Suspeito de matar mototaxista a facadas é preso em Parnamirim

“Planejei matar ele porque dizia a todo mundo que ia me matar”. Essas foram as palavras de Jeft Batista dos Santos, 18 anos, após ser preso na terça-feira (22) em Parnamirim, Região Metropolitana de Natal. Ele é suspeito de matar o mototaxista José Antônio a facadas no dia 4 de outubro no bairro de Santa Tereza.

De acordo com a polícia, o suspeito fugiu levando a moto da vítima. Imagens de câmeras de vigilância mostraram Jeft pegando a corrida com José Antônio no dia do crime. A polícia informou que após o assassinato Jeft fugiu para a cidade de João Pessoa (PB), onde passou cinco dias. Depois retornou ao estado, ficando no sítio da avó no município de Jundiá.

O delegado de Parnamirim, Luís Lucena, informou que o suspeito confessou o crime, mas alega que em momento anterior teria levado tiros da vítima. No entanto, a polícia não acredita na versão do suspeito. “É possível que ele tenha matado para roubar. Existe outro crime do dia 28 de setembro com as mesmas características em que ele também é suspeito. Ele mente ao afirmar que tinha levado tiros da vítima”, afirmou Lucena.

OP9