Consumo de água mineral aumenta com o início do verão

Com 300 dias de sol por ano é de se concluir que a capital potiguar conheça bem o calor. E para quem mora acima da linha do equador, as altas temperaturas parecem ainda mais intensas com a chegada do verão, que começou no sábado, 21. A meteorologia estima que o verão 2019/2020 fique entre 2 a 3 ºC mais quente do que o normal e, para aproveitar tudo de bom que essa estação oferece da melhor forma possível, é essencial que a hidratação se mantenha em dia. “Com as altas temperaturas, perdemos mais água pelos fluidos corporais, então manter-se hidratado é muito importante para não causar problemas como os sintomas de desidratação, a exemplo da fadiga e do cansaço”, alerta a nutricionista Ana Júlia Aguiar.

A especialista reforça que a necessidade de beber água antecede a sede. “A sede já é um sintoma da desidratação, um sinal de que precisamos urgentemente de água, por isso que, mesmo que não estejamos com sede, é preciso tomar água”, complementa. O líquido representa de 40% a 80% da composição corporal do ser humano e atua em diversas fases do funcionamento do corpo, por isso a recomendação é de que se consuma diariamente 35 ml de água para cada 100 gramas de peso no seu corpo. E no verão, quando o calor é mais intenso e o corpo perde mais líquido, os cuidados com a hidratação devem ser redobrados, aponta a nutricionista.

Esse aumento do consumo de água no verão é refletido em números. O Sindicato da Indústria de Cervejas, Refrigerantes, Águas Minerais e Bebidas em Geral do Estado do Rio Grande do Norte (Sicramirn) estima que a venda de água mineral cresça cerca de 40% neste período em relação ao resto do ano. A mineral se diferencia de outras águas por possuir condições biológicas advindas da própria natureza e apresentar também propriedades medicinais e terapêuticas. Além dos efeitos benéficos à saúde, a água mineral é consumida em grande parte do Brasil devido ao seu sabor natural, sua pureza e confiabilidade.

O presidente do Sicramirn, Djalma Cunha, alerta para que, com o aumento do calor, a população também se atente para o consumo de uma água confiável. “Trabalhamos no estímulo à capacitação das equipes envolvidas na extração da água das fontes, a fim de garantir um padrão de qualidade e legalidade da água mineral. Por isso sempre confira se a água realmente é mineral e não outra, como a adicionada de sais, por exemplo”, aconselha Djalma. Para diferenciar os dois tipos, o empresário explica ainda que é importante que o consumidor leia com atenção as informações dos rótulos e fique alerta à cor do selo fiscal de controle: azul para as águas minerais e verde para as adicionadas de sais.

Água Mineral do RN

O movimento #AguaMineralDoRN é uma iniciativa do SICRAMIRN ancorada por todas as empresas de água mineral do Rio Grande do Norte. A missão, mais que informar ou vender, é conscientizar: trazer para a população os benefícios da água mineral natural, sua qualidade e o que a difere das demais.

A água é essencial não só para a vida humana como para todos os seres vivos. Mostrar a qualidade e os diferenciais da água mineral natural é muito mais que fortalecer empresas, é valorizar um alimento natural e importantíssimo para nossa vida. Mais informações: aguamineraldorn.com.br.

Blog do FM