Opressora: “Esquerda não respeita a democracia”, diz Bolsonaro ao defender comentaristas

O presidente Jair Bolsonaro saiu em defesa de 4 comentaristas políticos na noite desse sábado (11.jul.2020) e disse que, por terem opinião própria, são considerados nocivos dentro de “grande parte da mídia completamente dominada pelo pensamento de esquerda radical”.

De acordo com ele, o Brasil vive 1 cenário “onde não ser radicalmente crítico a 1 governo conservador/liberal já é motivo para ilações e perseguições” porque a esquerda não respeita a democracia.

Em sua conta no Twitter, Bolsonaro saiu em defesa dos comentaristas Luís Ernesto Lacombe, Leandro Narloch, Caio Coppolla e Rodrigo Constantino. O presidente afirmou que não mantém relação com nenhum deles.

Os 4 nomes citados por Bolsonaro se envolveram em discussões e discordância com as emissoras em que trabalham ou com colegas de profissão nos últimos 30 dias.