Comitê científico que orienta Fátima discorda de secretário sobre lockdown no RN

O comitê de 12 especialistas que discute e sugere ao Governo do Estado medidas para o enfrentamento à pandemia de covid-19 não debateu, até o momento, a possibilidade de decretação de bloqueio total (lockdown) no Rio Grande do Norte. A ideia foi aventada pelo secretário-adjunto de Saúde do Estado, Petrônio Spinelli, em coletiva de imprensa nessa quarta-feira (6)

De acordo com informações do Blog do Dina, do jornalista Dinarte Assunção, não há consenso sobre o tema dentro do comitê. A informação foi repassada a ele pelo coordenador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da UFRN, Ricardo Valentim, que avalia o o lockdown como uma medida muito drástica.

“O único consenso que há entre os 12 membros do comitê é que se precisa definir indicadores, ou seja, se for decretado o lockdown, quando deve ser, por quanto tempo, e como e quando sair dele”, explicou Ricardo ao blog.

Alguns dos indicadores fixados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) são o esgotamento dos leitos de UTI e o alcance do pico da contaminação por covid-19.

Valentim explicou que lockdown se decreta, então, em momento imediatamente anterior a esse cenário, mas foi enfático: “Não temos dados para dizer que vamos entrar em lockdown”.

Fonte: Portal Grande Ponto