Supremo manobra para garantir a derrota da Lava Jato

O STF está tentando arrumar um jeito de soltar todos os criminosos condenados pela Lava Jato.

O plano, diz O Globo, é deslocar para a Primeira Turma o ministro indicado por Jair Bolsonaro, transferindo Dias Toffoli para a Segunda Turma, no lugar de Celso de Mello.

“Um ministro garantista ouvido em caráter reservado explica que essa tática seria importante para evitar expor o novo ministro do Supremo às pressões da Lava Jato, já que a Segunda Turma é a responsável pelos processos da operação. Na verdade, seria uma forma de garantir que os placares de causas penais fossem sempre 3 a 2, porque Toffoli também é um expoente do garantismo no Supremo.”