FAZ O L: Com oito presidentes em oito anos, gestão instável da Petrobras faz ações tropeçarem - Informativo Atitude

FAZ O L: Com oito presidentes em oito anos, gestão instável da Petrobras faz ações tropeçarem

Foto: REUTERS

O conselho de administração da Petrobras vai analisar nesta sexta-feira (24) o nome de Magda Chambriard para o comando da estatal, finalizando o mais recente capítulo de sua crise de gestão.

Indicada à chefia da companhia pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Chambriard vai substituir Jean Paul Prates, o oitavo a deixar a cadeira da petrolífera em oito anos.

A saída de Prates na semana passada levou as ações da maior empresa do país a uma montanha-russa já habitual aos investidores. Em três dias, os papéis preferenciais (PETR4) derreteram sob temores de interferência política, e a Petrobras perdeu R$ 57,5 bilhões em valor de mercado.

De lá para cá, as ações têm ensaiado uma recuperação, e, na última quarta-feira (22), chegaram a reconquistar parte das perdas quando Chambriard foi aprovada pelo Comitê de Pessoas do conselho da estatal. “A indicação da Sra. Magda Chambriard preenche os requisitos necessários previstos nas regras de governança da companhia e legislação aplicável”, afirmou a Petrobras, em nota.

Desde o mandato de Pedro Parente, que começou em maio de 2016 e terminou em junho de 2018 em resposta à greve dos caminhoneiros, o posto de chefia da empresa vive uma instabilidade que é apontada como o maior fator de insegurança aos papéis negociados na Bolsa, dizem analistas consultados pela Folha.

Folha de S. Paulo

About The Author