para fazer parte da edição municipal.

As propostas apresentadas nas pré-conferências serão discutidas na Conferência Municipal do dia 28, que tem como tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”. Os outros locais que sediaram as pré-conferências foram os distritos de Cajazeiras, Mangabeira e Canabrava.

A referida conferência é o fórum de debate entre a sociedade representada por intermédio de instituições de governo, entidades de trabalhadores de saúde e usuários do SUS. O objetivo é avaliar a situação de saúde do Município, propor novas diretrizes da política de saúde, fortalecer o Controle Social no SUS, definir e priorizar propostas para aprimorar os serviços de saúde, proporcionando à população melhor qualidade de vida.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

O secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, acompanhado de coordenadores da pasta, reuniu-se com a secretária de Esporte e Lazer do estado, Arméli Brennand, e a subsecretaria da Cidadania e da Mulher, Carla Tatiane, na manhã desta sexta-feira (22).

Durante o encontro foram discutidas ações e políticas de saúde voltadas para as mulheres, juventude, LGBTs, portadores de necessidades especiais, negros e índios, já realizadas pelo estado e meios para fortalecê-las.

“Iniciamos esse diálogo exatamente com a proposta de construir políticas públicas intersetoriais, respeitando a transversalidade e desenvolvendo projetos em Natal, Região Metropolitana e, principalmente, regionalizando-os”, apontou Arméli. Ainda de acordo com a secretária, na reunião já foram definidos novos encontros para dar andamento às ações.

Informações e foto do Portal do Governo do RN

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Brasil perderá o certificado de paíse livre do sarampo. O Ministério da Saúde informou, nesta terça-feira (19), à Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) o registro de um caso de sarampo endêmico no Pará, em 23 de fevereiro deste ano. Desta forma, o país iniciará um plano com duração de um ano para retomar o statu. Com isso, o Brasil perderá a certificação de país livre da doença e iniciará o plano para retomar o título, concedido pela Opas em 2016, dentro dos próximos 12 meses, segundo o ministério.

Em comunicado, o ministro Luiz Henrique Mandetta informou que as taxas de vacinação caíram muito nos últimos anos e precisam voltar ao patamar de 95%. “Nosso plano consiste em encaminhar medidas importantes ao Congresso Nacional, como a exigência do certificado de vacinação, não impeditiva, de ingresso na escola e no serviço militar. Reforçaremos, ainda, o monitoramento da vacinação, por meio dos programas de integração de renda e como norma para os trabalhadores de saúde”, disse. O ministro acrescentou que uma secretaria será criada para monitorar os índices de imunização no país.

Outra medida é a veiculação de uma campanha, em abril, para estimular a vacinação contra a doenças no estados do Amazonas, Roraima e Pará, que, desde o ano passado, registram a transmissão ativa do vírus. O foco da imunização são crianças de seis meses a menores de cinco anos, público com menor indicador imunização e mais vulnerável.

Sarampo

De acordo com o Ministério da Saúde, até 19 de março deste ano, 48 casos de sarampo foram confirmados no Brasil, sendo 20 importados e 28 endêmicos. Dos casos endêmicos, 23 foram registrados no Pará e cinco no Amazonas.

Em 2018, o país teve 10.326 casos da doença, com pico em julho (3.950 casos).

A vacina contra o sarampo está disponível nos postos de saúde.

A doença provoca infecções respiratórias, otites, diarreia e doenças neurológicas. Algumas das sequelas são redução da capacidade mental, cegueira, surdez e retardo do crescimento. Nos casos mais graves, o sarampo pode levar à morte.

O Brasil recebeu o certificado, em 2016, após a Opas ter considerado que o país havia eliminado a doença. No ano anterior, o país havia registrado os últimos casos da doença.

Agência Brasil

Foto: Elpídio Jr

George Antunes acrescentou que inicialmente a ampliação da rede não será possível, pois além da falta de recursos, a prioridade é recuperar as unidades desgastadas

A Comissão de Saúde da CMN recebeu, em audiência pública o secretário municipal de Saúde, George Antunes de Oliveira, para a leitura do relatório do 3º quadrimestre de 2017. O relatório é uma prestação de contas da gestão do Sistema Único de Saúde.

“O orçamento da saúde do ano de 2017 é o mesmo de 2019. Percebemos um quadro de muitas dificuldades, como a diminuição da participação federal, a perda de 11 médicos do programa “Mais Médicos”, disse o vereador Fernando Lucena (PT), presidente da Comissão.

Lucena defendeu mais rigor na implantação do cartão do SUS na capital potiguar. “As prefeituras dos interiores compram ambulância e mandam os pacientes para Natal, retirando a vaga do natalense que paga seus impostos e mora aqui. Nós vamos exigir mais rigor para que o dinheiro, que é pouco, possa atender toda a população de Natal. Esse é o objetivo de todos nós que defendemos um SUS forte”, concluiu o parlamentar.

O Secretário de Saúde enumerou os problemas enfrentados pelo setor. “A gestão atual está trabalhando para colocar as unidades básicas de saúde em funcionamento, terminando algumas que já começamos. Porém, temos dois problemas gravíssimos: mão de obra para fazer essas unidades funcionarem e recursos financeiros para custear”, explicou George Antunes. O Secretário da SMS acrescentou que inicialmente não será possível a ampliação da rede, pois além da falta de recursos, a prioridade é recuperar as unidades desgastadas.

O vereador Cícero Martins (PSL) cobrou investimentos no setor de odontologia. “Em Natal, no Centro Especializado de Odontologia, não tem uma pessoa fazendo prótese, por falta de um simples contrato. Nós precisamos fazer com que a odontologia de Natal seja elevada ao patamar que o cidadão natalense merece”, afirmou o vereador.

Outro assunto debatido na audiência foi a situação da Unidade Básica de Saúde do conjunto Alto da Torre, no bairro da Redinha. A UBS está pronta há 8 meses, mas não foi entregue à população. O presidente da Associação Comunitária do Conjunto dos Garis, Everaldo Barros, falou sobre os problemas enfrentados pelos moradores do bairro. “Precisamos de um vigia na unidade porque vândalos estão depredando. Além desse problema, existe também a dificuldade de atendimento em outras unidades.

O morador do Conjunto dos Garis e do Alto da Torre tem que se deslocar para a unidade de Pajuçara e, muitas vezes, não é atendido”, comentou Everaldo.

“Nós demos o prazo de 30 dias para a retomada da obra da UBS do Alto da Torre. Cancelamos o contrato com a empresa vencedora e firmaremos contrato com a segunda colocada na licitação para dar andamento às obras”, afirmou George Antunes.

“Esperamos que esses 30 dias não se prolonguem por 3 meses, 6 meses, evitando que a comunidade fique desassistida”, destacou o vereador Preto Aquino (Patriota).

Via Agora RN

Foto: Divulgação/Alesp

Até o final de março deste ano, o Ministério da Saúde vai enviar mais de três milhões de Cadernetas de Saúde da Criança – Passaporte da Cidadania aos estados e ao Distrito Federal. Ao recebê-las os gestores devem distribuir os documentos nas maternidades públicas e privadas e também nas unidades básicas  de saúde

Na caderneta os responsáveis reúnem todos os dados da criança que vão desde nome, telefone e endereço, até referências da certidão de nascimento, do cartão SUS e outros. No documento, os pais também podem consultar o calendário básico de vacinação da criança, dicas de amamentação e alimentação. E deixar registrado informações de consultas de saúde bucal, saúde ocular e auditiva. Além de acompanhar o gráfico de crescimento e peso dos filhos desde o nascimento até os nove anos de idade.

O ideal, é que o documento acompanhe a criança em todas as consultas. E os dados devem ser compartilhados com os profissionais de saúde responsáveis pelos atendimentos. A distribuição da caderneta é gratuita e até o final deste mês estará em todos os estados brasileiros, exceto no Paraná – já que o estado optou por imprimir os documentos dentro do próprio estado.

Agência do Rádio Brasileiro

Foto: Divulgação/Prefeitura de Farroupilha (RS)

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) suspendeu nesta sexta-feira (1º) a venda de 46 planos de saúde. A proibição começa a valer em 11 de março e tem como objetivo melhorar o serviço oferecido aos consumidores. Esses planos só poderão voltar a ser comercializados quando as operadoras corrigirem falhas e comprovarem as melhorias.

Para definir quais planos teriam a venda suspensa, a ANS usou os resultados trimestrais do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha o desempenho do setor para a proteção de beneficiários. No último período, foram registradas reclamações sobre cobertura, prazo e rede de atendimento dos planos operados por 13 empresas. A relação completa pode ser conferida aqui.

Liberação

Ainda nesta sexta-feira (1°), a ANS liberou a comercialização de sete planos de saúde de duas operadoras que estavam suspensas em decisões anteriores. A retomada das vendas desses serviços também foi marcada para 11 de março.

Na manhã desta sexta-feira (01/03), a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social, promoveu o “Carnaval da Prevenção”, um evento simbólico com o intuito de incentivar a prevenção e a promoção de saúde da população, com foco no combate às doenças sexualmente transmissíveis como AIDS, Sífilis e Hepatites.

Na ocasião, profissionais das duas pastas, usuários dos serviços e populares se reuniram e fizeram um percurso iniciando por importantes vias como Nair Mesquita, Professor Caetano e Doutor Pedro Matos, com término no Centro de Convivência do Idoso (CCI). Ao longo do percurso, eram transmitidas informações sobre a prevenção dessas doenças, assim como distribuídos preservativos para a população. Também foi destacada a questão do combate à violência de gênero.

Serviço de Atenção Especializada

A Prefeitura Municipal de Macaíba, por meio da Secretaria Saúde, conta com um serviço que é referência em todo o Rio Grande do Norte, o SAE (Serviço de Atenção Especializada em DST/AIDS e hepatites virais).

O SAE disponibiliza para toda a população testes rápido de HIV/AIDS, Sífilis e Hepatite B e C, além do acompanhamento dos tratamentos dos pacientes soropositivos, distribuição de terapia antirretroviral (coquetel) e distribuição de preservativos.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

O distrito Cajazeiras recebeu a primeira das pré-conferências promovidas pelo Conselho Municipal de Saúde. O encontro aconteceu no Salão Paroquial da Capela local e reuniu propostas para a melhoria dos serviços de Saúde no distrito. Na reunião, oito delegados foram escolhidos para representar o local na 9ª Conferência Municipal de Saúde que será realizada no próximo dia 28 de março.

A equipe de delegados é composta por dois trabalhadores da saúde, dois gestores/prestadores de saúde e quatro usuários da rede municipal de Saúde macaibense. As propostas serão discutidas na Conferência Municipal que terá o tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”. Os distritos Mangabeira, Traíras e Canabrava serão os próximos a receberem pré-conferências..

A Conferência é o fórum de debate entre a sociedade representada por intermédio de instituições de governo, entidades de trabalhadores de saúde e usuários do SUS. O objetivo é avaliar a situação de saúde do Município, propor novas diretrizes da política de saúde, fortalecer o Controle Social no SUS, definir e priorizar propostas para aprimorar os serviços de saúde, proporcionando à população melhor qualidade de vida.

Todos os participantes da Conferência de Saúde podem se candidatar a delegado e, se eleito, representará o seu segmento na etapa subsequente da Conferência. A eleição de delegados segue o critério da paridade, ou seja, 50% dos delegados eleitos devem ser do segmento dos usuários, 25% de trabalhadores de saúde e 25% do segmento gestor/prestador de serviço.

Uma vez eleitos na etapa municipal, os delegados participam da etapa estadual, e nesta outra etapa, serão eleitos os delegados para a etapa nacional, seguindo o mesmo critério de paridade. Confira as datas das próximas pré-conferências e da Conferência:

* Dia 12/03/2019 – Mangabeira (13h) – Educandário Venera Dantas;

* Dia 19/03/2019 – Traíras (13h) – CERU;

* Dia 26/03/2019 – Canabrava (13h) – CEMEI Damiana França;

* Dia 28/03/2019 – 9ª Conferencia Municipal de Saúde (8h) – Arco-íris Recepções.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O número de casos prováveis de dengue registrados no Brasil em janeiro deste ano mais que dobrou em comparação ao mesmo período de 2018. De acordo com o Ministério da Saúde, até o dia 2 de fevereiro, o aumento era de 149%, passando de 21.992 para 54.777 casos prováveis – uma incidência de 26,3 casos por 100 mil habitantes.

Ainda segundo a pasta, foram registradas, até o momento, cinco mortes provocadas pela doença, sendo uma no Tocantins, uma em São Paulo, duas em Goiás e uma no Distrito Federal. Em 2018, foram notificados 23 óbitos por dengue.

Por meio de nota, o ministério avaliou que os dados epidemiológicos alertam para a necessidade de intensificação das ações de eliminação de focos do Aedes aegypti em todas as regiões do país. “São ações que envolvem gestores estaduais, municipais, governo federal e a população”.

Informações da Agência Brasil

Matéria completa aqui: http://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2019-02/casos-de-dengue-no-brasil-aumentam-149-em-janeiro-deste-ano

O Conselho Municipal de Saúde de Macaíba promove uma série de pré-conferências de Saúde nos distritos Cajazeiras, Mangabeira, Cana Brava e Traíras, nos meses de fevereiro e março deste ano. O primeiro encontro será na próxima terça-feira (26), no distrito Cajazeiras, às 13h, no Salão Paroquial que fica atrás da Capela local.

O objetivo é escolher participantes para 9ª Conferência Municipal de Saúde, que será realizada no próximo dia 28 de março, no Arco-íris Recepções. O tema desta edição da Conferência é “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS”. A Conferência Municipal de Saúde é o fórum de debate, entre todos os segmentos da sociedade representada por intermédio de instituições de governo, entidades de trabalhadores de saúde e usuários do SUS.

O objetivo da Conferência é avaliar a situação de saúde do Município, propor novas diretrizes da política de saúde, fortalecer o Controle Social no SUS, definir e priorizar propostas para aprimorar os serviços de saúde, proporcionando à população melhor qualidade de vida.

Todos os participantes da Conferência de Saúde podem se candidatar a delegado e, se eleito, representará o seu segmento na etapa subsequente da Conferência. A eleição de delegados segue o critério da Paridade, ou seja, 50% dos delegados eleitos devem ser do segmento dos usuários, 25% de trabalhadores de saúde e 25% do segmento gestor/prestador de serviço.

Uma vez eleitos na etapa municipal, os delegados participam da etapa estadual, e nesta outra etapa, serão eleitos os delegados para a etapa nacional, seguindo o mesmo critério de paridade.

Confira as datas das pré-conferências e da Conferência:

* Dia 26/02/2019 – Cajazeiras (13h) – Cajazeiras – Salão Paroquial (por trás da Capela);

* Dia 12/03/2019 – Mangabeira (13h) – Educandário Venera Dantas;

* Dia 19/03/2019 – Traíras (13h) – CERU;

* Dia 26/03/2019 – Canabrava (13h) – CEMEI Damiana França;

* Dia 28/03/2019 – 9ª Conferencia Municipal de Saúde (8h) – Arco-íris Recepções.

Informações da Assecom-PMM

Fotos: Márcio Lucas

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), realizou um novo mutirão de cirurgias odontológicas no Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), unidade de referência na região, na manhã do sábado (23), na sede do referido centro.

De acordo com Fernando Leal, coordenador do CEO, este mutirão foi o primeiro do ano e alcançou a marca de 35 procedimentos cirúrgicos, e a pretensão da SMS de Macaíba é realizar 6 mutirões em 2019. Para efeitos de comparação, houve 3 mutirões no ano de 2018.  O principal objetivo desses mutirões é atender a demanda reprimida gerada pela crescente procura por atendimento na unidade. Eles são conduzidos por funcionários do CEO e membros da equipe de cirurgia da Universidade Potiguar (UnP).

“Conheci o CEO depois de que minha filha foi fazer uma extração de dente e me indicaram aqui. Hoje, ela concluiu o tratamento. Gostei muito do atendimento, tô satisfeita. Iria até fazer particular, mas preferi aqui.”, relatou a senhora Maria Rosa, mãe de uma paciente atendida durante este mutirão de sábado.

Sobre o CEO

O CEO funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h. No local são realizados os atendimentos especializados nas áreas de periodontia (doenças das gengivas), endodontia (tratamento de canal), cirurgias orais menores, diagnóstico oral e biopsias, próteses dentárias, atendimento a pacientes com necessidades especiais, dentística especializada (restaurações complexas), além da realização de radiografias orais.

Informações da Assecom-PMM