Ministro Gilmar cita ‘trágico exemplo de Meurer’ ao manter Queiroz em domiciliar

Para justificar a prisão domiciliar concedida a Fabrício Queiroz, Gilmar Mendes usou “o trágico exemplo do ex-Deputado Federal Nelson Meurer”, o primeiro político condenado na Lava Jato pelo Supremo. Ele morreu neste ano na cadeia com Covid-19.

Gilmar Mendes, que já havia criticado a manutenção dele na prisão, destacou na decisão de hoje que a defesa do ex-deputado fez diversas advertências sobre os riscos que corria na Penitenciária Estadual de Francisco Beltrão.