Ex-presidente Fernando Collor pede desculpas aos brasileiros Twitter

O ex-presidente e hoje senador Fernando Collor de Melo (PROS) pediu desculpas aos brasileiros pelo confisco de saldos de cadernetas de poupança e das contas correntes em março de 1990.

O anúncio foi feito pelo Twitter nesta segunda-feira, após 30 anos do ocorrido. Segundo Collor, ele acreditava que a medida poderia conter a inflação da época.

“Acreditei que aquelas medidas radicais eram o caminho certo. Infelizmente errei. Gostaria de pedir perdão a todas aquelas pessoas que foram prejudicadas pelo bloqueio dos ativos”, escreveu.