Morte dos três ciclistas: secretário adjunto em Guamaré diz à polícia que não permaneceu no local do acidente por ter ficado ‘nervoso’ - Informativo Atitude

Morte dos três ciclistas: secretário adjunto em Guamaré diz à polícia que não permaneceu no local do acidente por ter ficado ‘nervoso’

Foto: Reprodução

O secretário adjunto de transportes da cidade de Guamaré, Severino Inácio de Souza, disse em depoimento à Polícia Civil na tarde dessa terça-feira (19) que não permaneceu no local do acidente, após o carro que dirigia atropelar e matar três ciclistas na BR-406, por estar “muito nervoso”.

O acidente aconteceu no domingo passado (18), por volta das 20h, e vitimou Odair José da Rocha, de 41 anos; Renato José Malaquias, de 37; e Carlos Eduardo dos Santos, de 63 anos. O servidor da prefeitura, que confessou que dirigia o carro, fugiu do local após a colisão.

Severino se apresentou espontaneamente à Delegada Especializada de Acidentes Veiculares (Deav) em Natal, nessa terça (19).

Em nota, a Polícia Civil informou que o secretário adjunto disse em depoimento que estava em deslocamento para auxiliar outro veículo pertencente ao município e sinalizou “que não permaneceu no local, não prestando, assim, socorro às vítimas, pois teria ficado muito nervoso”.

O secretário adjunto ainda negou que ingeriu bebidas alcoólicas no dia do acidente. Ele não foi submetido ao teste de etilômetro no dia por não ter permanecido no local.

Após o depoimento, o secretário adjunto foi liberado, já que não havia mandado de prisão contra ele.

g1 RN