O projeto Sesc Saúde da Mulher em Macaíba ainda tem vagas para exames preventivos que podem ser feitos imediatamente após a apresentação da documentação requerida, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para ser atendida, é preciso procurar a unidade móvel do Sesc no estacionamento da Prefeitura de Macaíba com os seguintes documentos (originais e cópias): RG, CPF, Cartão do SUS (Macaíba) e Comprovante de residência (Macaíba).

O atendimento foi estendido e prossegue até o dia 19 de dezembro. O público-alvo para o exame preventivo é formado por mulheres de 25 a 64 anos.

Prefeitura de Macaíba (Via Instagram)

A empresa responsável pela realização do novo concurso público da Prefeitura de Macaíba, Consulpam Consultoria, publicou na manhã desta segunda-feira (10/12) o novo calendário de inscrições do certame. Conforme a publicação, o novo período para a realização de inscrições é 10 de dezembro de 2018 a 10 de janeiro de 2019.

As inscrições custam R$ 85,00 para nível médio e R$105,00 para nível superior e são feitas exclusivamente pela internet, após o candidato ler e aceitar as condições do edital. São mais de 600 vagas sendo ofertadas juntando os níveis médio e superior, principalmente para as áreas de Saúde, Educação e Assistência Social.

Isenções

É importante ressaltar que os candidatos que pretendem solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição, devem preencher os requisitos que constam no Capítulo II, item 19, do Edital. Além de preencher normalmente a ficha de inscrição no site www.consulpam.com.br, o candidato deverá enviar via Sedex ou por carta, com Aviso de Recebimento, ou entregar pessoalmente no Instituto Consulpam, situado à Av. Evilásio Almeida Miranda, 280; Bairro Edson Queiroz – Fortaleza-CE. CEP: 60.834-486, a documentação exigida.

Entre os candidatos que poderão solicitar a isenção da taxa de inscrição estão os doadores de sangue; convocados e nomeados pela Justiça Eleitoral do RN para trabalhar em pelo menos duas eleições, consecutivas ou não; e membros de família de baixa renda. Além do Comprovante de Inscrição e das comprovações exigidas, os mesmos devem enviar o ANEXO VII – SOLICITAÇÃO DE ISENÇÕES, constante da página 125 do EDITAL 001/2018 – RETIFICADO.

É importante ressaltar que o prazo para solicitar as isenções termina amanhã, terça-feira (11/12).

Assecom-PMM

O prefeito Fernando Cunha foi homenageado com uma camisa do Cruzeiro de Macaíba, bicampeão estadual de futsal, pelo presidente do Conselho Deliberativo do clube, Naxson Raley Palhares, nesta segunda-feira (10), no Palácio Auta de Souza

Na oportunidade, Naxson destacou a importância do apoio da Prefeitura, na administração do prefeito, para o ano vitorioso do clube macaibense. Além do título nas quadras, o Azulão venceu o Campeonato Estadual de Futebol Feminino e disputou a Segunda Divisão do Campeonato Potiguar de Futebol e a Taça Brasil de Futsal.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), só vai devolver o pedido de habeas corpus de Lula para votação na Segunda Turma da Corte em 2019, informa o blog de Lauro Jardim, de O Globo. Dessa forma, Sérgio Moro poderá tomar posse no Ministério da Justiça sem o STF julgar se sua decisão de prender o ex-presidente foi ou não parcial.

Com isso, Lula passará Natal e Ano Novo preso em Curitiba, onde estão sendo organizadas inúmeras manifestações de militantes. A partir desta segunda-feira (10), Dia Mundial dos Direitos Humanos, o Comitê Nacional Lula Livre começa as jornadas pela liberdade do ex-presidente.

Um grande ato foi convocado para a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, às 18 horas desta segunda, que deverá contar com a presença de representações políticas de vários países.

Os movimentos sociais realizarão, também, ações de solidariedade em todo o Brasil para reiterar a denúncia da injustiça cometida contra o ex-presidente, preso há mais de oito meses na sede superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. Serão atos públicos, panfletagens, lançamentos de comitês e outras ações para exigir sua liberdade.

“Faremos atividades de solidariedade ao presidente Lula em todo país no próximo dia 10 e conclamamos a sociedade a se mobilizar contra esse processo injusto que perseguiu e prendeu nossa maior liderança política”, destaca João Paulo Rodrigues, representante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Brasil de Fato

O prefeito de Macaíba, Dr. Fernando Cunha, prestigiou a Missa de Encerramento dos festejos à Santa Padroeira, Nossa Senhora da Conceição, celebrada no início da noite do sábado (08/12), na praça da matriz. Os festejos foram iniciados no dia 28 de novembro. Antes dessa missa, foi realizada uma grande procissão reunindo milhares de fiéis pelas principais ruas do centro da cidade.

Acompanhando o gestor municipal estavam o presidente da Câmara Municipal, vereador Gelson Lima, e os secretários: Marcelo Augusto (Cultura e Turismo), Gisleyne Karla (Saúde), Francisco Maia (Agricultura, Pecuária e Pesca) e Domingos Sávio (Educação).

Fotos: Marcelo Augusto

As inscrições para o concurso estão abertas. Acesse o site da empresa responsável pelo processo e veja o edital retificado com os novos prazos https://consulpam.com.br/index.php?menu=concursos&acao=ver&id=129.

Para mais informações sobre o concurso, por favor, entre em contato com a empresa pelos números de telefone (85) 3224-9369 / 3239-4402 ou pelo e-mail contato@consulpam.com.br

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT-RJ), foi preso na manhã desta segunda-feira por policiais civis e por integrantes do Ministério Público do Estado do Rio, em uma operação batizada de Alameda. Agentes chegaram ao prédio em que ele mora, em Santa Rosa, por volta das 6h. Duas horas depois, o prefeito foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio. O esquema envolvia o pagamento de propina por empresários so setor de transportes a agentes públicos da cidade. De acordo com a investigação do MP-RJ e da Polícia Civil, entre os anos de 2014 e 2018, foram desviados aproximadamente R$ 10,9 milhões dos cofres públicos para pagamentos ilegais. A ação é um desdobramento da Operação Lava Jato no âmbito estadual.

Além de Rodrigo Neves, foram presos o ex-secretário municipal de Obras do município Domício Mascarenhas de Andrade e os empresários João Carlos Félix Teixeira, presidente do consórcio TransOceânico e sócio da Viação Pendotiba, e João dos Santos Silva Soares, presidente do consórcio Transnit e sócio da Auto Lotação Ingá. Todos foram levados para a Cidade da Polícia. O grupo é acusado de integrar uma organização criminosa para a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva.

A operação foi baseada na delação premiada do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça , com o Ministério Público Federal e do compartilhamento de provas autorizado pela 7ª Vara Federal.

Todos os acusados responderão por peculato e corrupção ativa e passiva.

Na sede da Prefeitura de Niterói, no Centro da cidade, também foram realizadas buscas no gabinete de Rodigo Neves. O delegado Adilson Palácio, da DRCPIM deixou o local com um malote contendo documentos. Por volta das 10h, integrantes do MP que estavam na prefeitura deixaram o prédio. Com a saída deles, o acesso de funcionários foi liberado.

Outras equipes foram deslocadas para as sedes de oito empresas de ônibus que prestam serviço no município. Além disso, são alvos também escritórios dos consórcios Transoceânico e Transnit, e do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj).

A operação é executada pela da Polícia Civil, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e pela Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI), ambos do MP.

Após prisão, prefeito Rodrigo Neves diz estar perplexo e nega ter recebido propina

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), negou ter recebido propina e se disse perplexo com a sua prisão na manhã desta segunda-feira (10). Ele afirmou que desconhece as acusações e contou que seus sigilos estão abertos para provar que ele não recebeu nenhum tipo de propina. “Eu realmente estou absolutamente perplexo”, disse Neves ao chegar na Cidade da Polícia, na Zona Norte do Rio.

“Trabalho desde os 18 anos de idade, 20 anos de vida pública, não viajo pro exterior, tenho três filhos lindos, fecho minhas contas como qualquer cidadão de classe média, vivo em um imóvel simples. Me estranha muito esse tipo de ocorrência”, afirmou o prefeito de Niterói.

Neves alegou que a licitação do sistema de transporte que opera em Niterói é anterior a gestão. Ele disse que unificou a tarifa e que Niterói tem o sistema mais organizado da Região Metropolitana, com mais de 90% dos ônibus com ar.

“Olha, primeiro eu queria destacar que a gente em Niterói teve uma concorrência sobre transporte coletivo anterior à minha gestão. A concorrência foi na gestão anterior. Segundo, em 2013, a primeira decisão que eu tomei foi unificar as tarifas de Niterói pela menor tarifa. Se eu não tivesse feito isso, a tarifa de Niterói hoje seria a mais de R$ 4,50, portanto bem superior à tarifa atual.”

Rodrigo trazia três livros nas mãos quando foi conduzido pela Cidade da Polícia: Memórias da Segunda Guerra – volume 2, de Winston Churchill; Contra os novos despotismos, Norberto Bobbio e a Bíblia.

“Eu não sei nem quais são as acusações. [Recebimento de propina]. Imagina, imagina, se vocês virem minha conta, meu sigilo fiscal tá aberto, o sigilo telefônico tá aberto”, enfatizou Neves.

Segundo os policiais que efetuaram a prisão do prefeito, Neves se descontrolou emocionalmente e pediu para ser atendido por um médico. Ele deixou sua residência, em Santa Rosa, às 8h30.

A Operação Alameda, baseada em delação do ex-dirigente da Fetranspor Marcelo Traça, ainda cumpriu outros três mandados de prisão e 19 de busca e apreensão – como na sede da prefeitura e do sindicato das viações da região. Traça também foi denunciado pelo MP. Os cinco vão responder por peculato e corrupção ativa e passiva.

O prefeito de Niterói é apontado como líder de esquema que cobrava das empresas de ônibus consorciadas do município 20% sobre cada reembolso da gratuidade de passagens.

O benefício é concedido a alunos da rede pública de ensino, idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais. Periodicamente, as viações informam à prefeitura quantos passageiros foram transportados de graça para que o município as pague de volta. Os 20% eram cobrados em cima desse valor.

Com informações de O Globo e G1

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) acabou a prioridade da “imprensa tradicional” na divulgação de informações. Ele divulga nomes de novos ministros, ações, pensamentos, tudo nas suas redes sociais. Quem estiver mais atento dá a informação primeiro. Democratizou o acesso às informações do planalto.

Na noite desse domingo (9), policiais militares do 11° BPM efetuaram a apreensão de um adolescente de 15 anos suspeito de prática de ato infracional análogo a estupro de vulnerável contra uma criança de 11 anos de idade, no Distrito de Mangabeira, em Macaíba.

De acordo com o relato da genitora da vítima, a mesma havia saído de casa para buscar socorro médico para o seu filho que estaria enfermo, deixando a criança de 11 anos sozinho na residência.

Ainda conforme a mãe da criança, nesse período, o adolescente de 15 anos teria entrado em sua residência por uma das janelas e teria estuprado a criança.

No local, os policiais apreenderam o adolescente de 15 anos, suspeito da prática do ato infracional, e conduziram a vítima e sua genitora para a Delegacia de Polícia Civil para realização dos procedimentos legais.

PM/ASSECOM

Getty Images/iStockphoto

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) poderá votar na terça-feira (11) o projeto de lei que propõe o reconhecimento, o fomento e a regulamentação dos esportes eletrônicos (os chamados e-sports) no Brasil (PLS 383/2017).

Os e-sports são as atividades competitivas envolvendo jogos de videogame, computador e outros equipamentos. De acordo com o projeto, o esporte eletrônico, quando praticado de modo profissional, observará regras nacionais e internacionais aceitas pelas entidades de administração do desporto.

Para o autor, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), as disputas esportivas em ambientes virtuais oferecem, assim como os esportes tradicionais, meios de “socialização, diversão e aprendizagem”. O senador aponta que a prática pode contribuir para melhorar a capacidade intelectual e fortalecer o raciocínio e a habilidade motora dos participantes.

O relator na CE, senador José Medeiros (Pode-MT), é favorável à aprovação do projeto sob a forma do substitutivo aprovado na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT). O substitutivo, feito pelo senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), reformulou o texto original para torná-lo mais harmônico com as disposições da Lei 9.615/1998, que institui normas gerais sobre o desporto.

Como o projeto é terminativo na CE, caso aprovado, pode seguir direto para a Câmara dos Deputados, a não ser que haja recurso para análise no Plenário do Senado.

Agência Senado

Quatro médicas que atendiam a população de Nova Odessa (SP) pelo programa Mais Médicos protocolaram na quinta-feira pedidos de refúgio no Brasil. As profissionais não cumpriram a convocação de Cuba para retornar à ilha e, lá, são consideradas desertoras.

Segundo o presidente da subsecção local da Ordem dos Advogados do Brasil, sem apoio das prefeituras onde trabalharam, esses médicos estão batendo às portas da OAB para pedir ajuda. “Algumas cidades fizeram jantares de despedida para os cubanos, disseram que iam apoiar, mas viraram as costas para aqueles que ficaram aqui. Mesmo os que constituíram família não podem exercer a profissão porque não estão sendo readmitidos no Mais Médicos e não têm sequer Carteira de Trabalho para tentar outro ofício”, disse Alessandre Pimentel.

Das oito cubanas que atendiam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Nova Odessa, cinco decidiram ficar no País, mas só uma se casou e regularizou a situação de permanência. Para não serem consideradas clandestinas, a OAB encaminhou os pedidos de refúgio das outras quatro à Polícia Federal, em Piracicaba (SP). “Se forem para Cuba, vão sofrer retaliações. Há orientação do governo cubano de que o médico chamado de volta que não atende à convocação fica oito anos proibido de entrar em Cuba. As autoridades cubanas consideram-nos desertores.”

A cubana Liseti Aguilera, uma das solicitantes, disse que quer revalidar o diploma de médica obtido em Cuba e trabalhar em atenção básica no País. “Vim com a maior boa vontade e encontrei um povo amigo. Quero muito ficar, mas preciso de trabalho até poder fazer a prova.” Suleidys Gonzales, outra cubana, disse que não vai voltar à ilha pela ligação com os pacientes que atendeu em Nova Odessa. “Somos quase como família.”

Em nota, a prefeitura de Nova Odessa informa ter providenciado transporte e acompanhado as cinco médicas que foram requerer a Carteira de Trabalho anteontem. O prefeito Benjamin Vieira (PSDB), diz o texto, entrou em contato com o Ministério das Relações Exteriores para discutir o caso.

Pelo Estado. Em outras cidades, cubanos que se casaram e decidiram ficar no País também enfrentam problemas. “Estamos sendo discriminados, pois saiu edital (para suprir o quadro do Mais Médicos) para os que já têm o CRM (registro no Conselho Regional de Medicina) e outro para formados no exterior. Estão dando prioridade para brasileiros que se formaram no exterior e excluindo a nós, cubanos, que já estávamos trabalhando há três anos, sem reclamação de ninguém”, disse a cubana Lissete Quiñonez, de São Miguel Arcanjo (SP). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo

Um jovem conhecido como ‘Isac’ foi assassinado com tiros de pistola ao amanhecer do dia deste domingo (09) no Centro da cidade de Mossoró, no Oeste Potiguar.

Na mesma ocasião foi baleado, também com tiros de pistola, a pessoa conhecida por Laerte Tomaz de Melo Junior, de 18 anos. O corpo de Isac ficou no meio da Avenida Alberto Maranhão.

Já Laerte foi levado para Unidade de Pronto Atendimento do Grande Alto São Manoel em seguida transferido pelo SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

O delegado Roberto Moura, do Plantão da Polícia Civil, disse que o assassinato pode ter relação com uma discussão que aconteceu entre a vítima e outras pessoas na boate N1.

A boate N1 fica quase em frente ao local que Isac tombou morto na Avenida Alberto Maranhão, ao lado do Shopping Boulevard, no Centro da cidade.

 

O delegado, indagado pelo repórter Alcivan Villar, em vídeo do blog Passando na Hora, declarou que não descarta a possibilidade de o crime ter relação com a guerra de facções.

O corpo da vítima foi removido para exames e identificação oficial na sede do Instituto Técnico-cientifico de Perícia, o que deve acontecer ainda neste domingo, 9.

O caso deve ser investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa de Mossoró. Só em 2018, já foram registrados 230 ocorrências de Condutas Violentas Letais e Intencionais.

Um cobrador de ônibus de 61 anos, identificado como José Ronaldo da Silva, morreu na noite do sábado (08), após ser baleado durante uma tentativa de assalto. O crime aconteceu na BR-304, na altura de Parnamirim, Região Metropolitana. Um homem e uma mulher são suspeitos.

De acordo com a polícia, o cobrador trabalhava para a empresa Viação Riograndense, em um ônibus que sai de Natal em direção a Nova Cruz e Lagoa de Pedras. O homem e a mulher suspeitos entraram no ônibus e, quando passaram em frente à fábrica de refrigerantes Dore, anunciaram o assalto. O cobrador reagiu e foi baleado quatro vezes. Os assaltantes fugiram logo em seguida.

O motorista do ônibus ainda tentou socorrer o cobrador, levando-o ao Samu Metropolitano, em Macaíba, onde chegou vivo e recebeu os primeiros socorros. De lá, o homem foi levado ao Hospital Regional Deoclécio Marques, mas morreu à noite durante procedimento cirúrgico.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse neste sábado (8) que proporá ao Congresso Nacional uma mudança no sistema de votação brasileiro já no primeiro semestre de 2019. Ao participar, por teleconferência, da Cúpula Conservadora das Américas, Bolsonaro disse que o número de votos que recebeu nas eleições deste ano deveria ter sido maior.

“Nós pretendemos votar no primeiro semestre uma boa proposta de sistema de votação no Brasil. Porque eu e muitos entendem que nós conseguimos a vitória porque tínhamos muitos, mas muitos mais votos do que eles [PT], e tivemos uma situação parecida, de um certo equilíbrio”, argumentou.

Sem explicar o projeto, Bolsonaro disse que o objetivo é aperfeiçoar o sistema eleitoral no país. “Não estou aqui fazendo uma afirmativa. A desconfiança da possibilidade de fraude é uma coisa na cabeça de muita gente aqui no Brasil. Não é porque nós ganhamos agora que devemos confiar nesse processo de votação. Queremos é aperfeiçoar. Na verdade, nós temos sempre que nos aperfeiçoar porque eles [oposição] não dormem no ponto. Eles não perdem por esperar para mudar o destino do nosso Brasil”, disse.

O presidente eleito justificou as críticas ao sistema eleitoral ressaltando que “o que está em jogo não é o sucesso ou o fracasso” do seu mandato, mas “o fracasso ou o sucesso do Brasil”. “E o que está em jogo é a nossa liberdade. Nós sabemos das armas que eles usam para atingir o seu objetivo”, declarou.

“Ou mudamos agora o Brasil, ou o PT volta, com muito mais força do que tinha no final do governo Dilma Rousseff. Então, há uma preocupação sim, por parte de muita gente, por parte de outros partidos”, completou.

Informações e foto da Agência Brasil

Em reação à decisão tomada na quinta-feira pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, que mandou suspender a aplicação de multas pelo descumprimento da tabela do frete até que a corte decida se a fixação de preços é ou não constitucional, grupos de caminhoneiros passaram a discutir uma possível paralisação. Assembleias estavam marcadas para a noite de ontem e hoje.

A data mais provável, se o movimento for deflagrado, é a noite do próximo domingo, 9. Alguns integrantes estavam preocupados com o risco de o movimento atrapalhar a diplomação do presidente eleito, Jair Bolsonaro. Existe também a possibilidade do dia 21, no início do feriadão de Natal.

Antes de decidir pela paralisação, o movimento aguardava, basicamente, o desenrolar de negociações que estavam em curso em Brasília. Logo pela manhã desta sexta, um grupo de caminhoneiros esteve na Advocacia Geral da União (AGU) para pedir que o governo entrasse com recurso contra a decisão de Fux. “Eles vão entrar no STF para rebater isso, porque é preciso manter a caneta do presidente”, disse Wallace Landim, o “Chorão”, presidente da Cooperativa dos Transportadores Autônomos do Brasil (BrasCoop).

À noite, a AGU informou em nota que estuda a melhor forma de reverter a decisão. Após a conversa com o governo, o grupo informou à base que, embora Fux tenha suspendido a aplicação de multas, a tabela está em vigor. “É não carregar abaixo do piso mínimo”, disse Chorão.

Enquanto as multas não são aplicadas, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pode continuar com as fiscalizações e notificar quem estiver fora da tabela. Essa notificação servirá, posteriormente, para o caminhoneiro ingressar na Justiça e reivindicar uma indenização no equivalente ao dobro da diferença entre a tabela e o preço praticado.

A preferência dos líderes mais antigos e das grandes associações é não fazer uma nova paralisação. Mas eles não têm total controle sobre a base e admitem o risco de o movimento tomar corpo por si só, como ocorreu em maio deste ano.

“Apesar de sermos contrários a uma nova paralisação geral, não podemos nos opor à decisão dos caminhoneiros os quais representamos”, disse a divulgada pela Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), em nota. “A situação está insustentável e não sabemos até quando será possível conter a categoria e evitar uma nova paralisação” A Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), também em nota, disse que a decisão de paralisação é dos caminhoneiros e que “sempre apoiará o que a categoria decidir.”

Outra saída defendida pelos caminhoneiros é uma pressão sobre a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para que ela antecipe a entrada em funcionamento de um sistema eletrônico de fiscalização; asuim, um documento obrigatório, só será emitido se o preço do frete estiver de acordo com os pisos mínimos. Dessa forma, não seria mais necessário fiscalização ou multas.

Agência Estado

Após protagonizar um bate-boca com Eduardo Bolsonaro no grupo de WhatsApp do PSL, em conversa vazada à imprensa, a deputada eleita Joice Hasselmann teria voltado à plataforma para pedir desculpas aos colegas. Segundo a revista Veja, a decisão teria sido motivada pela constatação de que a parlamentar estaria isolada no partido.

Joice foi chamada de “sonsa” por Eduardo, que também mencionou sua suposta “fama de louca”. Ela retrucou dizendo que o filho do presidente eleito era “infantil”. A futura parlamentar chegou a afirmar, ainda, que pensava em processar o colega Major Olímpio, que a acusara de ser a responsável pelo vazamento da conversa.

Neste sábado, durante a Cúpula Conservadora das Américas, Eduardo amenizou a questão ao dizer que desentendimentos ocorrem em todos os partidos, e que em breve deverá fazer as pazes com a colega.

NOTÍCIAS AO MINUTO

A tentativa de PDT , PSB e PCdoB de se descolar do PT e ganhar o protagonismo da centro-esquerda passa por uma aposta: o progressivo enfraquecimento político do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, encerrada a eleição.

Líderes desses partidos admitem que o ex-presidente mostrou força política na disputa pela Presidência da República. Atribuem a ele o mérito pela chegada de Fernando Haddad (PT) ao segundo turno. Preveem, no entanto, que Lula, preso em Curitiba, irá perder cada vez mais musculatura.

Integrante da ala do PSB crítica ao PT, um deputado diz que, nos últimos anos, Lula foi o principal responsável por conseguir barrar tentativas do partido de “bater asas”. Avalia que, graças à articulação do ex-presidente, o PSB não apoiou Ciro Gomes (PDT) este ano.

Enquanto parte do PSB pressionava a direção partidária a apoiar Ciro, o PT garantiu a “independência” do antigo aliado na corrida presidencial ao apoiar a reeleição do governador Paulo Câmara (PSB) em Pernambuco.

Embora ainda dividido, o partido caminha agora para ter maioria contrária à união com o PT. Esse parlamentar diz que Lula estar “fora de circulação” ajudou na aproximação com PDT, PCdoB e outros partidos.

“Oposição construtiva”

Sob a liderança dos irmãos Ciro e Cid Gomes, líderes dessas legendas têm se reunido semanalmente para fechar blocos na Câmara e no Senado. Dizem que vão fazer uma “oposição construtiva”, diferente da que o PT comanda contra Michel Temer (MDB).

Presidentes das siglas dizem, porém, que é prematuro dizer que o ex-presidente está fora do jogo político.

— Ele mostrou força eleitoral. Lula colocou no segundo turno um poste sem luz, que era Haddad. Mas com o tempo, na situação que ele está, a tendência é se enfraquecer — diz o presidente do PDT, Carlos Lupi.

No comando do PSB, Carlos Siqueira diz que “é preciso esperar para ver se o tempo confirmará a redução (do poder político de Lula)”. Mas pondera que “as lideranças não são eternas” e o ex-presidente já está com a atuação política “limitada”.

— Há uma limitação. É uma pessoa que sequer pode conversar com os líderes de muitas agremiações porque está preso. No mínimo, está com ação limitada porque não tem como se comunicar — comenta.

Embora admitam reservadamente insegurança sobre o futuro do “lulismo”, petistas negam o enfraquecimento do ex-presidente no próprio partido. Dizem que vão manter a bandeira “Lula livre”. Atribuem a ele o “reerguimento” da legenda pós-2016.

Naquele ano, o PT enfrentou uma série de derrotas. Entre elas, o impeachment da então presidente Dilma Rousseff; a condução coercitiva de Lula, considerada o início do caminho que o levou à prisão; e o encolhimento nas eleições municipais, com perda de várias prefeituras importantes , como São Paulo.

Para dirigentes petistas, foi a “inteligência política” do ex-presidente que reergueu o partido. Enquanto as denúncias contra ele e o PT avançavam, Lula intensificava o discurso de que se tratava de uma estratégia para impedi-lo de voltar ao comando do país.

Por não ter nenhuma liderança com o mesmo peso para substituí-lo, diz um antigo companheiro do ex-presidente, o PT continuará se fiando em Lula, enquanto tenta traçar o caminho da renovação de quadros.

O GLOBO

Agentes da Delegacia de Polícia Civil de Nísia Floresta, sob o comando do Delegado Marcelo Aranha, prenderam na manhã de hoje Franklin Andrade do Nascimento, vulgo “Frank”, acusado de atirar em um Guarda Municipal e sua esposa, na Praia de Piranbuzios, em Nísia Floresta, no dia 03/12/18.
No dia do fato, Franklin estava acompanhado de Luiz Paulo da Silva Azevedo, v. “Netinho”, que foi baleado no momento do crime e preso em flagrante, porém Franklin estava foragido até o dia de hoje.
Logo após o crime, as investigações deram conta de que Franklin seria o segundo autor do crime, razão pela qual o Delegado de Nísia Floresta requereu imediatamente sua prisão, que foi prontamente deferida pelo Juiz da Comarca.
O Delegado salientou que Nísia Floresta vive novos tempos na polícia, e que o município não é mais um bom local para a prática de crimes. “Qualquer um que cometa delitos em Nísia Floresta será prontamente investigado e pagará pelos seus atos!”, completou Dr. Marcelo Aranha.
A Delegacia de Polícia Civil de Nísia Floresta conta com o auxílio da população por meio do disque-denúncia/WhatsApp n° 98118-7675 ou 181 para prender ou investigar qualquer meliante que venha tirar o sossego dos moradores de Nísia Floresta.

A defesa do empresário Joesley Batista, dono da JBS, solicitou que a Polícia Federal instaure um inquérito para investigar ameaças que o executivo afirma ter sofrido ao longo da semana passada, após prestar depoimento como testemunha de acusação contra os ex-presidentes da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves e o operador Lúcio Funaro.