CPI do vazamento de óleo é instalada na Câmara e deve cobrar respostas do governo

Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O caso do vazamento de óleo que atinge atualmente 11 estados do país viveu mais um capítulo nesta quarta-feira (27), na Câmara dos Deputados, com a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Derramamento de Óleo, que vinha sendo articulada há cerca de um mês e teve o apoio de 267 deputados.

O colegiado deverá atuar em diferentes frentes, avaliando as medidas tomadas pelos órgãos competentes, apurando responsabilidades, propondo ações que possam mitigar danos e prevenir novos desastres.

Como um dos pontos centrais, a CPI deverá também investigar a origem das manchas de óleo, que já atingiram mais de 770 localidades.

Pelo regimento da Casa, os trabalhos do colegiado têm duração de 120 dias, mas podem ser prorrogados por mais 60. Após articulações políticas e uma eleição interna ocorrida nesta quarta, a CPI será presidida pelo deputado Herculano Passos (MDB-SP) e terá João Campos (PSB-PE) como relator.

Brasil de Fato

Matéria completa aqui: https://www.brasildefato.com.br/2019/11/27/cpi-do-vazamento-de-oleo-e-instalada-na-camara-e-deve-cobrar-respostas-do-governo/