Mega Operação investiga corretora que comercializa seguros da Caixa

A Receita Federal faz na manhã desta quinta-feira, 26 de novembro, uma etapa da Operação Descarte na corretora Wiz – instituição financeira que tem exclusividade de comercialização dos seguros da Caixa Econômica Federal.

Trinta auditores fiscais da Receita em parceria com a Polícia Federal fazem busca e apreensão em 13 alvos localizados em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, dentre os quais o CEO e outros diretores da empresa, que tem capital aberto com participação acionária estrangeira.

Eles são suspeitos de lavagem de dinheiro, num esquema que envolve empresas de fachada dos ex-presidiários da Lava Jato, Alberto Youssef e Adir Assad, um escritório de advocacia, uma empresa de lixo e doleiros, além de serem acusados de fraudar em 7 milhões de reais a instituição que dirigiam com a contratação superfaturada de uma empresa de TI.

Os auditores fiscais encaminharam ao Ministério Público representações fiscais para fins penais com os indícios para as investigações criminais.

Nota da Wiz sobre Operação Descarte

A Wiz Soluções foi surpreendida na manhã desta quinta-feira (26) com uma ação de busca e apreensão de documentos no âmbito da Operação Descarte, que investiga atividades entre 2014 e 2016, em gestão anterior da companhia.

A Wiz segue à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento necessário. Sendo a maior interessada na elucidação dos fatos, a companhia tomará todas as medidas necessárias para identificar eventuais irregularidades.

Portal R 10