CONTRADIÇÃO: Ex-governador do PT que defende o desarmamento é pego com arma sem registro

Foto: Luis Tajes/CB/D.A Press

O ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT) foi conduzido nesta quinta-feira (23) para a Coordenação de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes contra a Administração Pública (CECOR) da Polícia Civil do DF.

Durante a busca e apreensão realizada no âmbito da Operação Alto Escalão, os promotores do Gaeco encontraram na casa de Agnelo no Lago Sul uma carabina, espécie de espingarda, não registrada, o que configura crime.

O detalhe é que o ex-governador é um defensor da política de desarmamento e foi muito atuante nesse sentido durante seu mandato como governador no DF.

Foto: reprodução

Agnelo acabou sendo liberado após pagamento de fiança no valor de R$ 3 mil, valor foi arbitrado pela Polícia Civil.

Operação Alto Escalão

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) cumpriu 13 mandados de busca e apreensão na Operação Alto Escalão para apurar a prática de corrupção na compra de leitos hospitalares. Entre os alvos, estão o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) e o ex-secretário de Saúde Rafael Barbosa.

Com informações do Correio Braziliense e Metrópoles