‘É a nossa simbolização da alegria’, diz Paquetá sobre acusação de desrespeito em dancinhas após gols - Informativo Atitude

‘É a nossa simbolização da alegria’, diz Paquetá sobre acusação de desrespeito em dancinhas após gols

Foto: MANAN VATSYAYANA/AFP

Após a vitória da seleção brasileira por 4 a 1 contra a Coreia do Sul, o meia Lucas Paquetá respondeu as críticas do ex-jogador e comentarista irlandês Roy Keane de que as dancinhas nas comemorações de gol seriam desrespeitosas com os adversários. Em todos os quatro gols marcados pelo Brasil, os jogadores comemoram com danças. Quem marcou, comandou a coreografia — que chegou a ter a participação do técnico Tite, que fez a “dança do pombo”, marca registrada de Richarlison.

— A dança é nossa simbolização da alegria em marcar um gol. A gente não faz para desrespeitar, não vamos na frente de adversários. Nos reunimos, todos juntos, e comemoramos. Se não gostam, não temos muito o que fazer. Vamos continuar marcando gols e dançando. É um grupo que está feliz em marcar, conquistar a vitória e o objetivo. Cada um faz sua escolha, o que tem que fazer é respeitar — falou Paquetá.

Ainda durante a partida, Roy Keane disparou contra as comemorações dos brasileiros, principalmente a de Richarlison, que contou com a participação de Tite. Na ocasião, o irlandês participava da transmissão da rede britânica ITV1.

— Não consigo acreditar no que estou vendo. Nunca vi tanta dança. Parece que estou vendo a ‘Dança dos Famosos’. Acho desrespeitoso — iniciou, também aproveitando para criticar o técnico Tite. — Acho desrespeitoso dançar assim toda vez que eles marcam. Não me importo se for no primeiro, mas não sempre. É desrespeitoso. Até o técnico deles fica envolvido. Eu não gosto disso — completou.

O Globo

About The Author