Jair Bolsonaro “abordou corretamente a Amazônia desconhecida”, diz Aldo Rebelo

Em entrevista ao Estadão, Aldo Rebelo foi questionado se ele viu algum ponto positivo no discurso de Jair Bolsonaro na ONU. Ele respondeu:

“Sim. A abordagem da questão da Amazônia a partir de uma perspectiva que não é a das ONGs, que tratam a floresta como um santuário desantropizado. Ou seja, para essas pessoas, parece que não mora ninguém na Amazônia. E lá vive a população mais abandonada no Brasil, que são os índios e ribeirinhos, com a mais alta taxa de mortalidade e analfabetismo (…).