Pequenos comércios começam a sentir efeitos do coronavírus na Grande Natal

Com a chegada do novo coronavírus recentemente a Natal, a população da cidade passou a atender as recomendações das principais organizações de saúde e especialistas da área no mundo, que é a de ficar em casa, em quarentena.

Esse método é visto como uma das formas mais eficazes neste primeiro momento de conter a propagação rápida do vírus.Com a ausência de pessoas nas ruas e as medidas de prevenção nas próprias lojas, os pequenos comerciantes começam a sentir os efeitos do novo coronavírus.

O empresário Hans Beckmann é um deles. Dono da loja de açaí Chiquita Bacana, no bairro de Candelária, na Zona Sul, ele vai fechar a loja para atendimentos presenciais nos próximos dias. “Foi algo muito rápido e maior do que imaginávamos. Mas nós sabemos que isso vai piorar e, por isso, devemos fechar. Vamos passar a vender apenas por delivery”, explicou.