“A caneta Bic é minha”, diz Bolsonaro rebatendo Mourão sobre compra da CoronaVac

Jair Bolsonaro voltou demonstrar oposição à compra de doses da Coronavac, vacina contra o novo coronavírus em desenvolvimento pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan e disse, nesta sexta (30), que cabe dar a palavra final sobre o assunto.

“A caneta Bic é minha”, disse Bolsonaro ao portal R7. A declaração ocorreu após o vice-presidente Hamilton Mourão afirmar, em entrevista à Veja, que o governo federal vai adquirir Coronavac.

O general disse que há uma “briga política” entre Bolsonaro e João Doria (PSDB), governador de São Paulo, mas afirmou: “O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí”.

Fonte: Correio Braziliense