DOMINADOR: Ex-namorada de ídolo do Fluminense relata relacionamento abusivo

A modelo e empresária Miriã Rocha, ex-namorada de Darío Conca, relatou ter vivido um relacionamento abusivo com o ex-jogador. Em entrevista ao Extra, ela afirmou que sofria ofensas e chegou até a ter distúrbio hormonal na época.

“Fui vítima de um relacionamento abusivo. Ele é uma pessoa bipolar, não aceita que você se posicione ou fale alguma coisa e não sabe escutar. Eram ofensas, palavras de baixo calão. Cheguei a ter distúrbio hormonal. A minha médica disse que meu sangramento excessivo era emocional”, contou.

Os dois ficaram juntos por pouco mais de um ano, e terminaram o relacionamento há dois meses. Segundo Miriã, após um “surto”, Conca a expulsou da casa onde viviam, no Rio de Janeiro.

“Na noite em que ele rompeu comigo, estava tudo bem entre nós, mas fui surpreendida. Ele surtou, começou a me agredir verbalmente, me humilhou e pediu que eu pegasse minhas coisas e fosse embora. Fiz as malas e deixei a casa. Ele me expulsou da casa dele e me bloqueou no WhatsApp“, disse.

A modelo e empresária ainda revelou que o argentino ídolo do Fluminense mantinha conversas com outras mulheres nas redes sociais enquanto estava comprometido com ela.

“Ele me queria numa jaula, postava foto comigo, mas fingia que não tinha ninguém e trocava mensagens com mulheres no Instagram. No início eu tinha acesso ao celular dele, mas depois que ele começou a vadiar, ele impediu o meu acesso. Cheguei a peguei algumas conversas dele com mulheres. Sai da relação amando dele, tinha uma conexão muito grande com os filhos dele e nunca tive problema com a ex-mulher dele. Fiquei muito mal por tudo o que ele me fez”, afirmou.

Com informações de UOL