LULA ACHAVA QUE DILMA IA CULPÁ-LO PELO ‘PETROLÃO’

Ex-ministro, Antonio Palocci fez uma revelação curiosa, em depoimento de delação premiada.

Ele contou que, no início do ano de 2016, o ex-presidente Lula temia que Dilma o responsabilizasse integralmente pela roubalheira na Petrobras, no “escândalo do petrolão”.

Por isso, logo em seguida, foi realizada uma reunião em que Lula, Dilma e Palocci combinaram formas de “interferir” para dificultar a Lava Jato. A principal jogada acertada foi a nomeação de Lula como ministro da Casa Civil.

MESES DE DISCUSSÃO

Segundo Palocci, o plano de nomear Lula ministro da Casa Civil de Dilma começou a ser discutido com a cúpula do PT no início de 2016.

MEDO DE SER PRESO

Palocci confessa que a intenção da nomeação era garantir foro privilegiado para Lula, que temia ser preso por Sérgio Moro.

ARMAÇÃO ILIMITADA

Segundo o ex-ministro de Lula e Dilma, a nomeação de Lula à Casa Civil foi assunto de “algumas reuniões” do comando do partido.

NÃO DEU CERTO

Palocci revelou também que Lula definiu a nomeação de Marcelo Navarro ao Superior Tribunal de Justiça para soltar Marcelo Odebrecht.