Saúde Arquivo

Com o objetivo de oferecer mais conforto aos usuários e um atendimento cada vez melhor, além de aprimorar os espaços de suas unidades de saúde, a Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura – SMIN, inicia uma nova série de reformas nos postos de saúde de sua rede.

O primeiro deles é o das Campinas, que está ganhando uma nova roupagem com os serviços realizados pela gestão municipal, que variam desde a troca das instalações elétricas e hidráulicas, troca de portas, pintura, acabamento, até a otimização dos ambientes.

Outros postos de saúde serão reformados. Conforme informações titular da SMIN, Francisco William, o próximo a receber esses serviços é o da comunidade Bela Vista.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Sancionada nessa sexta-feira (9), lei vale também para os medicamentos sujeitos ao controle sanitário especial

As receitas de medicamentos serão válidas em todo o território nacional, independentemente da unidade da federação em que forem emitidas. É o que determina a Lei nº 13.732, sancionada nesta sexta-feira (9) pelo presidente Michel Temer.

O texto sancionado altera a Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973, que trata do Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos.

A medida entrará em vigor 90 dias após a sanção e será válida, inclusive, para os medicamentos que estiverem sujeitos ao controle sanitário especial.

Portal Brasil

A Unidade de Pronto Atendimento de Macaíba 24h (UPA) foi requalificada pelo Ministério da Saúde do Governo Federal pela efetividade e qualidade dos serviços prestados. A requalificação da UPA é válida por três anos e garante a manutenção dos repasses de R$ 70 mil mensais que a Unidade recebe do Governo. No dia 29 de outubro de 2018, foi realizada a visita da equipe técnica do Ministério. A avaliação considerou a cobertura do SAMU, a comprovação do desenvolvimento de atividades de educação permanente, cobertura da atenção básica de saúde, entre outros aspectos.

Referência no atendimento em saúde em todo o Rio Grande do Norte, a UPA de Macaíba tem mais de cinco anos de excelentes serviços prestados à população do estado, salvando vidas de Macaíba e de cidades vizinhas como São Gonçalo do Amarante, Natal, Parnamirim e outros municípios. Mais de 400 mil atendimentos já foram realizados desde a sua inauguração. Enquanto centenas de unidades estão fechadas ou com obras inacabadas em todo o Brasil, Macaíba faz a diferença e serve como parâmetro ao manter com eficiência os serviços de sua UPA, com um investimento próprio de mais de 500 mil reais mensais.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM

“Doar sangue é gesto de amor, ato pela vida”, este é o tema da campanha de doação de sangue  que a  Justiça Federal  do RN  realiza dia 8 de novembro, na sede da instituição (Rua Dr. Lauro Pinto, 245, Lagoa Nova), para  magistrados, servidores, colaboradores da seção judiciária e a sociedade em geral.

A campanha, em parceria com o Hemocentro do RN (Hemonorte), visa aumentar o estoque de bolsas de sangue e faz parte do programa de coleta externa, o Hemonorte vai até você.

“A Justiça Federal no Rio Grande do Norte vai muito além da sua função fim. Estamos sempre envolvidos com as causas da nossa gente. Em 2017 fizemos uma grande campanha de incentivo à doação de órgão, agora uma outra causa nos motiva: a doação de sangue. Para isso vamos contar com o envolvimento direto dos nossos colaboradores nesse projeto que é de todos”, destacou o Juiz Federal Marco Bruno Miranda, Diretor do Foro da JFRN.

Podem doar sangue pessoas saudáveis entre 16 e 69 anos de idade ( quem for menor de 18 anos precisa de autorização prévia do responsável legal),  pesar acima de 50kg, repouso mínimo de 6 horas na noite anterior, evitar alimentos gordurosos antes da doação, não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores, vir alimentado e portar um documento oficial com foto.

Informações do HEMONORTE

Relator, o senador Cristovam Buarque (PPS-DF) incluiu na proposta a segurança pública como prioridade da administração pública. Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Com 52 votos favoráveis, nenhum contrário e uma abstenção, o Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (6), o projeto de lei que garante prioridade aos gastos com saúde, educação e segurança na execução orçamentária da União, estados, municípios e Distrito Federal. A proposta segue para análise da Câmara dos Deputados.

Da senadora Rose de Freitas (Pode-ES), o PLS 329/2017-Complementar trata, originalmente, de prioridade inicialmente apenas para as áreas de saúde e de educação, mas o relator na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), senador Cristovam Buarque (PPS-DF), acatou emenda do colega Telmário Mota (PTB-RR) para incluir no texto também a área de segurança pública.

O projeto determina que, ao aprovar o quadro de cotas trimestrais da despesa de cada unidade orçamentária, a administração deverá priorizar as despesas destinadas a essas áreas de serviços públicos, de forma a garantir a observação dos limites mínimos constitucionais.

O resultado é que, não havendo recursos para cobrir todas as despesas obrigatórias, a prioridade recairá sobre as ações e serviços de educação, saúde e segurança. E, em uma possível situação em que as despesas obrigatórias superem a arrecadação, essas serão as últimas áreas a serem cortadas.

Na justificação do projeto, Rose de Freitas salienta que a Carta Magna estabelece, de modo expresso, que a saúde e a educação são “direito de todos e dever do estado”. Observa ainda que o texto constitucional define patamares mínimos das receitas públicas que devem ser aplicadas em cada uma dessas áreas pelos entes federativos. Apesar de todas essas garantias, Rose diz que são frequentes os casos de programas e ações de saúde e educação que são comprometidos ou mesmo paralisados pelo atraso no repasse de recursos.

A matéria recebeu apoio de vários senadores no Plenário, como o próprio relator, Cristovam Buarque, e ainda Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Para eles, o projeto vem preencher uma lacuna jurídica do país e dá mais segurança para a execução orçamentária em áreas sociais tão importantes para toda a população brasileira.

— Com esse projeto, haverá prioridade na execução do orçamento para os gastos na área de educação, saúde e segurança. Se tivéssemos isso há mais tempo, era possível que nossa situação hoje não fosse tão dramática — afirmou Cristovam Buarque.

Agência Senado

Imagem: Reprodução/Canal Saúde

O trabalho inovador do Instituto Santos Dumont (ISD) ganha o Brasil! O Projeto Barriguda, do Centro de Educação e Pesquisa em Saúde Anita Garibaldi (CEPS) foi tema do Programa Canal Saúde na Estrada.

A equipe de reportagem da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) esteve na maior comunidade Quilombola do Rio Grande do Norte, Capoeiras, próxima ao município de Macaíba. Lá eles conheceram as ações de educação em saúde e atendimento pré-natal às gestantes da região. Esse Projeto foi um dos seis premiados na 2ª Conferência Nacional de Saúde da Mulher, em 2017. 

Canal Saúde é um canal de televisão do Sistema Único de Saúde (SUS), criado e gerido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), disponível na multiprogramação da TV Brasil. O programa sobre o Barriguda, com 24 minutos de duração, está disponível no website do canal: https://bit.ly/2yY03Vn

Informações do perfil do Instituto Santos Dumont no Facebook

 

Macaíba atingiu a meta de 90% de cães e 65% dos gatos vacinados contra a raiva em 2018, superando a expectativa prevista pelo Governo do Estado, que era de 85% e 60% para cães e gatos, respectivamente.

Mais de 13 mil animais foram vacinados em todo o município na campanha. Ainda não vacinou o seu melhor amigo ou sua melhor amiga? Procure o Centro de Vigilância em Saúde, que fica na Rua Jessé Pinto Freire (em frente a antiga Mel Borges), das 7h às 17h, de segunda a sexta. O telefone do local é 3271-6574.

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Prevenção ao câncer de mama foi destacada na atividade.

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou uma ação de conscientização da campanha Outubro Rosa, na Estratégia de Saúde da Família do Vilar, na manhã desta terça-feira (30). A iniciativa está sendo realizada em todas as unidades de saúde do município.

Moradoras e moradores da comunidade participaram do evento, que contou com uma palestra sobre prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama, sendo enfatizada a importância do autoexame para identificação da doença. Solicitações de mamografias, exames preventivos e testes rápidos de HIV, sífilis, hepatites B e C também foram disponibilizados para a população durante a ação de saúde.

A moradora Maria Cristiane da Costa, 40, uma das mulheres presentes, destacou a importância da atividade: “Acho muito importante porque a gente aprende como prevenir a doença. Sempre a equipe do posto tem essa preocupação de conscientizar a população”, disse. Arlene Dantas, representante do Grupo REVIVER, organização que trabalha com o objetivo de auxiliar mulheres na prevenção do câncer de mama,  participou da atividade concedendo um depoimento sobre como ela conseguiu superar o câncer.

“Descobri o câncer em 2012 através de um exame de rotina. Passei cinco anos tomando medicação e fiz quimioterapia. O câncer não escolhe cor, sexo, idade, se você é rico ou pobre. É preciso ter qualidade de vida, uma boa alimentação e praticar atividade física. É muito importante dar força a quem está fazendo o tratamento e fazer o exame”, afirmou.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Atividades esportivas fazem parte do processo de reabilitação das crianças.

A Vila Olímpica de Macaíba sediou atividades do Dia Internacional da Espinha Bífida e Hidrocefalia, na tarde desta quinta-feira (25). A ação foi realizada pelo Centro de Saúde Anita Garibaldi, que pertence ao Instituto Santos Dumont em parceria com a Prefeitura de Macaíba. Quinze crianças de diferentes idades e municípios da 7ª Região de Saúde do Rio Grande do Norte atendidas pelo Centro participaram de atividades como vôlei, golbol e bocha adaptada, pela manhã e a tarde.

A equipe multiprofissional do Anita esteve presente. Camila Simão, preceptora multiprofissional e fisioterapeuta do Centro falou sobre a parceria com a Prefeitura e o objetivo da ação. “Sempre tivemos o interesse da parceria com a Vila Olímpica, realizar um trabalho complementar de reabilitação, que a gente realiza no Anita Garibaldi. A ação tem o propósito de trazê-los para ter novas experiências com o esporte. A gente acredita que o esporte é um trabalho complementar muito importante para o processo de reabilitação das crianças”, afirmou.

Juliana Andrade de Castro, mãe do João Gabriel, de 7 anos, uma das crianças assistidas pelo Centro de Saúde, esteve presente na ação e destacou as impressões sobre a Vila: “Maravilha! Fiquei apaixonada! Imagino quando estiver pronto, ainda tem alguns locais para construir”, disse.

Moradora de Parnamirim, ela ainda destacou a opinião. “A gente ficou muito feliz de ver um local que outras crianças podem estar participando de momentos esportivos e lúdicos. Para o dia de hoje está sendo um momento muito especial para nós e eles, com atividades adaptadas”, afirmou.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou uma campanha de combate à Sífilis, na manhã desta sexta-feira (26), no Mercado Público.

Mais de 60 testes rápidos foram realizados na ação alusiva ao Dia Nacional de Combate à doença, celebrado no dia 20 de outubro. Preservativos e lubrificantes também foram distribuídos na ação.

Fotos: Márcio Lucas

Prefeitura de Macaíba (Via Facebook)

Estudo, que teve colaboração do Ministério da Saúde, ainda aponta que álcool, alto teor de açúcar e excesso de peso aumentam a mortalidade em 6,5% por câncer de mama. Pesquisa foi publicada na Revista “Nature”

Uma em cada 10 mulheres vítimas do câncer de mama (cerca de 12%) poderiam ter a vida poupada se praticassem atividade física regularmente (150 minutos por semana). É o que aponta o artigo científico “Mortality and years of life lost due to breast cancer attributable to physical inactivity in the Brazilian female population (1990–2015)”, divulgado na revista Nature, que contou com a participação do Ministério da Saúde. De acordo com a pesquisa, no ano de 2015, 2.075 mortes poderiam ter sido evitadas se as pacientes realizassem ao menos uma caminhada de 30 minutos por dia, cinco vezes por semana.

O artigo explica que um dos fatores que causam o câncer de mama é o excesso de estrogênio, que pode levar à formação de mutações e carcinogênese estimulando a produção de radicais. A atividade física diminui o estradiol e aumenta a globulina de ligação a hormonas sexuais, provocando uma redução de circulantes inflamatórios e aumentando as substâncias anti-inflamatórias.

“A prática de atividade física melhora o metabolismo de alguns hormônios relacionados com o câncer de mama, o que pode evitar e até melhorar o quadro de uma paciente com a doença. Estamos conseguindo evidências para mostrar a vantagem de se reduzir o sedentarismo na população”, alerta Fatima Marinho, Diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis e Promoção da Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Os estados brasileiros com melhores indicadores socioeconômicos apresentaram as maiores taxas de óbitos de câncer de mama atribuível à inatividade física. O Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar, seguido pelo Rio Grande do Sul e São Paulo. Além disso, nos estados do Norte e Nordeste, verifica-se uma transição de mortalidade, com explica a Diretora do Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde, do Ministério da Saúde (DANTPS/MS), Fátima Marinho. “Apesar de não aparecerem no topo desta lista, estados do Norte e Nordeste estão passando por uma transição de mortalidade, ou seja, aumentando o número de óbitos por doenças crônicas e diminuindo as resultantes de outros tipos”, afirma a diretora.

A pesquisa também chama atenção para o impacto de outros fatores de risco em mortes. 6,5% dos óbitos por câncer de mama são atribuídos ao uso de álcool, índice alto de massa corporal e uma dieta rica em açúcar. “Esta informação reforça a importância de ter uma política nacional de promoção da saúde que contribua para mudança dos comportamentos de risco para doença crônica. Estimular o consumo de alimentos frescos e ricos em nutrientes, reduzir o sedentarismo, além de evitar o uso abusivo de álcool e o tabagismo, por exemplo. A adoção de um estilo de vida saudável evitaria 39% das mortes por doença crônica, que responde por 76% das causas de morte no Brasil, sendo a promoção da saúde uma política com baixo custo e com grande impacto populacional. Se a saúde/doença da população brasileira continuar a tendência atual, com grande crescimento da doença crônica em adultos jovens, não haverá financiamento suficiente para o SUS, devido ao alto custo da doença crônica”, completa a diretora do Ministério da Saúde.

Informações do Portal do Ministério da Saúde

Na manhã desta quinta-feira (18), foram entregues novos kits para gestantes em Macaíba que frequentam o grupo Sementinha do Amor, vinculado ao programa Criança Feliz, coordenado em nível local pela Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social.

O Criança Feliz foi lançado em 2016 pelo Governo Federal e é destinado a todas as famílias cadastradas no Bolsa Família que tenham pelo menos uma criança de até três anos de idade entre seus membros. Para participar do programa, é preciso manter os dados no Cadastro Único atualizados.

A solenidade de entrega foi realizada no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Fabrício Pedroza, conjunto IPE. Ao todo, 19 gestantes foram contempladas nesta entrega de hoje. Outras dezenas de kits foram distribuídos ao longo do corrente ano, contemplando tanto mulheres da zona urbana quanto da zona rural.

Os kits que as gestantes recebem contêm vários itens úteis para auxiliar na saúde e na higiene do bebê como banheira, toalha, bolsa, colônia, sabonete, explicou a técnica do CRAS, Marianna Barreto.

A jovem gestante Nadja Rayane, residente na comunidade rural de Tapará, foi uma das contempladas pelo programa e declarou: “Eu acho maravilhoso porque nem todas as mulheres têm condições de comprar esses produtos, também tem o acompanhamento para cuidar do bebê, as terapias para diminuir nossas dores. Muito bom mesmo“.

Fotos: Márcio Lucas

Assecom-PMM

Cerca de 8 mil outros casos estão em investigação. País enfrenta dois surtos, no Amazonas e em Roraima

Balanço divulgado nesta quarta-feira (10) aponta o registro de 2.044 casos de sarampo e cerca de 8 mil em investigação no País. As informações foram consolidadas a partir de dados enviados pelas secretarias estaduais ao Ministério da Saúde até terça-feira (9). De acordo com a pasta, existem dois surtos da doença: no Amazonas (1,7 mil casos e 7,8 mil em investigação) e em Roraima (330 casos confirmados e 94 em investigação).

Ainda foram identificados casos isolados em São Paulo (3); Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (36); Rondônia (2); Pernambuco (4); Pará (17); Sergipe (4); e Distrito Federal (1). Medidas de bloqueio de vacinação, mesmo em casos suspeitos, estão sendo realizadas em todos os estados.

Até o momento, no Brasil, 10 pessoas morreram por sarampo. Quatro em Roraima (3 em estrangeiros e 1 em brasileiro); outros quatro no estado do Amazonas (todos brasileiros, sendo 2 do município de Manaus e 2 do município de Autazes); e dois no Pará (indígena venezuelano).

Informações do Portal Brasil

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Nesta quarta-feira (10/10) será realizada uma caminhada alusiva ao Outubro Rosa no Centro de Macaíba, com saída da Rua Pedro Velho (Rua do Banco do Brasil) em direção ao Centro de Cultura.

No local, haverá uma série de ações gratuitas sendo realizadas em parceria com o Sesc/RN e o Senac/RN, como corte de cabelo, design de sobrancelhas, orientações nutricionais, atendimentos preventivos, solicitação de mamografias e uma apresentação artística do grupo de mulheres “Mãos amigas”.

No Pax Club, os agentes de saúde de Macaíba participarão de uma palestra sobre a campanha Outubro Rosa. Vale lembrar que todas as ações são abertas ao público e gratuitas.

Assecom-PMM

Na quinta-feira (27/09), nos turnos matutino e vespertino, a Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ/UFRN), na zona rural de Macaíba, foi sede do II Treinamento para Vacinadores de Animais, promovido pela Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal da Agricultura da Pecuária e da Pesca (SEMAPE), com apoio do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN e da referida instituição escolar.

Com partes teórica e prática, o evento foi direcionado para agropecuaristas e associações comunitárias rurais. Segundo informações da Secretaria Municipal da Agricultura da Pecuária e da Pesca, foram mais de 50 inscritos.

O treinamento foi supervisionado e coordenado por Francisco Maia, secretário municipal e titular da SEMAPE; João Gomes, representante do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (IDIARN); professor João Inácio, representante da direção da EAJ/UFRN; e três veterinários especialistas.

Assecom-PMM

Risco existe se surto da doença permanecer por mais de 12 meses

O Brasil tem até fevereiro de 2019 para reverter os surtos de sarampo registrados em diversas áreas do país – sob pena de perder o certificado de eliminação da doença, concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) em 2016. O alerta foi feito pela assessora regional de Imunizações da entidade, Lúcia Helena de Oliveira, durante a 20ª Jornada Nacional de Imunizações, no Rio de Janeiro.

Dados do Ministério da Saúde mostram que, até 24 de setembro, foram confirmados 1.766 casos de sarampo, dos quais 1.367 no Amazonas e 325 em Roraima.

Há ainda, segundo a pasta, quase 8 mil casos em investigação em ambos os estados, além de casos isolados em São Paulo (3), no Rio de Janeiro (18), no Rio Grande do Sul (29), em Rondônia (2), em Pernambuco (4), no Pará (14) e em Sergipe (4).

Lúcia Helena de Oliveira lembrou que a Venezuela, de onde veio a cepa de sarampo identificada no Brasil, perdeu seu certificado de eliminação em junho deste ano.

Contra o tempo

O critério adotado pela Opas para conferir transmissão sustentada é que o surto se mantenha por um período superior a 12 meses. As autoridades sanitárias brasileiras, portanto, correm contra o tempo, já que os primeiros casos da doença no Norte do país foram identificados no início do ano.

“Sabemos que os casos no Brasil são de importação, lamentavelmente, pelas condições de saúde em que vive a Venezuela. Mas só estamos tendo casos de sarampo no Brasil porque não tínhamos cobertura de vacinação adequada. Se tivéssemos, esses casos viriam até aqui e não produziriam nenhum tipo de surto”, destacou a assessora da Opas.

Atualmente cerca de 4,4 mil municípios atingiram a meta de vacinação estipulada por meio de campanha, o que representa que aproximadamente 1,3 mil cidades permanecem com coberturas vacinais que deixam a desejar.

“As importações continuarão sendo uma ameaça permanente. A única forma de evitar a disseminação do vírus é obtendo coberturas vacinais acima de 95% em todos os municípios – não somente em nível de país”, ressaltou Lúcia Helena Oliveira.

Informações e foto da Agência Brasil

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria de Saúde (SMS), está se preparando para o Dia D da Campanha de Vacinação contra a Raiva que acontecerá neste sábado (29), contando com 12 postos espalhados pela zona urbana do município, os quais estão descritos na imagem anexa a esta matéria.

Quanto à zona rural, as comunidades já vêm sendo atendidas e visitadas pelas equipes de saúde do Centro de Vigilância Sanitária. Para mais informações sobre o cronograma, disque para o 3271-6574.

Sobre a Raiva

Trata-se de uma zoonose viral, que se caracteriza como uma encefalite progressiva aguda e letal. Todos os mamíferos são suscetíveis ao vírus da raiva e, portanto, podem transmiti-la. A doença pode levar a morte.

A Raiva é doença incurável, tanto em animais de estimação quanto em pessoas. Portanto, não deixe de participar! Leve seu cão ou gato para ser vacinado. As aplicações da vacina antirrábica deste sábado serão realizadas no horário das 8 às 17 horas.

Assecom-PMM

Em alusão ao setembro amarelo, mês de conscientização sobre a importância da prevenção ao suicídio, o Hemocentro do RN realizou na manhã desta segunda-feira (24) uma palestra sobre o tema, com o médico Psiquiatra Adriano Araújo.

Na ocasião foram abordados tópicos como os fatores de riscos sociodemográficos, psicológicos e psiquiátricos. Dados do Ministério da Saúde apontam um aumento de 30% nos casos de suicídios nas últimas décadas e a região Nordeste ocupa o terceiro lugar, estando o Sudeste e o Sul em primeiro e segundo lugar, respectivamente.

Os fatores de risco para o comportamento  suicida, de acordo com a literatura médica , são os transtornos mentais, como depressão, alcoolismo, esquizofrenia; antecedentes familiares, isolamento social, uso de drogas, perdas recentes , doenças físicas incapacitantes, dor crônica e situação social.

Para o Dr. Adriano, o suicídio é um problema de Saúde Pública, um mal silencioso, por isso se faz necessário expandir e qualificar os profissionais que trabalham na assistência básica para ampliar a cobertura. “Transtorno mental é doença que só alivia com tratamento. A tentativa de suicídio não é o desejo de morrer, é o desejo de aliviar o sofrimento, por isso a importância de um bom acolhimento na hora da vulnerabilidade.”.

Informações e foto do Portal do Hemonorte

Mais de 1,2 milhão de pacientes já baixaram a plataforma em busca de informações dos serviços de saúde

Cidadãos já podem contar com a ajuda da tecnologia para ter acesso aos serviços de saúde apenas pelo telefone celular. Com o aplicativo Meu DigiSUS, os usuários podem acompanhar consultas e exames, localizar unidades de saúde, e checar a posição na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo.

Disponível para aparelhos com sistemas operacionais Android e iOS, a ferramenta já foi baixada por 1,2 milhão de pessoas. A plataforma integra os dados enviados por 19,7 mil unidades básicas de saúde (UBS) de 3,7 mil municípios que são informatizadas e atendem a 106,1 milhões de pacientes.

Informações do Portal Brasil

Foto: Agência Brasil

Mais de 100 pessoas foram beneficiadas pelo serviço somente em 2018

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) entregou mais 22 encaminhamentos para cirurgias de catarata, na tarde desta segunda-feira (17), na sede da SMS. O prefeito Fernando Cunha esteve presente na reunião de entrega dos documentos, onde a equipe da Secretaria de Saúde orientou os pacientes sobre os cuidados para o procedimento cirúrgico, que será realizado ainda nesta semana.

Mais de 100 pessoas foram beneficiadas pelo serviço neste ano. Maria Eliene de Lima, 59 anos, moradora de Pé do Galo, é uma das pessoas que vão realizar a cirurgia. Sobre o atendimento que recebeu da SMS ela declarou: “Muito bom! Não tenho do que reclamar!”, afirmou. Opinião semelhante à de Davi Falcão de Almeida, 71 anos, morador das Campinas. “Achei bom! A primeira vez que eu fiz foi no olho esquerdo e deu tudo certo e agora vai dar certo também”, disse.

Foto: Márcio Lucas

Assecom-PMM