Crueldade: Morre menina de seis anos torturada pela mãe e pela madrasta - Informativo Atitude

Crueldade: Morre menina de seis anos torturada pela mãe e pela madrasta

Gilmara e a filha assassinada

Morreu na madrugada deste sábado, 24, a menina Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de apenas 6 anos, que foi torturada durante pelo menos três dias pela mãe e pela madrasta na cidade de Porto Real, no sul fluminense. Ela estava internada desde o início da semana em um hospital privado na cidade de Resende.

A menina sofreu maus-tratos entre a sexta-feira, 16, e a madrugada de segunda, 19. Segundo a polícia, durante todo o período ela sofreu com agressões e não foi devidamente alimentada.

A mãe da menina e a companheira dela são acusadas pelo crime. As duas mulheres, de 27 e 25 anos, estão presas e, de acordo com a polícia, confessaram os maus tratos.

Segundo a mãe da madrasta de Ketelen, as agressões à criança aconteciam em conjunto, muitas vezes comandadas por Gilmara.

Assassinas

“As duas são culpadas [pela morte]. Tanto a mãe quanto a madrasta. Não estou culpando uma só e deixando a outra livre, não. Gilmara mandava a Brena bater na menina, ou então as duas batiam”, diz a mãe de Brena.

No mês passado, o menino Henry Borel, de apenas 4 anos, também morreu vítima de maus-tratos. O caso aconteceu no Rio. O padastro do menino, o médico e vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, e a mãe de Henry, Monique Medeiros, estão presos temporariamente acusados pelo crime. A defesa de ambos negam as acusações.

ESTADÃO