VEJA O VÍDEO: ÁRBITRO DE FUTEBOL É MORTO COM VÁRIOS TIROS NA CABEÇA

A polícia concluiu o inquérito envolvendo a execução do árbitro de futebol José Ribamar Porfírio e descobriu que o crime foi por um motivo banal. Elivelton Pereira da Silva, o assassino, pensou que estava sendo encarado.

Em depoimento, o vigilante de 44 anos afirmou que teria ficado incomodado com a atitude do árbitro de futebol

Elivelton chegou a fugir, mas foi preso em Novo Gama-GO. A esposa do vigilante, que está grávida de oito meses, disse que José Ribamar estava, sim, encarando o marido dela.