Violência: ITEP confirma que corpo encontrado em Duna na Redinha é do motorista de aplicativo Arlley Diego

O Instituto Técnico é Científico de Perícia (ITEP) confirmou no final da tarde desta terça-feira (28), que o corpo encontrado enterrado em uma cova rasa, numa duna na comunidade da África na Redinha, é do motorista de aplicativo Arlley Diego Dantas, de 24 anos.

Segundo a polícia, o corpo do rapaz apresentava marcas de violência. Arlley teria sido atingido com tiros na cabeça e no peito.

Arlley Diego era motorista de aplicativo e estava desaparecido desde o último dia 18, quando saiu de casa, no Bairro do Guarapes, Zona Oeste da cidade para trabalhar. O carro alugado que ele trabalhava foi encontrado em chamas na praia da Redinha Nova.

Foi através de uma ligação anônima para a Polícia Militar, que o corpo do rapaz foi encontrado na noite desta segunda-feira, ontem.

A Polícia Civil através da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) continuará investigando o caso.