Uncategorized - Informativo Atitude - Page 43

Categoria: Uncategorized

He-Man está voltando! O clássico desenho que marcou uma geração terá uma nova animação, desta vez pela Netflix, que servirá como uma continuação da história dos Mestres do Universo. Agora, durante o Geeked Week, o trailer do projeto finalmente foi divulgado.

Produzida por Kevin Smith, a nova animação serve como uma sequência do desenho animado dos anos 80. Dessa forma, toda a história antiga continua intacta, com o Príncipe Adam sendo o filho da realeza de Eternia e usando a Espada do Poder para se transformar no He-Man. A série animada conta com a produção de Rob David, que trabalhou nos quadrinhos do He-Man.

Tendo cinco episódios, Mestres do Universo estreia na Netflix em 23 de julho.

A realização de festejos juninos e o acendimento de fogueiras continuam proibidos no Rio Grande do Norte por causa da pandemia.
A proibição foi determinada em decreto de junho de 2020 e, embora alguns artigos do documento tenham sido revogados, este continua em vigor.

“Fica proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados”, diz a publicação.

O Rio Grande do Norte registra até a última quinta-feira (10) 278.163 casos confirmados e 6.405 mortes por Covid.

Com informações do blog Alex Silva

Duas pessoas foram baleadas em Macaíba, em um curto espaço de tempo. De acordo com informações, a mulher foi baleada nas imediações do Conjunto Alfredo Mesquita e foi socorrida para UPA da cidade pela própria família. Ainda não sabemos o estado de saúde da mesma.

O segundo Baleado, foi um homem conhecido por Beto. O mesmo estava na calçada da casa da sua mãe, que fica no Campo da Mangueiras. Beto foi surpreendo por homens armados que efetuaram vários disparos, sem que a vítima tivesse tempo de esboça qualquer reação.

Em 31 anos de atuação no Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio Mello se acostumou a ser uma voz dissonante na corte, a ponto de ter ganhado no meio jurídico o apelido de “senhor voto vencido”. Foi assim quando ele tomou posição contra o inquérito das fake news, ou quando ficou sozinho defendendo a redução das decisões monocráticas na corte. Às vésperas de se aposentar – ele deixa o cargo no próximo dia 5 de julho -, Marco Aurélio deu entrevista para o A Malu Tá ON. E como de hábito, foi contra a maré.

O decano do Supremo disse considerar que os ataques recentes de lideranças do governo à suprema corte são “arroubos retóricos”. O que mais incomoda Marco Aurélio é o papel que o tribunal vem exercendo na vida nacional.

“O Supremo está sendo acionado por pequenos partidos, que não figuram no Congresso Nacional como deveriam figurar, visando a fustigar o presidente da República. Daí a necessidade de o Supremo perceber essa manobra, que não é uma manobra sadia. E observar acima de tudo a autocontenção, não invadir esfera que não é a própria dele, o Supremo.”

Para o ministro, é possível chegar a um “entendimento” com Jair Bolsonaro, “desde que haja o abandono de paixões”. Ainda assim, ele critica a ida de Eduardo Pazuello a um ato político de apoio ao presidente. “Nós aprendemos sempre que disciplina e hierarquia são fundamentais nas forças. E que um militar não pode estar envolvido em política”, diz. “Isso não se coaduna com a atuação de um militar.”

Sem fugir de questões difíceis, Marco Aurélio falou sobre as vaidades na corte, conflitos de interesse e antigas mágoas dos colegas.

Se exaltou ao comentar o adiamento de uma das últimas decisões que irá proferir nos próximos dias, sobre a suspeição do juiz Sergio Moro: “Nunca engavetei processo, nunca pedi vista de processos [para engavetá-los]”, disse. “Eu estava pronto para votar, tanto que devolvi o processo na sessão imediata à que pedi vista.”

E, aproveitando, “antecipou voto” sobre um assunto que ainda vai entrar na pauta do Supremo (e que ele certamente já não julgará) : as mensagens obtidas ilegalmente por hackers no caso Vaza Jato.

Apesar de reconhecer que é um “um soldado que marcha contra a tropa”, Marco Aurélio rejeita o rótulo de rebelde. “O que é ser rebelde? É ser autêntico? Nunca ocupei cadeira voltada a relações públicas e reconheço que detenho espírito irrequieto”, disse. “Se com o meu voto, o teto tiver que cair sobre a minha cabeça, vai cair. Atuo com absoluta independência segundo minha ciência e consciência.”

O podcast A Malu tá ON está disponível toda sexta-feira, a partir de 12h, na página de Podcast do GLOBO, no Spotify, no Globoplay, no Apple Podcasts, na Amazon Music, no Google Podcasts, no Deezer, ou em qualquer outro agregador de podcasts.

Nos episódios anteriores do programa, foram ouvidos Rita Lobo, o governador de São Paulo, João Doria, o cineasta José Padilha, o senador e relator da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL), o gerente-geral de medicamentos da Anvisa, Gustavo Mendes e o infectologista Marcus Lacerda.

Blog Malu Gaspar – O Globo

NÃO EXPLICOU


A prefeitura publicou uma matéria dizendo, que houve um furto de fios, mostrou um B.O e uma conta de junho que ainda não estava vencida, mas não mostrou as contas anteriores como nosso site solicitou por telefone. Embora o chefe de comunicação tenha afirmado que as contas foram pagas, até agora ninguém mostrou as faturas corretamente.

A conta mostra por um site da situação, ainda vai vencer no dia 21/06/2021, nos pedimos os pagamentos das três ultimas contas! Pois todos sabemos que a Cosern não contaria uma conta que não venceu ainda!

FALTA DE COMPROMISSO


A perda de tantas vacinas mostra a falta de compromisso da atual gestão com os macaibenses. Além disso, a cidade tem um concurso público parado que o prefeito usou como argumento a pandemia, mas porque não intensiva a vacinação? Essas vacinas perdidas que estavam guardadas para vacinação de gestantes e puérperas , poderiam ter sido aplicadas na sexta-feira, mas o Prefeito preferiu estocar a vacina e decretar ponto facultativo, além de deixar guardadas em um local totalmente sem segurança, e assim, acabamos perdendo mais de 100 vacinas em um momento crítico.

DINHEIRO JOGADO FORA


Fomos informados que a Prefeitura aumentou seu efetivo de técnicos de enfermagem em todos os postos de saúde. Cada Posto teria recebido um técnico a mais, pagos com recursos do governo federal, na verdade com recursos federais para combater o Covid. Qual o motivo que esses técnicos não foram usados para fazer um mutirão para aplicar essas doses? Será que são meros enfeites ou são apenas indicações políticas?

AÇÃO CRIMINOSA

Se as perdas das vacinas são frutos de uma ação criminosa, a falta de ação para aplica-las também são, pois, um crime não omite o outro. O prefeito age com extrema preocupação para adiar o concurso devido a pandemia, mas não tem, ou pelo menos não demonstra ter, interesse em imunizar seu povo e a perda de tantas vacinas é a prova disso.

SEM MÉDICOS
A população está denunciando a falta de médicos em várias comunidades, e boa parte dos denunciantes foram eleitores do atual prefeito nas eleições de 2020. Segundo a Dona de casa Francisca, está faltado médico na Reta. A Dona de casa alega que votou na atual gestão para melhorar a saúde e não parar piorar.

DESABAFO


Um ex-eleitor de Bob Filho (Emídio Júnior) descreveu que brigou na campanha pelo atual prefeito e saiu gritando para os quatro cantos que o melhor para Macaíba era o “Menino de Traíras”. “Eu nunca mais brigo por política em minha vida, pois estou comprando fraldas faz 4 meses para meu tio, coisa que nunca faltou na outra gestão. Eu vi Emídio subir como um foguete para sua vitória em 2020, agora em 2021 estou vendo o mesmo descer como um tolete”, disse o ex-eleitor.

PASSANDO FOME


Boa parte da turma que trabalhou na TCL, está passando fome. Alguns tiveram que voltar a morar com os familiares, pois não tinham como pagar aluguel. Outros estão com suas luzes cortadas pois não pagaram a luz, em resumo, o choro para esses bravos guerreiros que votaram no atual prefeito Bob Filho (Emídio Júnior) é grande, e o arrependimento e maior ainda, principalmente, quando você vê um filho seu passando fome, além de ser uma cena triste, é angustiante. Essa semana ajudamos uma pessoa que trabalhou na empresa.

Depois de 24 mil anos “na geladeira”, os bichos foram trazidos de volta à vida por pesquisadores da Rússia e conseguiram até se reproduzir

© Reprodução

SÃO CARLOS, SP (FOLHAPRESS) – Quando o interior do Brasil ainda estava repleto de dentes-de-sabre e preguiças-gigantes, numa época em que os seres humanos ainda nem tinham chegado às Américas, o inverno da Sibéria acabou congelando alguns invertebrados microscópicos. Depois de 24 mil anos “na geladeira”, os bichos foram trazidos de volta à vida por pesquisadores da Rússia e conseguiram até se reproduzir.

A façanha, descrita em artigo na revista científica Current Biology, provavelmente não surpreende tanto quem já conhecia os chamados rotíferos bdelloides, criaturas que lembram vagamente um termômetro (daqueles tradicionais, transparentes e com mercúrio dentro) e medem cerca de um décimo de milímetro. Eles já eram notórios por sua capacidade de passar longos períodos em animação suspensa, mas nada se compara ao recorde que conquistaram agora.

Os rotíferos bdelloides não parecem muito mais complicados do que um tubo digestivo cercado por cílios, mas, tal como nós, eles também possuem tecidos diferenciados e especializados, incluindo até um pequeno cérebro. Isso significa que as descobertas sobre a sua capacidade de sobreviver longos períodos sob congelamento podem ser úteis para as tentativas de aplicar processos parecidos a organismos maiores –preservando, por exemplo, órgãos para transplante por mais tempo.

“É claro que, quanto mais complexo o organismo, mais difícil fica preservá-lo vivo quando congelado. Para mamíferos, hoje isso não é possível”, afirmou o coordenador do estudo, Stas Malavin, do Instituto de Problemas Físico-Químicos e Biológicos de Ciência do Solo em Pushchino, na Rússia. “Mas ver que isso é viável não só em organismos unicelulares como também num organismo com sistema digestivo e cérebro, ainda que microscópico, é um grande passo”, declarou ele em comunicado oficial.

Os rotíferos redivivos que Malavin e seus colegas estudaram pertencem ao gênero Adineta e foram coletados no chamado “permafrost” (solo permanentemente congelado do Ártico) da bacia do rio Alazeya, no nordeste da Sibéria. A profundidade de 3,5 m de onde vieram as amostras, bem como a presença ali de mamíferos da Era do Gelo mumificados e outros indicativos geológicos, sugerem fortemente que os invertebrados de fato passaram as últimas dezenas de milhares de anos congelados.

A idade das amostras –24.485 anos, para ser exato– foi obtida por meio do método do carbono-14, o mais utilizado para datar matéria orgânica.

Os pesquisadores incubaram as amostras em condições de laboratório mais aprazíveis do que as do permafrost e, após um mês, verificaram a presença de diferentes micróbios, além dos rotíferos. A presença de material genético dos pequenos animais no solo antes desse tempo de cultivo confirma que eles estavam lá desde o momento em que aquele pedaço de terra tinha congelado originalmente.

Uma vez descongelados, os invertebrados não perderam tempo e começaram a se reproduzir –o que é bem mais fácil no caso dos rotíferos, já que são animais que adotam uma forma estrita de partenogênese ou “nascimento virgem”, forma de reprodução que não depende do sexo.

Estabeleceu-se assim uma linhagem partenogenética no laboratório russo, a partir da qual foram selecionados 144 indivíduos que passaram por um último desafio. Os rotíferos voltaram a ser congelados (a uma temperatura de 15 graus Celsius, durante uma semana) e depois foram devolvidos à temperatura ambiente. Ao menos alguns sobreviveram ao processo, mas curiosamente não se mostraram mais bem sucedidos nisso do que seus parentes modernos. Isso indica que não havia nada de especial nos rotíferos da Era do Gelo –a impressionante capacidade de sobrevivência ao congelamento seria algo mais geral do grupo.

Fonte: Notícias ao Minuto

 

Cada vez mais, o advogado-geral da União desponta como favorito para ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello, que se aposenta em 5 de julho. Com aval do presidente, o ministro tem procurado obter apoio no Senado, onde será sabatinado

Pastor presbiteriano e fiel defensor do presidente, André Mendonça caminha para se tornar o ministro – (crédito: Alan Santos)

Com a proximidade da aposentadoria do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), que acontecerá em 5 de julho, o presidente Jair Bolsonaro deve indicar o advogado-geral da União, André Mendonça, para ocupar a cadeira a ser deixada pelo decano da Corte. A ideia amadureceu ao longo desta semana, quando o chefe do Palácio do Planalto visitou o presidente do STF, Luiz Fux, e foi avisado de que não haverá resistências dentro do tribunal ao candidato escolhido pelo chefe do Executivo.

Em diversas ocasiões, Bolsonaro declarou que indicaria um candidato “terrivelmente evangélico” para ocupar uma vaga na Suprema Corte. Mas além do fato de ser pastor, pesa a favor do advogado-geral da União a lealdade que ele reiteradamente expressa para com o presidente. Mendonça mantém uma postura ideológica alinhada à do chefe do Executivo e sempre assina peças judiciais do interesse de Bolsonaro. Um exemplo recente é o pedido encaminhado ao STF para que a corte suspenda medidas de lockdown e toque de recolher adotadas no Rio Grande do Norte, no Pernambuco e no Paraná por conta da pandemia da covid-19.

Apesar de preterido por Bolsonaro, o procurador-geral da República, Augusto Aras, outro nome que poderia ser escolhido para compor o STF no lugar de Marco Aurélio, recebeu a promessa do presidente de que permanecerá à frente do Ministério Público Federal (MPF). Assim como aconteceu em 2019, Bolsonaro não vai acolher nenhum nome que venha a compor a lista tríplice formulada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para chefiar a instituição.

Apoio de senadores

No Tribunal, avalia-se que Mendonça tem credenciais para fazer parte da Corte, considerando a experiência não apenas na Advocacia-Geral da União (AGU), mas também no Ministério da Justiça e Segurança Pública. A indicação só será confirmada, contudo, após a saída de Marco Aurélio do STF, como desejam os magistrados do Supremo. Isso porque, no ano passado, o presidente deixou os integrantes do Tribunal incomodados ao escolher Kassio Nunes Marques para substituir Celso de Mello antes da data de aposentadoria do então decano do Supremo.

De todo modo, como é certeza de que Mendonça será nomeado pelo mandatário, o advogado-geral da União já se movimenta para conquistar apoio no Senado e diminuir qualquer resistência que haja em torno do seu nome. A Casa Legislativa é responsável por apreciar as indicações do presidente da República ao STF. Mendonça tem buscado ajuda entre líderes do governo ou senadores que apoiam Bolsonaro, como o senador Luís Carlos Heinze (PP-RS), que convidou o ministro da AGU para um evento evangélico no Rio Grande do Sul recentemente. “Ele é o candidato que estou apoiando, hoje, para o STF”, frisou o parlamentar.

A preocupação da especialista é com a qualidade do conhecimento da Suprema Corte, seja com o favorito André Mendonça, seja com o improvável Augusto Aras. “Penso que o STF vai perder com essas indicações”, lamentou.

Fonte: Correio Brasiliense

 

A Justiça do Trabalho determinou o bloqueio de e 50% da premiação do ABC após classificação paras Oitavas da Copa do Brasil. A ação ocorre através de um processo da defesa do jogador Makelelê.

“Considerando ainda o teor da certidão circunstanciada do Setor de Cálculos (Id 9b9dcd7) onde está descrita a dívida do clube executado referente aos 43 processos que não tiveram celebração de acordo no CEJUSC no total de R$ 3.410.581,80, sendo a dívida trabalhista no importe de R$ 2.704.170,34. Considerando, por fim, a vitória do ABC sobre o Chapecoense nas oitavas de final da Copa do Brasil na quarta-feira dia 09/06/2021 e a consequente premiação de R$ 2,7 milhões. Atribuo força de mandado a este despacho para determinar que a Confederação Brasileira de Futebol – CBF (cbf@cbf.com.br) proceda ao bloqueio de 50% do referido prêmio em favor do executado ABC FUTEBOL CLUBE”, diz trecho da decisão judicial.

A decisão judicial pede imediato depósito judicial, no valor de R$ 1.350.000,00:

“Ademais, ressalto que o presente bloqueio deverá ser efetuado independentemente do bloqueio anterior (determinado no despacho expedido no PJe 0001308- 53.2017.5.21.0006 em 15/04/2021, no valor de R$ 550.000,00 , o qual ainda está pendente de depósito judicial e que se refere à garantia do pagamento dos acordos celebrados no CEJUSC visto que os valores arrecadados com o “Timemania” vêm sofrendo decréscimos consideráveis, o que dificulta a liberação das parcelas mensais aos exequentes”, reforça a decisão.

A decisão judicial, por fim, ressalta que todos os bloqueios  referidos são cautelares e serão utilizados apenas em caso de não adequação do regime de pagamento das dívidas trabalhistas que não quitadas pelo acordo no CEJUSC Natal.

O bebê resgatado por policiais em uma boca de fumo em Pontes e Lacerda, a 487 km de Cuiabá, nessa terça-feira (8), foi penhorado pela mãe, de 28 anos, devido à uma dívida de pouco mais de R$ 200 que ela tinha com os traficantes do local, conforme denúncias recebidas pela Polícia Militar.

O tenente-coronel que ajudou no resgate, Sandro Barbosa, contou que a pessoa que estava com a criança na casa não tinha nenhum vínculo sanguíneo com a família da mãe do bebê. “O que apuramos no momento da ocorrência é que a mãe desesperada com a dívida de drogas, que não passava de R$ 300, deixou a criança como forma de garantia de pagamento e o pessoal da casa aceitou. Mas não se pode mensurar o valor de uma vida humana”, disse. Com informações do G1.

Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela Anvisa.

(Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a indicação da vacina Comirnaty, da Pfizer, para crianças com 12 anos de idade ou mais. Com isso, a bula da vacina passará a indicar essa nova faixa etária para o Brasil.

De acordo com a agência, a ampliação foi aprovada após a apresentação de estudos desenvolvidos pelo laboratório que indicaram a segurança e eficácia da vacina para esse grupo. Os estudos foram desenvolvidos fora do Brasil e avaliados pela Anvisa.

Antes, a vacina Comirnaty estava autorizada para pessoas com 16 anos de idade ou mais. Até o momento, esta é a única entre as vacinas autorizadas no Brasil com indicação para menores de 18 anos.

A vacina da Pfizer foi a primeira a receber o registro definitivo para vacinas contra covid-19 no Brasil.

Fonte: Correio Brasiliense