Cadeia: Vereadora é presa em flagrante por peculato durante operação do Ministério Público

Dentro da operação realizada hoje pelo Ministério Público estadual na cidade de Angicos, uma vereadora foi presa em flagrante por peculato.

De acordo com as investigações, a vereadora, que já ocupou o cargo de Secretária de Saúde da cidade,  teria se apossado de veículos oficiais e de combustível. Na casa dela, foram apreendidos dois galões de 20 litros cada contendo gasolina.

O MPRN deflagrou a operação Combustão II com o objetivo de combater um esquema de desvios de combustíveis no âmbito da Prefeitura Municipal de Angicos. Há evidências de venda de combustível pela Prefeitura a particulares e de abastecimento de carros particulares de agentes públicos às custas do Município. A operação teve o apoio da Polícia Militar.

Além da prisão em flagrante, a operação Combustão II cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, sendo dois deles em Secretarias da Prefeitura de Angicos. Ao todo, 6 promotores de Justiça, 12 servidores do MPRN e 32 policiais militares atuaram na ação. As provas coletadas serão analisadas e remetidas ao Poder Judiciário, para que, oportunamente, seja avaliado o ajuizamento de ação penal.

A vereadora foi conduzida à cadeia feminina de Mossoró, onde aguardará decisão judicial.