Brasil: Índice de mortalidade pelo novo coronavírus sobe para 5,3%, aponta balanço do governo

Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

O índice de mortalidade do novo coronavírus no Brasil subiu de 5 para 5,3% nesta quinta-feira (9), de acordo com boletim divulgado pelo Ministério da Saúde. Isso significa que, em média, mais de cinco pessoas morrem a cada 100 contaminadas.

O número de mortes no país foi a 941 – 141 foram registradas nas últimas 24 horas. O aumento, portanto, foi de 18%. Os casos confirmados agora são 17.857, com 1.930 registrados apenas no último dia.

Segundo o governo, 78% das pessoas que morreram de covid-19 têm mais de 60 anos; 74% apresentavam ao menos um fator de risco, como doença do coração, diabetes ou outras doenças pulmonares.

A localidade com a maior índice de casos é a região de Fortaleza, com incidência de 43,9 casos a cada 100 mil habitantes, seguida por São Paulo, com incidência de 40,4, e Manaus e Alto Rio Negro, com 28,1.

A região da cidade de São Paulo concentra o maior índice de mortes – 2,8 por cada 100 mil habitantes. Fortaleza e entorno é a segunda colocada, com 1,5; Rio Negro e Solimões (AM) e Franco da Rocha (SP) empatam em terceiro, com 1,3.

Outra vez, o Ministério da Saúde admitiu que há uma grande subnotificação de casos de brasileiros com a covid-19. “85% dos casos assintomáticos nós nunca vamos detectar. Nós não teremos a capacidade de dar essa resposta no curto prazo. Para isso, estamos em parceria com várias universidades para realizar os inquéritos sorológicos. Parte dos testes rápidos serão aplicados pelos municípios. Então, essa resposta vai demorar um pouquinho mais para ser respondida”, disse o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira.

Brasil de Fato