Polêmica: Luiz Almir vai pedir que a governadora Fátima seja internada no João Machado caso o comércio não volte dia 24

Na edição desta terça-feira (16) em seu programa matinal ‘O povo no Rádio’, na 96 FM, o comunicador e vereador de Natal, Luiz Almir, mandou um recado – bem ao seu estilo – à governadora Fátima Bezerra: “Se no próximo dia 24 ela inventar de adiar a abertura gradual do comércio no Estado, vou pedir pra interna-la no hospital psiquiátrico João Machado”, reclamou.

Ao se mostrar indignado com o adiamento da reabertura das atividades comerciais, antes prevista para ocorrer nesta quarta-feira (17), Almir justifica que o povo corre risco de morrer de fome. O vereador defende que o comércio volte a girar, seguindo as medidas preventivas previstas em protocolos de segurança contra a disseminação do coronavírus.

A decisão de retomar as atividades no próximo dia 24 foi anunciada na última segunda (15) pela governadora Fátima Bezerra, em videoconferência realizada com o setor produtivo, representado pelas entidades do comércio, do turismo, da indústria e do transporte de passageiros.

Conforme acertado entre governo e as entidades Fecomércio, Fiern, FCDL e Sebrae, foi planejado um cronograma para reabertura gradual das atividades econômicas. O calendário para a retomada e os protocolos para funcionamento dos estabelecimentos serão definidos em portaria, a ser publicada pelo Governo do RN.

Dentre as alegações apresentadas pela equipe do governo na reunião, para a não autorização da retomada da economia, a principal é o nível de retransmissibilidade do coronavírus, que apesar de se observar uma desaceleração da taxa, os índices observados ainda não atingiram o patamar considerado aceitável, segundo o padrão da Organização Mundial de Saúde (OMS), que seria inferior a 1.