Justiça de Goiás determina o aumento de pena de João de Deus por crime sexual - Informativo Atitude

Justiça de Goiás determina o aumento de pena de João de Deus por crime sexual

Uma nova sentença da Justiça do Goiás, assinada pelo juiz Renato César Dorta Pinheiro, aumentou a pena de João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, em mais dois anos e meio de reclusão. A decisão é relativa à violação sexual mediante fraude cometida por João contra uma mulher em Goiás.

Com a nova condenação, a pena de João de Deus chega a 64 anos de prisão, mas a última decisão ainda é passível de recurso.

João está em prisão domiciliar desde o início da pandemia, antes, esteve recluso no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia entre dezembro de 2018 e março de 2020.

Ele foi preso no mesmo mês em que uma série de denúncias vieram à tona contra o médium. Ele é acusado de abusar sexualmente de mulheres durante seus atendimentos espirituais. João nega todas as 330 queixas prestadas.

Diário do Poder