Mossoró registra dois assassinatos com características de execução

A cidade de Mossoró no Oeste potiguar registrou mais dois homicídios na segunda-feira (16). Com os casos, a cidade atingiu a marca de 140 assassinatos em 2019.

As últimas vítimas foram o servente de pedreiro Alexandre Sá da Silva Lopes, de 25 anos, e o motorista de aplicativo Amaro Bezerra da Silva, 33. Os dois crimes possuem características de execução, segundo a divisão especializada em homicídios da Polícia Civil.

Amaro da Silva foi surpreendido por uma dupla que chegou de moto e o cercou. Ele havia estacionado seu carro próximo a uma churrascaria e teria descido para usar um caixa eletrônico no estabelecimento. O caso ocorreu no fim da noite, por volta das 23h30. Os suspeitos fugiram.

Mais cedo, no mesmo dia, o servente de pedreiro Alexandre Sá da Silva Lopes, de 25 anos, foi morto de forma semelhante. A vítima caminhava pelas ruas do bairro Bela Vista quando foi surpreendida por uma dupla que estava em uma motocicleta. Ele foi atingido por cerca de seis disparos.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) esteve nos locais para remover os corpos. Ainda não é possível detalhar as motivações da morte, nem se os crimes possuem algum tipo de vínculo. Os casos estão sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM). Nenhum suspeito foi preso até o momento.

 

OP9