Macaíba: Bastidores da Política em…”Só Promessa. Insatisfação e Ciumeira” - Informativo Atitude

Macaíba: Bastidores da Política em…”Só Promessa. Insatisfação e Ciumeira”

INSATISFAÇÃO


Muitos vereadores estão insatisfeitos com o modelo de gestão do atual prefeito. Na verdade, o “modelo de gestão” é só um nome enfeitado que nós do Atitude colocamos para não dizer que os mesmos estão mesmo insatisfeitos com a falta de cargos comissionados para sua legião de eleitores, que já está estressada com a demora nas nomeações.

SÓ PROMESSA


Boa Parte dos vereadores estão sustendo seu eleitorado só na promessa, um diz que vai falar com o Prefeito, outros dizem que já falou, mas que o Prefeito mandou aguardar. Nesse jogo de empurra-empurra já estamos entrando no oitavo mês de gestão e nada. Como diria um amigo meu: só quem enricou com promessa foi São Severino dos Ramos.

CHATEADO


Quem estaria bastante chateado é o vereador Zeca Cunha. De acordo com alguns relatos que chegam ao nosso site, o vereador estaria se sentido desprestigiado pelo amigo e atual prefeito Bob Filho (Emídio Júnior), que não estaria dando espaço para suas lideranças.

CIUMEIRA


Por mais que tentem disfarçar, os vereadores não estão mais conseguindo ficar calado com a força que a vereadora Erika tem na Prefeitura. A Vereadora e irmã do atual prefeito, está usado essa força com habilidade no recrutamento de lideranças, e hoje, sem sobra de dúvidas, é a vereadora mais forte da Cidade.

CIUMEIRA II


Os sussurros de insatisfação na Câmara são grandes, mas não passam disso, pois o atual prefeito tem dois trunfos importantes: tem um parente próximo de cada vereador em um cargo no valor de 5 mil reais e alguns cargos que foram dados fracionados a alguns vereadores que funcionam com uma espécie de focinheira, então, o danado pode até latir, mas morder que é bom, aí é outra história.

DISTANCIAMENTO

Muitas lideranças estão se distanciando dos vereadores devido as promessas não cumpridas. A Câmara vive hoje um desgaste imensurável, que terá reflexos profundos nas eleições de 2022, pois muitos vereadores estão constrangidos de fazer o porta a porta com tantas promessas não compridas em 2020.