Bombeiro orienta família por telefone e salva bebê engasgado em Mossoró

“Tá tudo bem agora, moço! Obrigada, viu?”. As palavras de alívio são da mãe de um bebê de três meses que ficou engasgado em Mossoró, na região Oeste potiguar. Desesperada, ela ligou para o número 193 e foi atendida por um bombeiro, que deu todas as orientações sobre as manobras a serem feitas, até que a criança voltasse a respirar normalmente. Ouça o áudio no vídeo acima.

O caso aconteceu em outubro, mas apenas agora o áudio da ligação foi tornado público. Segundo a mãe da criança, Denise Maria Camarão, era noite quando a urgência surgiu. O pequeno Daniel tomou leite, mas cerca de 20 minutos depois regurgitou e ficou engasgado, sem conseguir respirar direito.

“A gente entrou em desespero. Tentei fazer os procedimentos, mas não consegui, porque estava muito nervosa. Ai foi quando a gente teve a ideia de ligar para a polícia e a polícia passou a gente para os Bombeiros”, afirmou.

Denise ficou ao telefone enquanto sua irmã tentava seguir o que o bombeiro dizia. “Ele mandou assoprar no nariz dele e quando ela assoprou, a gente viu que deu certo”, contou a mãe.

O cabo Anequegildo, que atendeu a ocorrência, conheceu a família depois. “A gente fica ansioso, porque é uma criança, a gente precisa saber como está a pessoa do outro lado da linha, a mãe com seu filho. Tem que manter a calma na hora”, relatou.

Em dois anos trabalhando na central do corpo de bombeiros, essa foi a primeira vez que o militar atendeu uma ocorrência desse tipo. Ele, que é pai de dois filhos, ainda ligou para a família duas vezes na mesma noite, para saber se estava tudo bem.

“Já pode dizer que é da minha família. É uma pessoa boa, que tomou o meu lugar de pai. Eu estava no trabalho, trabalho num viveiro de camarão como vigia. Para mim ele é um herói que merece ser reconhecido. Até ganhar uma medalha”, afirmou o pai de Daniel, Carianes Bernardo Camarão.

G1