Crise no PSL não tem fim e líder do partido chama Bolsonaro de “vagabundo”

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (GO), chama Jair Bolsonaro de “vagabundo” e afirma que vai “implodi-lo”, em áudio vazado na tarde desta quinta-feira (17). O parlamentar ameaça divulgar uma gravação que comprometeria o presidente.

“Vou fazer o seguinte, eu vou implodir o presidente. Aí eu mostro a gravação dele, eu tenho a gravação. Não tem conversa, eu implodo o presidente, cabô, cara. Eu sou o cara mais fiel a esse vagabundo, cara. Eu votei nessa porra, eu andei no sol 246 cidades, no sol gritando o nome desse vagabundo” (trecho a partir de 2:40), vocifera o parlamentar.

O desabafo de Waldir ocorreu após o presidente tentar tirá-lo da liderança da legenda na Casa. O episódio é mais um nó na infindável crise que coloca em rota de colisão a família Bolsonaro e a cúpula do PSL.

Nas últimas 24 horas, o presidente articulou uma manobra para retirar Delegado Waldir da liderança da Câmara dos Deputados e a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), aliada de primeira ordem, da liderança do governo no Congresso.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), ,um dos filhos do presidente, chegou a ser nomeado para o posto. Porém, alguns minutos depois, o partido se articulou e Waldir retornou a liderança.

A saída de Hasselman da liderança do governo também foi decidida pelo próprio Jair Bolsonaro, já que a parlamentar não apoiou o nome de Eduardo como líder do partido.

A relação tem piorado desde que Bolsonaro criticou abertamente o presidente do PSL, Luciano Bivar, afirmando que ele estaria “queimado para caramba”. Nas redes sociais, o vereador Carlos Bolsonaro, outro filho do presidente, passou a atacar a cúpula e caciques do partido, entre eles o senador Major Olímpio (PSL-SP), a quem chamou de “bobo da corte”.

Na última segunda-feira (14), a Polícia Federal, que investiga um esquema de laranjas no PSL, foi até a casa de Bivar em Pernambuco cumprir mandado de busca e apreensão.

Brasil de Fato

Matéria completa aqui: https://www.brasildefato.com.br/2019/10/17/crise-no-psl-nao-tem-fim-e-lider-do-partido-chama-bolsonaro-de-vagabundo/