Não tem de esperar até o ano que vem

“Por que a gente tem de esperar o ano que vem?”, perguntou Sergio Moro, a propósito da prisão em segunda instância.

“Eu gostaria de ver isso aprovado o quanto antes. Se for possível aprovar por um projeto de lei neste ano, no Senado ou na Câmara, um tanto melhor.”