Mal Exemplo: Família afirma que coordenadora do Centro de Direitos Humanos da UFRN quase causa tragedia alcoolizada

Foto: Divulgação

Uma motorista com embriagada provocou um acidente em Potilandia nesta sexta-feira (14). A moça, segundo informações da família da vítima, é coordenadora do Centro Adjunto de Direitos Humanos, Cândida de Souza, docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Segundo testemunho do rapaz que foi atingido pela coordenadora, eram por volta das 7h30, quando ela vinha no sentido oposto, colidiu e empreendeu fuga. O condutor do carro atingido a perseguiu, trancou o veículo e, ao perceber o sinal de embriaguez, retirou as chaves do carro e acionou a polícia.

Ainda de acordo com informações da família da vítima, revoltada e alterada com a situação, ela ainda teria agredido várias pessoas verbalmente.

No local, a motorista recusou-se a fazer o teste de bafômetro no local e foi levada a delegacia. Na presença do delegado, o fez, dando resultado de 0,75Mg/L, o dobro do limite permitido. Ela pagou fiança de R$ 600,00 e foi liberada para responder agora criminalmente.

Se tudo proceder conforme os relatos apresentados ao blog, que belo exemplo de profissional da área de educação em especial dos direitos humanos.