Só no Brasil: Presidiário solto por causa da Covid-19 confessa estupro e homicídio de jovem de 18 anos

Um homem de 35 anos que cumpria pena na penitenciária de Machado e que havia sido liberado por causa da pandemia da Covid-19, foi preso novamente na última semana em Poços de Caldas por tentativa de estupro. De acordo com o delegado responsável pela investigação Cleyson Brene, durante um depoimento o homem confessou que também havia estuprado e matado uma mulher de 18 anos,  que estava desaparecida desde o dia 04 de abril.

Mesmo com uma extensa ficha policial e acusações de outros crimes de natureza sexual, o acusado foi solto pela justiça no dia 03 de abril. De acordo com testemunhas, a vítima foi vista pela última vez após voltar de um churrasco com o namorado e o pai dele, no dia 04.  Na manhã desta quinta-feira (23), o acusado levou os policiais até o local onde o corpo dela havia sido deixado, em uma mata na Rua Beira Linha, próximo ao cemitério da Saudade.

O delegado também informou que encontrou na casa do suspeito em Poços de Caldas o telefone celular da vítima. A polícia chegou até o suspeito após uma tentativa de estupro no último dia 16, na Avenida João Pinheiro em Poços de Caldas. Desta vez, a vítima conseguiu escapar após chutar o homem que estaria armado com um canivete. O crime aconteceu a tarde, por volta das 16h. O acusado está preso na penitenciária de Botelhos onde deve aguardar um novo julgamento.