Marinha e Aeronáutica abrem 1500 vagas de níveis médio e superior

A Marinha e a Aeronáutica abriram processo seletivo com 1.500 oportunidades para diversas áreas de atuação. Na Força Aérea Brasileira são 540 vagas para serviço militar temporário, em diferentes localidades do país, destinadas a profissionais com nível superior completo. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 17 de fevereiro. O salário inicial para oficial é de R$ 7.315.

Na prática, foram divulgados quatro editais: três são para o preenchimento de vagas nas áreas de saúde (385 postos para médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários), segurança e defesa (21 chances para graduados em qualquer curso) e magistério (neste caso, o total de vagas não foi informado). As oportunidades estão em 19 estados e no Distrito Federal. Os participantes serão selecionados por meio de análise curricular, inspeção de saúde, avaliação psicológica e teste de condicionamento físico.

Já a Marinha divulgou edital do concurso para preencher 960 vagas no curso de formação de soldados fuzileiros navais em todo o Brasil. São 480 para a turma I e 480 para a turma II, sendo que 20% delas são reservadas a candidatos negros. Para se inscrever, é preciso ser homem, ter 18 anos completos e menos de 22 anos no dia 1º de janeiro de 2021. Além disso, é necessário ter altura mínima de 1,54m e máxima de 2m. Exige-se ainda que o candidato tenha concluído, com aproveitamento, o ensino médio ou um curso equivalente, num estabelecimento de ensino reconhecido oficialmente.

Após a conclusão do curso, o aprendiz de fuzileiro naval será nomeado soldado fuzileiro naval e cumprirá um estágio inicial de 12 meses. Depois disso, poderá atuar na carreira naval . O processo de seleção será composto de exame de escolaridade, de caráter eliminatório e classificatório; verificação de dados biográficos; inspeção de saúde; avaliação psicológica; teste de aptidão física de ingresso; verificação de documentos; e procedimento de heteroidentificação com a autodeclaração dos candidatos negros autodeclarados pretos ou pardos.

ROBSON PIRES