No Chile, balas de borracha deixam 146 com ferimentos nos olhos e 26 cegos

Segundo informações divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Direitos Humanos do Chile, 146 pessoas ficaram feridas nos olhos desde o início dos protestos que tomaram as ruas do país.

A maioria dos ferimentos foi causada por balas de borracha disparadas pelos policiais a curtas distâncias.

De acordo com a unidade oftalmológica do Hospital Salvador, de Santiago, 26 pessoas ficaram cegas em decorrência da gravidade dos ferimentos nos olhos.

Até ontem, 1.305 pessoas haviam sido atendidas em hospitais chilenos em função de lesões adquiridas durante as manifestações.

Até o momento, pelo menos 20 pessoas morreram desde que começaram as manifestações no país.