Sargento não teria agido sozinho

Experientes policiais civis de Brasília não acreditam que o sargento Manoel Silva Rodrigues, preso na Espanha com 39kg de cocaína, agiu sozinho ou que seja principiante no tráfico de drogas.

Ele chegou a Sevilla no avião que levava a Tóquio o pessoal de apoio à visita presidencial. Eles tampouco descartam que a polícia espanhola tenha feito a revista após obter informação de delatores.

O sargento parecia seguro, sem encobrir a droga com roupas, em sua mala de mão.