“ENTRE ASPAS”: O diferente fazendo as mesmas práticas - Informativo Atitude

“ENTRE ASPAS”: O diferente fazendo as mesmas práticas

Foto: Google

Mais uma vez o prefeito de Macaíba está sendo questionado na justiça, sim, desta feita foi a 2ª Promotoria de Justiça da nossa comarca que instaurou um inquérito civil para investigar casos de nepotismo envolvendo parentes de vereadores para cargos na prefeitura.

No que indagamos: Sr. Prefeito, vossa excelência na campanha divulgou aos quatro cantos de nossa cidade que o seu governo seria diferente, pois Macaíba precisava mudar e as velhas práticas políticas não poderiam continuar e tudo indicam que as velhas práticas continuam de vento em popa. Foi só um discurso para enfeitar as palavras já que não poderias dizer que empregarias os parentes tipo: cônjuges, irmãos, filhos, primos de vereadores? Esperamos que o processo comprove e faça suas punições, se cabíveis, e com a devolução do dinheiro recebido por estes.

Abaixo cópia do processo publicado no Diário Oficial do Estado do dia 02/06/2020 na página 19/20 na edição 14.941

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE

2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE MACAÍBA

Rua Ovídio Pereira da Costa, n.º 126, Bairro Tavares de Lira

fone: 99972-1720 – e-mail: 02pmj.macaiba@mprn.mp.br

PORTARIA

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, por

intermédio de sua representante que esta subscreve, com atuação na 2ª Promotoria

de Justiça da Comarca de Macaíba/RN, no uso de suas atribuições legais e em com-

sonância com a Resolução nº 012/2018 – CPJ, RESOLVE instaurar o INQUÉRITO

CIVIL, a partir da Notícia de Fato nº 02.23.2374.0000010/2021-68, nos termos que

seguem:

FATO: Investigar nepotismo no Município de Macaíba, no ano de 2021, tendo em

vista a nomeação de parentes de vereadores para cargos na administração pública. FUNDAMENTO: Leis nº 8.429/92;

INVESTIGADO(A): Edivaldo Emídio da Silva Júnior;

Em face do exposto, DETERMINO:

1)o registro desse procedimento em livro próprio e a publicação da presente portaria

no Diário Oficial do Estado, comunicando-se ao CAOP respectivo, através de e-

mail;

2)reitere-se o ofício, em forma de requisição, com prazo de 10 dias para resposta. Macaíba/RN, 01 de junho de 2021.

(assinatura digital aposta ao final do documento, através do Sistema E-MP)

 Ana Patrícia Montenegro de Medeiros Duarte

 Promotora de Justiça