Dia de Finados: Vigilância Sanitária emite recomendações sobre visitação aos cemitérios no RN

Foto: Antônio Ricardo/Inter TV Cabugi

O Dia de Finados será celebrado na próxima segunda-feira (2) e, como medida preventiva à propagação da Covid-19, a Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nota informativa com uma série de recomendações a gestores, trabalhadores e população em geral referentes à visitação aos cemitérios. O uso de máscaras de proteção e álcool gel e o distanciamento social de 1,5m estão entre as orientações mais comuns.

A Suvisa lembra que pessoas com febre, tosse, congestão nasal, coriza, dor de garganta, fadiga, cansaço, diarreia e dificuldade de respirar devem evitar ir aos cemitérios ou celebrações religiosas, assim como as pessoas do grupo de risco.

Outra orientação que merece destaque é para que as visitas aos cemitérios possam ser realizadas durante todo o fim de semana e não apenas no dia 2, com o objetivo de reduzir as aglomerações. Também é preciso evitar compartilhar flores e velas com outras pessoas, prevenindo a transmissão cruzada do coronavírus através da superfície dos objetos. Quanto às velas, a Vigilância Sanitária ainda chama atenção para o cuidado com a utilização de álcool à 70% para higienização das mãos, a fim de se evitar acidentes e queimaduras.

“O nosso intuito é esclarecer as pessoas para se adequarem aos protocolos sanitários corretos neste dia tão importante para eles ao homenagear os seus mortos, mas garantir ao mesmo tempo a preservação da sua saúde e dos demais”, disse Leila Mattos, subcoordenadora de vigilância sanitária da Sesap.

Entre as recomendações, a nota informativa orienta que os cemitérios separem o acesso de entrada e de saída, se possível, usando portas diferentes. Também é importante fixar informações, na entrada do cemitério, indicando aos visitantes para que não permaneçam no local por período superior a 30 minutos, diminuindo o tempo de exposição e evitando as aglomerações.

A Suvisa também aponta que, quando possível, os municípios deverão realizar credenciamento prévio, controle sanitário dos ambulantes e dar orientações específicas de prevenção à Covid-19 e também demarcar pontos para os ambulantes, obedecendo o distanciamento mínimo de 1,5m.

O documento destaca ainda que, após a permanência no cemitério, as pessoas devem retirar o calçado antes de entrar em casa e higienizá-lo; e fazer a troca imediata de toda a roupa utilizada, encaminhando-a para a lavagem; higienizar com álcool 70% ou produtos desinfetantes objetivos levados para o local, como chaves, carteiras e celular.

G1 RN