“ENTRE ASPAS”: O vice não tem culpa - Informativo Atitude

“ENTRE ASPAS”: O vice não tem culpa

O título diz muito aqui em Macaíba, não por todos, mas pelos eleitores do vice-prefeito Netinho que já comentam com quem conversam e, principalmente se o assunto é administração municipal.

Nas rodas de conversas quando, e falam muito dá atual administração dizendo que a mesma está sendo conduzida de forma errada, aí aparecem os eleitores do vice para defenderem, dizendo que quem assina é o prefeito, quem manda e desmanda é o prefeito, quem está errado é o prefeito, quem isso e quem aquilo é o prefeito, isentando de todas as formas o vice.

Percebemos que com isso o vice Netinho vai passando despercebido sem levar as cutucadas que o prefeito leva, mas se engana quem acha que o vice não tem culpa, realmente ele não tem a caneta, mas tem uma cabeça pensante, tem a boca, tem suas ideias e pode discordar com o que está acontecendo, se não o faz é porque concorda, ou não discorda para não perder os seus cargos, afinal sua mãe e sua esposa são secretárias e quase todos os postos elevados na UPA são cargos do vice, além de outros.

DE QUEM É A CULPA

O vice é tão culpado quanto o prefeito por não se posicionar com o que está acontecendo com a administração municipal, claro que não só ele, estão na mesma lista o deputado Kleber e o presidente da Câmara, Denilson. O vice é culpado pela contratação da Cooperativa, já que a secretária de educação é sua mãe, é indicação sua, e hoje não existe mais a Cooperativa graças as denúncias deste site que provocou o Ministério Público, aliás não foi só essa provocação, existem outras que o Ministério Público está investigando.

PERGUNTA

Será que o vice só irá se pronunciar quando se aproximarem as próximas eleições municipais? Pois o que circula nas conversas é que a próxima candidata a vice na chapa de Emídio será a esposa do deputado Kleber. Sendo assim ele irá abrir os olhos para o que está acontecendo, ou já abriu, só não se posicionando para não perder as suas portarias? Se assim for estará perdendo terreno político, pois o povo está abrindo os olhos e saberá cobrar-lhe este seu posicionamento.