Novo portal de transparência no RN será lançado quinta-feira (8)

O governo do Rio Grande do Norte gastou até julho de 2019 R$ 500 milhões com educação; R$ 385,9 milhões com saúde; e R$ 365,2 milhões com segurança. Essas informações bem como todas outras referentes a gastos diretos e receitas agora ficarão acessíveis, a partir de quinta-feira (8).

A data marca o lançamento do novo portal de transparência do governo do RN. A principal diferença para o antigo portal é logo de cara poder visualizar esses gastos. E inclusive pedir detalhamento com relação a isso.

De acordo com o controlador-geral do estado, Pedro Lopes de Araújo Neto, a ideia é ser o máximo transparente. Todo o processo de modernização do portal foi coordenado pela Controladoria-Geral junto à equipe de informática da secretaria de Administração.

Por ter sido feito pelos próprios servidores, o novo portal teve custo zero. Uma outra vantagem é que o site mantém seus dados abertos. Isso significa que qualquer um poderá fazer uma pesquisa, exportar as informações e construir novas análises.

Um exemplo: é possível exportar os valores referentes a gastos diretos, aplicá-los numa tabela e identificar que o maior gasto desse tipo até julho foi com pagamento de “Aposentadorias do RPPS, Reserva Remunerada e Reformas dos Militares”. O total foi de R$ 1,5 bilhão.

É possível ainda verificar que também até julho o total de gastos diretos foi de R$ 4,6 bilhões. E que as receitas brutas (também até julho) somaram R$ 6,4 bilhões. Em meio a isso, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) gerou R$ 2,3 bilhões.

O portal é atualizado diariamente com os dados do Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Fiscal (SIGEF), de onde são extraídas as informações sobre a execução financeira. Já os dados sobre diárias são obtidos a partir do “Sistema de Acompanhamento de Diárias”.

O controlador-geral aponta que o principal ganho dessa nova versão é o grau de confiabilidade dos dados. “Na versão anterior, devido inúmeros problemas de desenvolvimento, concepção e migração do sistema financeiro, ocorrido em 2018, os dados apresentados eram instáveis e nem sempre fidedignos aos números da contabilidade, ou seja, os números ‘não batiam’”, disse.

Até quinta-feira, dia do lançamento, o novo site ainda passará por correções e aprimoramentos. A partir do lançamento ele funcionará o endereço onde hoje está hospedado o antigo portal, no endereço http://www.transparencia.rn.gov.br/.

Governo fará oficina para detalhar uso do novo portal da transparência

Dia 15 de agosto, das 9h às 13h, haverá uma oficina na Escola de Governo para apresentar o novo layout e ensinar o passo-a-passo para navegação no novo site. Essa atividade é aberta a qualquer pessoa e gratuita.

A meta para os próximos meses é melhorar a produção de relatórios gerenciais. “A ideia é que qualquer pessoa, sem especialidade em contabilidade pública, compreenda as finanças do Governo do RN”, comentou.

Ainda com relação ao portal antigo foi corrigido a falta de algumas informações, como repasses a municípios. Sem isso, de acordo com a Controladoria, o surgimento de erros referentes às finanças estaduais eram possíveis.

Exemplo disso foi a informação sobre “sobra de caixa de R$ 1,4 bilhão” que circulou inclusive na Assembleia Legislativa. De acordo com Pedro Lopes Araujo, isso foi gerado pelos problemas de informação do antigo portal.

OP9