Mesária é presa por induzir voto de eleitores em Pernambuco

Foto: divulgação

O MPPE (Ministério Público de Pernambuco) solicitou a prisão de uma mesária na cidade de Paulista, na região metropolitana do Recife, por orientar eleitores a votarem em um candidato em específico no segundo turno das eleições municipais.

Ela trabalhava na seção 99 da Escola Estadual Maria Alves Machado e foi encaminhada à delegacia para assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Francisco Padilha (PSB) e Yves Ribeiro (MDB) disputam o cargo de prefeito de Paulista. O candidato apoiado pela mesária detida, porém, não foi divulgado.

Ainda segundo o MPPE, duas pessoas foram presas por realizar aglomerações em frente ao mesmo colégio eleitoral. Além disso, foi identificado um cidadão realizando boca de urna, com distribuição de santinhos e dinheiro para eleitores. Ele também foi encaminhado à delegacia.

UOL