URGENTE: Vereador promove mutirão para cirurgias e vários terminam cegos no RN - Informativo Atitude

URGENTE: Vereador promove mutirão para cirurgias e vários terminam cegos no RN

A matéria é do Blog do Dina:

Não é novidade, mas não deve ser normal, que serviços básicos, como saúde, segurança e educação, sejam utilizados como uma moeda eleitoral em todos os cantos do Brasil.

No RN não é diferente. O caso relatado a seguir vem do município de Poço Branco, distante cerca 60 km de Natal.

De acordo com a denúncia feita por Telma Pereira da Silva, que foi prejudicada por uma dessas trocas, o vereador Rodrigo Lucas, conhecido por se promover como “vereador da saúde”, decidiu promover um mutirão de cirurgias de catarata para a população.

Até aí, aparentemente, tudo bem. No entanto, começam as situações que levaram aos problemas.

Os pacientes precisaram se deslocar para realizar os procedimentos em Almino Afonso, que fica no Oeste Potiguar, a cerca de 360 km da capital.

A vítima contou ao Blog do Dina que a catarata foi descoberta em 2021. Meses depois, já em 2022, ela pediu a ajuda do vereador para resolver o problema. No entanto, acabou sofrendo um golpe duro.

Segundo a mulher, Rodrigo Lucas foi procurado no dia 7 abril do ano passado e, como numa mágica, no dia seguinte, o procedimento já foi realizado.

Mas, então, surgiram mais problemas para ela e para os demais beneficiados com o mutirão.

Telma afirma que o mesmo material foi utilizado em todos os pacientes, cerca de 15 pessoas, que foram afetadas de alguma forma. Isso desencadeou uma série de problemas. Pelo menos nove delas teriam perdido a visão. Outras perderam a visão e ainda precisaram retirar o olho.

Após o problema, a vítima disse que se arrepende de ter buscado o jeitinho. “Minha vida desandou, não consigo fazer mais nada, já tinha depressão e ficou pior. Eu procurei meu laudo, mas ele não deu. Se ele não deu, é porque tem alguma coisa. Era para ter esperado o jeito legal de conseguir essa cirurgia”, falou em tom arrependido.

A denúncia é feita com temor de alguma retaliação, assim como ocorre com as famílias dos demais afetados. “Um cara no grupo disse que era sem noção por ter feito o vídeo”, contou ao citar uma intimidação sofrida em um grupo de WhatsApp.

O vereador foi procurado pelo Blog do Dina, mas não foi localizado.

About The Author